Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

planetamarcia

planetamarcia

Novembro 07, 2010

A Princesa de Gelo - Camilla Lackberg - Opinião

 

Há quase um ano que “A Princesa de Gelo” aguardava a sua vez na minha estante. O Policial é um género que me agrada muito, e depois da Trilogia Millennium fiquei muito curiosa por conhecer mais exemplos do que agora é conhecido por “Policial Nórdico”.

Um ano foi demasiado tempo para esperar por esta leitura. Este livro agarrou-me pela história, pelo ritmo, pelas personagens e, claro, pela intriga. Deixei-me levar por uma escrita que não é comum encontrar em policiais, pelos menos nos que tenho lido, se calhar mais comum a outro género de romances. Nota-se que é um livro escrito por uma mulher, não que seja lamechas ou cor-de-rosa, nada disso, mas envolvente e sensível. Seja o for dá a este livro algo mais, algo que me prendeu à leitura e me fez entrar nas vidas e nos dilemas das personagens.

A acção decorre em Fjallbacka, uma localidade piscatória com um leque de habitantes muito particular. A história tem início com a descoberta do cadáver da praxe, trata-se de Alexandra, uma filha da terra, que actualmente se desloca a essa localidade aos fins-de-semana. Partindo desta premissa, do aparente suicídio de Alexandra, vamos tomando conhecimento de diversos factos, muitos deles do passado e que se estendem a outros habitantes, aumentando o leque de suspeitos, não só deste possível homicídio, mas também de outras situações terríveis que ocorreram há muitos anos. As peças deste puzzle, aparentemente sem qualquer relação, começam a encaixar e a fazer com que uma verdade densa e tenebrosa venha ao de cima, e mostre como tudo e todos estão relacionados. Chegamos ao ponto em que a descoberta do culpado é inevitável, mas a verdade é que essa revelação já não é o mais importante, dadas as inúmeras situações que vêm entretanto a lume.

Um livro bem estruturado, que entretém, oferece a possibilidade de pensar no caso sem nos perdermos em pormenores desinteressantes; li centenas de páginas de seguida sem me cansar, sempre com o objectivo de chegar ao fim com este drama alinhado. Valeu a pena, recomendo muito!

Sinopse 

“De regresso à cidadezinha onde nasceu depois da morte dos pais, a escritora Erica Falk encontra uma comunidade à beira da tragédia. A morte da sua amiga de infância, Alex, é só o princípio do que está para vir. Com os pulsos cortados e o corpo mergulhado na água congelada da banheira, tudo leva a crer que Alex se suicidou.
Quando começa a escrever uma evocação da carismática Alex, Erica, que não a via desde a infância, vê-se de repente no centro dos acontecimentos. Ao mesmo tempo, Patrik Hedström, que investiga o caso, começa a perceber que as coisas nem sempre são o que parecem. Mas só quando ambos começam a trabalhar juntos é que vem ao de cima a verdade sobre aquela cidadezinha com um passado profundamente perturbador…”

Oceanos, 2009

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.