Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

planetamarcia

planetamarcia

Outubro 13, 2019

O que leio: Lá fora, de Pedro Mexia

70710982_986267931706142_8598214988298977280_o.jpg

Lá fora.

Fui sempre lá para fora enquanto li este livro. Uma crónica, um passo para lá das paredes, o vento no rosto, os pés na areia, à espera do mar. Um passo para dentro de outros livros, de filmes, de conversas.

Lido muitas vezes na hora do almoço, altura propícia a fugas, mas também a dolorosos regressos.

Muito bom para a digestão.

"Lá Fora não é um livro sobre viagens demoradas a lugares exóticos, sobre passeios venturosos a altas montanhas ou selvas escuras, ou sequer sobre grandes temporadas em metrópoles sofisticadas do mundo ocidental: aqui, Pedro Mexia, uma das grandes personalidades da cultura portuguesa contemporânea, revela, mais do que lugares físicos onde tenha estado, lugares mentais acerca dos quais pensou. Há os teatros e as livrarias de Londres, mas também a Paris, Texas, de Wim Wenders. Há a Lisboa das Avenidas Novas e do Chiado, mas também as viagens de liteira de Camilo Castelo Branco.
Há os verões da infância na Figueira da Foz, mas também a ilha grega de Leonard Cohen. Deambulando por geografias de espécie diferente, Pedro Mexia — cronista, poeta, crítico literário, tradutor e editor — revela neste livro algumas das suas ideias mais interessantes sobre cinema, música, literatura, filosofia, política e religião, ao mesmo tempo que descreve lugares por onde passou e que, de alguma forma, não esqueceu."

Edição Tinta da China