Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

planetamarcia

planetamarcia

Agosto 16, 2009

Dívida de Sangue - Charlaine Harris

 

Depois de “Sangue Fresco”, não podia esperar por ler o volume seguinte desta saga, “Dívida de Sangue”.

Não desiludiu. Mantendo a mesma linha aventura/horror/humor negro, Charlaine Harris mostra o porquê de tanto sucesso.
As aventuras do casal pouco provável Sookie/Bill continuam, desta vez em Dallas, junto de uma outra comunidade de Vampiros. Achei interessantes as regras criadas pela autora, a forma hierárquica de relacionamento entre Vampiros, e o modo como a comunidade Vampírica continua neste livro as suas pretensões de se relacionarem com os humanos numa sociedade que os aceite. Outras criaturas sobrenaturais fazem a sua aparição.
Em “Dívida de Sangue” os acontecimentos sucedem-se rapidamente, senti-me absorvida por esta história, pelas suas reviravoltas e pelo número de personagens já considerável. Intensificam-se neste livro os pormenores de cariz sexual, dado que a luxúria é muito associada ao modo de vida dos vampiros, sempre descritos como extremamente atraentes, poderosos, sensuais e envolventes… enfim, predadores por instinto com formas ardilosas de captar a atenção das presas!
Crime, mistério, viagens, mortes, orgias e muita sensualidade levam o leitor numa viagem empolgante, onde vai sabendo mais sobre as personagens apresentadas no primeiro livro, conhece novas figuras, acompanha a acção de forma compulsiva… e anseia pela chegada do próximo volume: “Clube de Sangue”!
Com este exemplo de puro entretenimento e ficção bem conseguida, Charlaine Harris prova ter uma imaginação prodigiosa.
Sinopse
“Sookie Stackhouse está numa maré de azar: primeiro o seu colega de trabalho é morto e ninguém se parece preocupar; depois, é atacada por uma criatura que a infecta com um veneno doloroso e mortal. Tudo se complica quando Bill nada consegue fazer e pede a ajuda de Eric para lhe salvar a vida. A questão é que agora ela está em dívida para com Eric - um vampiro deslumbrante mas tão belo quanto perigoso. E quando ele lhe pede um favor em troca, ela tem que aceder.

De repente, Sookie está em Dallas a usar os seus poderes telepáticos para encontrar um vampiro. A sua condição é que os humanos não devem ser magoados. Mas a promessa de os vampiros se manterem na ordem é mais fácil de dizer do que de cumprir. Basta uma bela rapariga e um pequeno deslize para que tudo comece a correr mal…

Entretanto, também Eric tem os seus próprios segredos...”
 
 
Saída de Emergência, 2009

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.