Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

planetamarcia

planetamarcia

Abril 19, 2011

Porto Editora - Ficção - Dorothy Koomson regressa com "Amor e chocolate"

 

A 28 de abril, primeiro dia da Feira do Livro de Lisboa, a Porto Editora publica um novo romance de Dorothy Koomson – o sexto editado em Portugal –, intitulado Amor e chocolate. Depois do enorme sucesso de A filha da minha melhor amiga (12.ª edição, mais de 80 mil exemplares vendidos), Dorothy Koomson tornou-se numa das autoras mais queridas das leitoras portuguesas.

Em Amor e chocolate revisitamos o melhor do drama emocional que partilhámos em A filha da minha melhor amiga, mas no registo mais jovial que conhecemos em O amor está no ar. Este novo romance da escritora aborda de forma simultaneamente divertida e comovente uma dolorosa escolha entre a lealdade a uma amiga e o amor por um homem. O melhor de Dorothy Koomson e, seguramente, mais um caso de sucesso em Portugal.

Amor e chocolate vai estar em destaque na Feira do Livro de Lisboa.

O ENREDO

Uma história deliciosa de amor, luxúria e chocolate.

Amber Salpone não queria sentir-se atraída pelo amigo Greg Walterson, mas não consegue evitar. E, de cada vez que a atração se concretiza em algo mais, a aventura secreta fica mais perto de se tornar numa relação séria, o que, sendo ele um mulherengo e tendo ela fobia ao compromisso, constitui um grande problema.

Enquanto Amber luta para aceitar o que passou a sentir por Greg, apercebe-se também de que ela e Jen, a sua melhor amiga, estão cada vez mais afastadas. Pouco a pouco, à medida que as duras verdades das vidas de todos vão sendo reveladas, Amber tem de enfrentar o facto de o chocolate não curar tudo e, por vezes, fugir não é opção...

A AUTORA

Apaixonada desde sempre pela palavra escrita, Dorothy Koomson escreveu o seu primeiro romance aos 13 anos. A filha da minha melhor amiga foi o seu livro de estreia em Portugal. A história comovente de duas amigas separadas pela mentira e unidas por uma criança encantou os leitores portugueses. Pedaços de ternura, Bons sonhos, meu amor, O amor está no ar e Um erro inocente foram igualmente bem-sucedidos, consagrando a autora como uma referência para as leitoras portuguesas.

Descubra mais em: www.dorothykoomson.co.uk

Títulos: Amor e chocolate

Coleção: Dorothy Koomson

Tradução: Irene Ramalho

Págs: 416

Capa: mole com badanas

PVP: 16,60 €

Abril 17, 2011

O Meu Verão com Gatsby - Danielle Ganek - Opinião

 

“O Meu Verão com Gatsby” não me prendeu desde as primeiras páginas. Na verdade, o início não me prendeu de todo. Deu-me logo a impressão de se tratar de uma história demasiado leve e até desinteressante. A verdade é que a partir do 2º capítulo mudei de ideias e comecei a perceber a essência deste romance.

É uma história que se inicia com uma festa, um livro que nos leva por muitas festas de Verão com gente bonita, mas que na verdade é sobre valores como a família, a amizade e claro, o amor.

Peck e Cassie são meias-irmãs e é Cassie quem nos conta esta história. Adorei Cassie. Apesar de ser a mais nova revela bom-senso e maturidade, ponderação e força interior. Gostei do seu poder de observação e análise, da forma como caracteriza as demais personagens, as suas reflexões e conclusões.

Duas irmãs muito diferentes, que vivem em continentes diferentes, mas que a morte da querida tia Lydia vem aproximar. Herdeiras de uma casa nos Hamptons, onde passavam os Verões em crianças, regressam para organizar a venda da propriedade. Mas Lydia, mesmo depois de morta, mantém vivo o seu objectivo. Há algo de muito valor na casa que as duas irmãs terão de descobrir neste último Verão nos Hamptons.

Recheado de personagens particulares e surpreendentes, “O Meu Verão com Gatsby” mistura segredos, livros e objectos de arte; há perseguições a ladrões e a fantasmas. As referências ao livro “O Grande Gatsby” são mais do que muitas, curioso eu ter lido esse livro recentemente. É uma narrativa com um fio condutor muito próprio que nos relaxa e oferece uma leitura descontraída. O final surpreendeu-me, mas ao mesmo tempo era previsível que as duas irmãs descobrissem o que tão valioso a tia Lydia lhes tinha deixado.

Gostava de referir a excelente capa deste livro, não é essencial mas como aspecto visual é importante. Parabéns ao Clube do Autor, neste caso à chancela Marcador, que não só apresenta capas lindíssimas como revela o cuidado de fazer chegar os livros aos leitores sem erros ortográficos. É ridículo mas a verdade é que raramente leio um livro em que não detecte erros e/ou gralhas, o que me deixa furiosa! Fico feliz por pois ler é aprender, é saber sempre mais um pouco; livros com erros não melhoram o nosso vocabulário, provocam dúvidas e mais erros.

Que o Clube do Autor continue o bom trabalho.

