Sábado, 5 de Janeiro de 2008

Rio das Flores

Está concluído o primeiro livro que li este ano! Sinto que será dificil superá-lo!

 

Apesar das mais de 600 páginas lê-se muito rápido, a vontade de virar cada página e avançar na história é enorme.

Este livro é composto de várias coisas que me agradam: conta a história de uma familia durante 30 anos, com personagens vivas que crescem evoluem ao longo da narrativa, e que parece que ficam connosco a cada vez que se fecha o livro; faz um enquadramento histórico-social excelente tanto a nível nacional como mundial.

 

Aprofundei alguns conhecimentos que tinha e fiquei a saber coisas que nem imaginava da nossa história recente. Destaco uma das que considerei uma descrição interessante de Salazar, entre muitas outras imperdíveis:

 

"E assim, todas as noites ao serão, no Palácio de S. Bento - onde criava galinhas e patos como se ainda vivesse na aldeia e sempre assistido em tudo pela sua governanta dos tempos da Universidade de Coimbra -, aquele desconfiado beirão sentava-se na sua poltrona de sempre, descalçava as botas de polaina do século passado que insistia em usar ainda, substituía-as por umas pantufas de lã e ficava a ler e a responder a correspondência diplomática que lhe chegava dos seus embaixadores espalhados pelo mundo. Aos 47 anos de idade, fizera de si próprio o primeiro ministro dos Negócios Estrangeiros que nunca tinha posto um pé no estrangeiro." in Rio das Flores pág. 571

 

Diogo é o personagem que me diz mais, calculo que se passe o mesmo com a maioria das pessoas que se identifique com esta história.

A sua vontade de sair do país, de conhecer o mundo e de encontrar locais e pessoas com que se identifique prendeu-me desde o inicio do livro, ou não fosse eu também uma criatura sedenta de saber e de novas vivências.

 

Recomendo este livro a toda a gente.

 

Nem tudo o que vende muito é mau, até porque nós leitores não somos parvos!

Pensem lá os críticos o que quiserem dos tops, há mais livros maus que não vendem do que bons, ou não?

 

Oficina do Livro, 2007

opinião: Brilhante
publicado por marcia às 18:03
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Fábio J. a 5 de Janeiro de 2008 às 23:44
Confesso que este autor não me empolga minimamente, assim como os seus livros. Não sei bem porquê, até porque pouca informação tenho... talvez seja um preconceito infundado. Mas conheço outras pessoas que leram e adoraram.
Para teres uma ideia, sabia que narrava um história da época salazarista mas não que contava com o próprio Salazar e que evoluía ao longo do tempo.
Talvez seja altura de rever a minha opinião.

E já agora, concordo plenamente: não é por um livro vender muito que é vago, mal escrito, "comercial"... Que há muito marketing há mistura, lá isso há, mas alguma qualidade tem de ter!

Bom fim-de-semana!
De marcia a 6 de Janeiro de 2008 às 17:55
Não conta com o próprio Salazar. O excerto que transcrevi é uma das muitas referências a Salazar feita pelo autor.
De Clauclau a 13 de Janeiro de 2008 às 18:00
Olá Marcia!

Também adorei o livro. Fez-me lembrar os grandes romances de Eça.

Na verdade, no início, também ficava sempre com um pé atrás quando me falavam de livros escritos por "figuras públicas", mas a verdade é que os livros deste escritor me têm revelado que "ainda há figuras públicas que ESCREVEM" , não fosse ele filho de quem é.

Tinha lido Não te deixarei morrer, David Crockett e no final do ano li o Rio das Flores e recomendo ambos.

De marcia a 13 de Janeiro de 2008 às 20:25
Olá Claudia, obrigada pela visita e pelo comentário.
Recomendo-te também o "Equador" do mesmo autor. É fabuloso!
Bjs e boas leituras.
De Vânia Caldeira a 7 de Janeiro de 2008 às 19:39
Olá Márcia. Muitos parabéns pelo teu blog, adorei o que tive oportunidade de ler.
Além disso, e porque "O Rio das Flores" foi uma das prendas deste Natal, fiquei muito entusiasmada com o que escreveste neste post. Vou lê-lo assim que tiver tempo.
Visita o meu blog em:
http://biblioteca_vania.blogs.sapo.pt/

Beijinhos
De marcia a 8 de Janeiro de 2008 às 19:15
Olá Vânia! Obrigada pela visita e pelas palavras simpáticas!
Visitei o teu blog e adicionei-te nos links do meu, espero que não te importes.
Também recebi o Rio das Flores como presente este Natal, espero que te dê tanto prazer lê-lo como me deu a mim.
Bjs

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.a ler


.a ler também


.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os Loucos da Rua Mazur, d...

. Livros ao preço de postai...

. Uma Coluna de Fogo - Ken ...

. Os Loucos da Rua Mazur, d...

. Lançamento da Antologia d...

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria em Penafiel 20...

.últ. comentários

Também acho!
Demasiadas páginas que voam...
Interessante cou ler também.
Nunca cheguei a ler OS Pilares da Terra, mas vi a ...
Quero, quero, quero!!!!!!!!! :)
Eu queria saber o porquê de eu ter guardado o nome...
este está ali na fila de espera. Demasiadas página...
Fazes bem, eu adorei.
Que maravilha de evento!Um dia vou 😊
Excelente festival. Vale a pena descobrir.Beijinho...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds