Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

planetamarcia

planetamarcia

Março 04, 2013

Aberto toda a noite - David Trueba - Opinião

 

Este é um livro com um significado muito especial para mim, é a primeira leitura que faço dentro do projeto “Roda dos Livros – Livros em Movimento”. Há muito que desejava contactar pessoalmente com outros leitores, encontrar um espaço onde fosse possível reunir para falar, opinar, sugerir, divulgar, e fazer circular livros. A Roda dos Livros ainda é bebé mas já preenche muito do meu imaginário recente, dou por mim expectante pelo próximo encontro, sonho com os livros partilhados e viajo pelas novas descobertas literárias que tenho feito. Somos um pequeno grupo de aventureiros dos livros com muita vontade de descobrir e aprender. Bibliófilos inveterados, leitores compulsivos sem cura, queremos sempre ler mais e mais. Vamos partilhando estas nossas viagens aqui. Sigam-nos. E se quiserem venham conhecer-nos. Pessoalmente, é claro!

“Aberto toda a noite” chegou até mim pelas palavras do Jorge, após ler alguns excertos fiquei logo interessada. Não conhecia o autor. Trueba escreve bem. Sem artifícios nem pudores daquelas palavras mais cruas, no tempo certo, sem exageros.

O narrador apresenta a família Belitre. É um retrato feito por um observador externo do dia-a-dia de uma família muito particular. Não são todas? Talvez, mas poucas como os Belitre. Uma família numerosa, os pais, seis filhos e o avô habitam a mesma casa. Personagens com rasgos de loucura inesperados, atitudes estranhas que variam entre a comédia e a tragédia, desde o impensável ao óbvio, tudo acontece aos Belitre.

Prevalece o divertimento pela forma como as situações são expostas, doenças mentais, traumas, traições e loucura são descritas e contextualizadas de forma que o absurdo é verosímil, e por vezes, raras vezes podemos acreditar que tais situações poderiam acontecer a qualquer um de nós. Desde o filho que assume o papel de pai e dorme com a mãe, ao psiquiatra que acampa no jardim, passando pela enfermeira por quem todos os homens da família se apaixonam, “Aberto toda a noite” é um livro sobre a família, que lembra que quando tudo o resto desaba nas nossas cabeças (mesmo que seja o teto), a família está lá para nós.

Brilhante e altamente recomendado!

Sinopse

“O primeiro romance de David Trueba convida-nos a entrar no lar dos Belitre, uma família tão numerosa quanto disparatada. Crónica de uma educação sentimental, as pessoas que habitam este livro apenas dão ouvidos à voz do seu coração. Numa sucessão irresistível de quadros da vida familiar, conhecemos Félix e Paula, um casal em crise, agastado pela rotina de criar seis filhos. Conhecemos Matías, um rapaz de doze anos que sofre de uma misteriosa doença mental. Conhecemos Abelardo, o avô, que no meio da demência senil se entrega de corpo e alma à poesia e à religião. Mas, ainda assim, falta conhecer muito, porque a família é muito mais do que as pessoas que a compõem.

Em Aberto toda a noite, Trueba pinta, com humor, ternura e magia, o fresco de uma família deliciosamente excêntrica, a que apetece pertencer.”

Alfaguara, 2012

2 comentários

Comentar post