Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

planetamarcia

planetamarcia

Dezembro 27, 2009

Um Fogo Eterno - Barbara e Stephanie Keating

 

Desde que soube que o fantástico “Irmãs de Sangue” teria uma sequela, fiquei ansiosa por ler este ”Um Fogo Eterno”. Graças ao blogue Chocolate para a Alma tive a sorte de o ganhar num passatempo, os meus sinceros agradecimentos.

Poder regressar às vidas de Hannah, Camilla e Sarah foi uma maravilha; no livro anterior acompanhei a história destas amigas desde a infância, os anos de crescimento que solidificaram esta extraordinária amizade. “Um Fogo Eterno” parte do final emotivo do livro anterior, uma situação revoltante que, apesar de mexer com as emoções do leitor, não deixa de ser um pouco frustrante e de deixar uma sensação de que ficou algo por contar.
E é o que acontece neste novo livro, é-nos contado o que ficou por dizer, aquilo que tinha ficado entregue à nossa imaginação construir. Partindo de um cenário de morte, palco de um crime horrendo, e com a introdução de algumas personagens-chave, partimos para a resolução do mistério perturbador do assassinato de Piet, irmão de Hannah, noivo de Sarah e grande amigo de Camilla.
De regresso à fazenda Langani as autoras tecem a narrativa dando sempre algumas dicas do passado, deste modo mesmo que alguns pormenores do livro anterior estejam um pouco esquecidos, facilmente recordamos os traços importantes desta história; não se perde “o fio à meada”, as histórias fortes podem “adormecer” na nossa mente mas continuam lá.
Mais uma vez temos uma história bem construída que prende o leitor. Uma escrita rica, bem estruturada e emocionante obrigam ao virar rápido das páginas. A constante alusão a valores fundamentais como a amizade e a família são, a meu ver, o pilar deste livro; talvez por serem valores aos quais atribuo grande importância, me tenha tocado particularmente. Mas numa época em que a sociedade em que vivemos passa cada vez mais por cima do que realmente importa, penso que este tema poderá interessar a quem, como eu, acredita que o mundo poderá ser um lugar melhor.
Confesso a minha enorme curiosidade em relação a África. “Um Fogo Eterno” faz sentir aquilo que eu penso que seja esse fantástico continente; o cheiro das chuvadas, o calor, o exotismo, as cores, o odor das comidas. Enfim, não podia concordar mais com o seguinte:
“Ler um Fogo Eterno é como estar sentado numa varanda com um gin tónico na mão a contemplar o pôr-do-sol em África” The Times
Recomendo vivamente, umas das minhas melhores leituras do ano. Romance, Drama, Crime, Mistério num excelente enquadramento Político e Histórico, em cerca de 600 páginas envolventes que se lêem num ápice.
Sinopse
“Três mulheres em busca de amor e redenção, na apaixonante sequela de Irmãs de Sangue

Hannah, Sarah e Camilla partilharam uma infância mágica e feliz no Quénia. Anos depois, as três jovens mulheres regressam às terras altas da África Oriental e àquele que é agora um país independente.

Hannah luta para preservar a sua memória na fazenda Langani, alvo de uma série de ataques violentos que ameaçam a sua segurança e casamento. Sarah está a estudar o comportamento dos elefantes numa zona perigosa devido à acção de caçadores furtivos, refugiando-se no trabalho para superar a morte do seu amor de infância. Camilla, um ícone mundial da moda, abandona a sua carreira em Londres e regressa ao Quénia por amor a um carismático caçador e guia de safáris. Mas um segredo paira sobre elas. Com a ajuda de um ambicioso jornalista indiano, elas vão desvendar a verdade por detrás da morte do noivo de Sarah e dos constantes ataques à fazenda e às suas vidas. As paixões e provações por que passam estas inesquecíveis heroínas, unidas uma vez mais pela amizade e pelo amor ao país das suas infâncias, fazem de Um Fogo Eterno um romance épico e magnífico.”  
 
Asa, 2009

 

Novembro 11, 2007

Irmãs de Sangue

"Irmãs de Sangue" de Stephanie e Barbara Keating é um livro envolvente que conta a história de uma amizade de infância que dura para a vida toda.

 

Três meninas de nacionalidades diferentes passam a infância no Quénia e frequentam o mesmo colégio - este é o ponto de partida para uma história que dura anos, percorre países, mas regressa ao mesmo local para um final de fazer cair a lágrimas aos mais emotivos.

 

Para quem gosta de uma boa história de amor e amizade com um excelente enquadramento geográfico e histórico. Para quem, como eu, tem a curiosidade e a vontade de conhecer África, faz-nos sentir o sol quente, a terra vermelha, o misticismo das tribos, os sons da natureza, dos animais...

Recomendo muito.

 

Edições ASA, 2007