Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

planetamarcia

planetamarcia

Maio 19, 2009

Romance em Amesterdão

 

 

Um livro que não estava na minha lista de desejos mas cuja compra se proporcionou… gostei muito de ler “No tempo dos Amores Perfeitos” e então decidi-me por mais um título do mesmo autor.
“Romance em Amesterdão” é uma história actual, não tem portanto na a ver com o livro que li anteriormente. Confesso que gostei, está escrito de uma forma que cativa e prende o leitor. Conta a história de Mariana e Zé Pedro; Mariana e Ricardo; Ricardo e Zé Pedro.
Três personagens cujos destinos estão envolvidos desde o dia em que Mariana e Zé Pedro se apaixonam em Amesterdão. Porque a vida nem sempre é simples e porque o amor pode não ser o suficiente para se dar um passo decisivo no sentido do desconhecido, Marina acaba por casar com Ricardo. Mas passados 15 anos o reencontro casual entre ela e Zé Pedro vai acordar os sentimentos que ambos julgavam estar ultrapassados.
A partir desse encontro tudo muda; Mariana pondera se terá tomado a decisão certa, a atracção por Zé Pedro é incontrolável e o casamento com Ricardo é seriamente posto em causa.
O evoluir dos acontecimentos vai proporcionando a descoberta mais profunda das personagens, gostei das descrições que o autor faz entre as duas personagens masculinas (Zé Pedro e Ricardo) e da forma como ambos vão sendo caracterizados mediante o seu nascimento, educação e meio em que cresceram. São homens muito diferentes, eu diria mesmo opostos, que lutam pelo amor da mesma mulher.
A situação chega a pontos impensáveis e faz-nos pensar na capacidade que podemos ter ou não de adaptação e aceitação de novas situações.
Um livro que é um ensaio sobre as reacções humanas e que nos faz pensar até onde poderemos ir de cabeça perdida;  uma história que faz meditar sobre as grandes vantagens da ponderação antes de colocar em causa uma situação confortável…. ou por outro lado, compensará viver uma vida cómoda mas pouco emotiva?
Recomendo a leitura… a meditação sobre estes temas virá por acréscimo.
Sinopse
 
“Mariana e Zé Pedro passaram quinze longos anos sem se tornarem a ver. O tempo que poderia ter sido suficiente para fazer desmaiar a sua paixão vivida em Amesterdão. Os mesmos quinze anos que fizeram Mariana imaginar, milhares de vezes, o reencontro; e Zé Pedro desesperar de alguma vez voltar a encontrá-la. Quando, subitamente, numa azafamada manhã, numa estação de metro, se voltaram a encontrar. Quando tudo parecia ter sido diluído no tempo, eis que o passado volta a ser vivido no presente. Um romance apaixonante!”
 
Editorial Presença

 

3 comentários

Comentar post