Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

planetamarcia

planetamarcia

Agosto 29, 2013

Assírio & Alvim - Ficção portuguesa - A "obra maior" de Maria Velho da Costa

 

A Assírio & Alvim publica, a 30 de agosto, a grande obra de Maria Velho da Costa, Casas Pardas. Este livro cartografa Lisboa no final dos anos sessenta, em plena agonia do regime salazarista: crise política e social, rumores das guerras coloniais e dos tumultos estudantis.

Segundo Mário de Carvalho, «Casas Pardas é um maravilhoso torvelinho de linguagens, uma evocação concreta e exata de comportamentos sociais de várias classes no final do fascismo, uma revisitação dos lugares da literatura e da poesia (também nas suas vertentes populares), uma polifonia de falas genialmente captadas, uma subversão endiabrada dos processos narrativos e uma prática de jogos de linguagem que lembram o barroco, mas também os grandes efabuladores do século XVIII, como Fielding ou Sterne».