Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

planetamarcia

planetamarcia

Abril 11, 2012

Prémios Cervantes e Camões na Bulhosa:: Sessão dedicada a Jorge Amado

 

A Bulhosa de Entrecampos acolhe, esta quinta-feira, 12 de abril, às 18h30, a última sessão do ciclo de debates Grandes Escritores - Prémios Cervantes e Camões – uma iniciativa da Casa da América Latina, em colaboração com o Instituto de Estudos Ibéricos e Ibero-Americanos (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa) e o Centro de Estudos Comparatistas (Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa). Esta sessão vai ser dedicada ao escritor brasileiro Jorge Amado (1912-2001) e será orientada pela docente e investigadora Sara Rodrigues de Sousa.

Jorge Leal Amado de Faria (Itabuna, 10 de agosto de 1912 — Salvador, 6 de agosto de 2001) é um dos mais famosos e traduzidos escritores brasileiros de todos os tempos e o autor – no seu país – com mais adaptações ao pequeno ecrã. Verdadeiros sucessos como Tieta do Agreste, Gabriela, Cravo e Canela e Teresa Batista Cansada de Guerra, além de Dona Flor e Seus Dois Maridos e Tenda dos Milagres, são o resultado de algumas dessas adaptações.

A obra literária de Jorge Amado conheceu inúmeras adaptações para cinema, teatro e televisão, além de ter sido tema de escolas de samba por todo o Brasil. Os seus livros foram traduzidos em 55 países, 49 idiomas, existindo também exemplares em braille e em gravações para invisuais. Em 1994, a sua obra foi reconhecida com o Prémio Camões.

Sara Rodrigues de Sousa licenciou-se em Estudos Portugueses e Franceses, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde completou o mestrado em Estudos Românicos (Especialidade de Estudos Franceses) e o doutoramento em Estudos de Literatura e de Cultura, na especialidade de Estudos Comparatistas, com uma tese intitulada «Modelos sem modelo: o discurso de louvor na literatura peninsular e francesa no final da Idade Média». Atualmente, está a desenvolver uma investigação de pós-doutoramento sobre o vilancete do Cancioneiro Geral, de Garcia de Resende (1516), é docente no ISLA-Lisboa e Professora Auxiliar Convidada na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Faz parte do projeto Diálogos Ibéricos e Ibero-Americanos (Centro de Estudos Comparatistas).

O ciclo de debates Grandes Escritores - Prémios Cervantes e Camões aborda os três primeiros vencedores hispano-americanos do Prémio Cervantes e os três primeiros vencedores brasileiros do Prémio Camões. Cada conversa, sempre a uma quinta-feira, na Bulhosa de Entrecampos, será orientada por um académico convidado.

Sexta sessão do ciclo Grandes Escritores - Prémios Cervantes e Camões sobre Jorge Amado na Bulhosa de Entrecampos , Campo Grande, 10-B, 217994190

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.