Segunda-feira, 3 de Setembro de 2012

A Coroa - Nancy Bilyeau - Opinião

Romance Histórico. Um dos meus géneros favoritos. Foi com muita curiosidade que comecei a ler este livro. Esperava intriga e mistério numa época sobre a qual ainda sei pouco, apesar de já ter lido alguns livros que a retratam. Mas é sempre assim, quanto mais sabemos mais queremos saber e parece que falta ainda tanto a conhecer. O melhor dos livros é mostrarem-nos a imensidão de coisas que ainda há a descobrir; dá sempre vontade de ler mais e mais.

Joanna Stafford é a heroína desta história. Uma mulher. Num tempo de homens. Noviça do priorado de Dartford, vê-se envolvida numa sequência de acontecimentos que a levam presa para a Torre de Londres. A única forma de ser libertada, e libertar também o seu pai, é ceder à chantagem e manipulação dos envolvidos na demanda de um tesouro secreto.

Século XVI. Inglaterra. Que pode uma jovem noviça fazer para descobrir onde se encontra um tesouro mítico com centenas de anos, capaz de a envolver nos maiores perigos, conspirações reais e guerras religiosas?

Com um brilhante enquadramento histórico, pejado de detalhes de época no que refere ao vestuário, alimentação, costumes, doenças, arte, etc, foi um grande prazer ler este livro. Joanna cruza-se com figuras como Ana Bolena e o próprio Rei Henrique VIII, vê-se enredada nas suas divergências com a Igreja, situação que se reflete diretamente na sua vida, não vivesse ela numa casa religiosa.

Uma leitura calma e atenta, em que prestei particular atenção aos detalhes, sempre na tentativa de descobrir quem poderia estar por detrás de crimes e mistérios. Confesso que fui surpreendida algumas vezes.

Joanna movimenta-se num ambiente por vezes sombrio, a atmosfera é sempre a de palácios, conventos e prisões com passagens secretas e subterrâneos por onde fogem as pistas e onde se desvendam segredos com séculos. Senti muitas vezes que visualizava tudo como um filme, o cheiro das tochas a arder, o barulho das sais compridas pelo chão, o barulho dos sapatos nos degraus gastos.

Em resumo, uma leitura com ritmo próprio, nada compulsiva mas muito satisfatória. Um livro de pormenores, detalhes e pistas. Um labirinto histórico que é também uma saga familiar e uma história de amor.

Recomendo muito.

Todas as informações sobre o livro aqui.

Sinopse

Londres, 1537. Henrique VIII entrou em rotura com a Igreja de Roma e ordenou a dissolução dos mosteiros do reino. Joanna Stafford é noviça no priorado de Dartford quando descobre que a sua prima e melhor amiga foi condenada à fogueira por crime de alta traição. Incapaz de a deixar sozinha no momento da execução, Joanna decide quebrar o voto de clausura para ir despedir-se da prima. Mas a sua decisão terá consequências desastrosas. Espionagem, traição e uma lenda que poderá mudar o curso da História são os ingredientes que tornam A Coroa numa leitura revigorante e imperdível.

Editorial Presença, 2012

publicado por marcia às 17:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.a ler


.a ler também


.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Coroa - Nancy Bilyeau -...

.últ. comentários

Eu li "Livro" no ano passado exatamente para o COn...
Tenho o livro e é excelente as letras são boas est...
Encontrei escrito em português de Portugal, foi tr...
Acabo de ler o livro e gostei muito. Pode não ser ...
Li A Oeste Nada de Novo, era jovem. Tema interessa...
Quero! MUITO!!!
Também acho!
Demasiadas páginas que voam...
Interessante cou ler também.
Nunca cheguei a ler OS Pilares da Terra, mas vi a ...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds