Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

planetamarcia

planetamarcia

Setembro 07, 2015

ELSINORE - IMUNIDADE: A Corrente Antivacinação e os Seus Perigos

Capa Imunidade.jpg

Num ensaio surpreendente, e partindo quer de obras científicas, quer dos próprios mitos ocidentais, Eula Biss questiona a ansiedade e o que nos faz resistir à imunização, numa defesa da vacinação e do corpo de cada um de nós que é simultaneamente uma defesa deste enorme corpo que é a sociedade. Imunidade (Elsinore l 216 pp l 16,59€), já está à venda em todo o país.

Poliomielite, varíola, sarampo, difteria, rubéola: um sem-número de doenças erradicadas, ou cujos efeitos a ciência minimizou, parecia ter caído no esquecimento. E, ignoradas as sequelas e as mortes que estas doenças provocaram, a ciência acabou vítima do seu próprio êxito. Depois de ser mãe, Eula Biss mergulhou no debate, entretanto convertido em combate ideológico, que se travado em nome da liberdade de escolha: de um lado, os defensores das vacinas; do outro, a corrente antivacinação, que ocupa um espaço cada vez maior no palco mediático. Esta luta não é só científica, alimenta-se de metáforas ocultas, perigosas, que alastram com vírus. Enquadrando esta luta no que é a História das conquistas científicas dos últimos séculos, Eula Bliss não analisa a vacinação como resultado da ciência moderna, mas antes como sua precursora.

Eula Biss foi professora do ensino público em Nova Iorque e é atualmente professora em Chicago, na Northwestern University. Afirmou-se nos últimos anos como uma das mais reconhecidas autoras norte-americanas de não ficção.

Os seus ensaios foram editados em antologias e periódicos prestigiados, entre os quais se contam The Best American Nonrequired Reading, The Touchstone Anthology of Contemporary Nonfiction, The Believer e Harper’s. Assinou até à data três obras: The Balloonists (2002), Notes from No Man’s Land: American Essays (2009, Prémio de Não-Ficção da Graywolf Press e vencedor do National Book Critics Circle Award) e Imunidade (2014), considerado pela New York Times Book Review um dos dez melhores livros publicados em 2014 e finalista do National Book Critics Circle Award. É casada com John Bresland, de quem tem um filho, Juneau, e com quem forma a banda STET Everything. 

Setembro 07, 2015

Resultado do Passatempo especial – Oito anos de planetamarcia

João Pinto Coelho é o vencedor do Passatempo especial – Oito anos de planetamarcia, e vai receber um exemplar da Colectânea de Contos “Desassossego da Liberdade”.

Obrigada a todos os participantes, este foi o passatempo que reuniu mais participações até hoje, o que me deixa muito feliz.

O vencedor foi contactado por e-mail. Boas leituras!

Setembro 07, 2015

Todos Devemos ser Feministas Chimamanda Ngozi Adichie - Opinião

todosdevemosserfeministas.jpg

“Eu tinha catorze anos. Estávamos em casa dele, a discutir, ambos a fervilhar de opiniões imaturas, baseadas nas nossas leituras. Não me lembro exactamente do teor da conversa, mas recordo que estava a meio de uma argumentação quando Okolomo olhou para mim e disse: “Sabes uma coisa? És uma feminista!” Não era um elogio. Percebi pelo tom da voz dele. Era como se dissesse: “És uma apoiante do terrorismo!” (Pág. 11/12);

“Naquele dia, quando cheguei a casa e procurei a palavra no dicionário, foi este o significado que encontrei: Feminista: uma pessoa que acredita na igualdade social, política e económica entre os sexos.” (Pág. 47)

“O melhor exemplo de feminista que conheço é o meu irmão Kene, que também é um jovem amável, bonito e muito masculino. A meu ver, feminista é o homem ou a mulher que diz: “Sim, existe um problema de género ainda hoje e temos de o resolver, temos de melhorar.” Todos nós, mulheres e homens, temos de melhorar. “ (Pág. 48)

Não há muito a dizer acerca deste pequeno livro em género de ensaio. Dada a sua objectividade e clareza de ideias, apenas posso recomendar que o leiam, que lhe dediquem um pouco do vosso tempo para enriquecimento, para apurar um ponto de vista que deverá ser óbvio, mas não é. Ainda não é. Trata-se de uma versão da palestra que a autora deu em Dezembro de 2012, da qual deixo o vídeo.

De forma a ilustrar tudo o que foi dito e escrito, este livro inclui o conto “Casamenteiros”, um pedaço de narrativa espectacular, dentro do estilo que Chimamanda me tem vindo a habituar.

Desafio-vos a descobrir “Todos Devemos ser Feministas”, um livro que está mesmo a pedir que o ofereçam a toda a gente.

Sinopse

“"Peço-vos que sonhem e planeiem um mundo diferente. 
Um mundo mais justo. Um mundo de homens e mulheres mais felizes, mais fiéis a si mesmos. E é assim que devemos começar: precisamos de criar as nossas filhas de uma maneira diferente. Também precisamos de criar os nossos filhos de uma maneira diferente."
O que é que o feminismo significa hoje em dia?
Neste ensaio pessoal - adaptado de uma conferência TED - Chimamanda Ngozi Adichie apresenta uma definição única do feminismo no século XXI. A escritora parte da sua experiência pessoal para defender a inclusão e a consciência nesta admirável exploração sobre o que significa ser mulher nos dias de hoje. Um desafio lançado a mulheres e homens, porque todos devemos ser feministas.”

D. Quixote, 2015

Traduções de Simão Sampaio e Ana Saldanha

Setembro 01, 2015

Passatempo especial – Oito anos de planetamarcia

IMG_6630.jpg

Há oito anos escrevi o meu primeiro post no planetamarcia.

Hoje vim dizer obrigada a quem me visita e lê. A quem partilha comigo este gosto pelos livros e a vontade de que a leitura não acabe na última página.

Para comemorar convido-vos a participar num passatempo muito especial em que vou sortear um exemplar da Colectânea de Contos “Desassossego da Liberdade”.

É uma alegria e um orgulho participar nesta Colectânea com o meu conto “Tempo Vazio”, ao lado (mais ou menos) dos ilustríssimos Carla M. Soares, Manuel Jorge Marmelo, Nuno Nepomuceno, Pedro Medina Ribeiro, Samuel Pimenta, David “Noiserv” Santos, Guillermo de Llera (Primitive Reason), André Mateus, Cláudia Ferreira, Eduardo Duarte e Márcia Costa.

Capa e ilustração de João Pedro Fonseca.

Organização de Sofia Teixeira (Blogue BranMorrighan).

Edição Livros de Ontem.

Participem até Domingo, 6 de Setembro, às 23h59, enviando o vosso nome e morada para marciafb@net.sapo.pt

Serão apenas aceites participações de residentes em Portugal. Desta vez podem participar as vezes que quiserem, juntem-se à festa e apaguem as velas comigo!

Pág. 2/2