Sinopse

“Duas irmãs, um Verão idílico e um livro que poderá mudar a vida de ambas. Um livro de festas fantásticas, ligações amorosas intensas e um elenco de personagens excêntricas. Um romance cativante sobre a força dos laços familiares e a magia do passado. Cassie é uma jornalista determinada, com pés bem assentes na Terra; Peck, por sua vez,é uma actriz que vive com a cabeça nas nuvens. Na verdade, a única coisa que parecem ter em comum é a casa de praia decrépita que lhes foi deixada pela querida tia Lydia, nos Hamptons . As irmãs decidem passar um ultimo Verão juntas na casa de praia, antes de decidirem o seu futuro e o da herança. Munidas apenas por uma determinação pouco firme, do conselho de alguns vizinhos excêntricos e da vontade expressa de Lydia para procurarem "algo extremamente valioso" dentro de casa, as jovens têm de decidir não apenas o que fazer com a propriedade, mas principalmente, o que fazer com a sua própria vida. Enquanto se interrogam se o "tesouro" será um quadro de Jackson Pollock ou a primeira edição do livro O Grande Gatsby, as diferentes personalidades de Cassie e Peck entram em conflito. À medida que o mês de Julho avança, sucedem-se as festas, os passeios e vários encontros e desencontros entre as irmãs até que ambas são forçadas a encerrar de vez com o passado.”

Clube do Autor, 2011

Abril 16, 2011

Ilha Teresa - Novo livro de Richard Zimler

 

Richard Zimler é um dos meus escritores favoritos. Fiquei muito feliz por saber que o seu novo romance – ILHA TERESA – sai no dia 04 de Maio. O autor fará 4 sessões na Feira do Livro de Lisboa para autografar este novo livro (e os seus livros anteriores):
Sábado, 07 de Maio, 16h00 – 19h30
Domingo, 08 de Maio, 16h00 – 19h30
Sábado, 14 de Maio, 16h00 – 19h30
Domingo, 15 de Maio, 15h00 – 18h30

Ilha Teresa - Sinopse

Este romance conta-nos num estilo inteligente, irreverente e com uma certa dose de humor negro a história de Teresa, uma rapariga de 15 anos, sensível e espirituosa, cuja estabilidade e sentido de identidade se vê posta em causa quando a sua família deixa Lisboa para ir viver nos subúrbios de Nova Iorque. Não estando preparada para a vida na América, com dificuldades para se exprimir em inglês, Teresa encontra refúgio no seu particular sentido de humor e no seu único amigo, Angel, um rapaz brasileiro de 16 anos, bonito, mas desastrado, que adora John Lennon e a sua música. O mundo de Teresa desmorona-se completamente, porém, quando o pai morre e a deixa, a ela e ao irmão mais novo, sozinha com uma mãe negligente e consumista compulsiva.
Vendo-se presa na armadilha de uma vida que nunca desejara e que não consegue controlar, Teresa começa a beber. As notas dela na escola ressentem-se, e o seu comportamento errático vale-lhe a expulsão da equipa de basquetebol feminino. Quando Angel é violentamente atacado por outros alunos da escola por ser gay e foge para Manhattan, Teresa sente-se abandonada e a braços com os seus medos e a sua desesperança, e decide enveredar pela única saída que consegue ver para a sua situação desesperada. Lamenta apenas deixar sozinho o irmão Pedro, que prometera proteger e cujo único apoio é a irmã mais velha. Os problemas de Teresa confluem para um clímax de desespero no dia 8 de Dezembro de 2009 – aniversário da morte de John Lennon – quando ela e Angel participam numa homenagem a Lennon junto ao Memorial Strawberry Fields Forever, no Central Park de Nova Iorque. É aí que Teresa toma conhecimento de um terrível acontecimento que nunca poderia ter previsto e que a devolve à vida e ao amor.

Abril 16, 2011

Novidade A Esfera dos Livros - A Valsa Lenta das Tartarugas

 

 

Novo bestseller de Katherine Pancol. Depois do extraordinário sucesso mundial de Os Olhos Amarelos dos Crocodilos.

Um romance divertido e ao mesmo tempo negro, que fala do amor, de ser mãe, da amizade, da vida familiar, da adolescência, do trabalho, do mundo em que vivemos.

Autora regressa a Portugal no início de Maio

 

A família Cortès está de volta. Joséphine é agora uma escritora de sucesso que deixa os subúrbios para se mudar para um requintado bairro de Paris. Apesar do mundo onde agora vive, mantém-se fiel a si própria e aos seus valores. Honesta, generosa, reservada. É uma mulher realizada, mas que ainda não encontrou o amor. A sua filha Hortense está a estudar moda em Londres e a filha mais nova Zoé começa a conhecer os desafios do coração. A sua irmã Íris, outrora perfeita e símbolo de sucesso, encontra-se agora no meio de uma profunda depressão. Juntamos a tudo isto um assassino em série, que aterroriza o bairro onde a protagonista vive, e um cão demasiado feio, e temos os ingredientes para mais um bestseller de Katherine Pancol. Um romance divertido e ao mesmo tempo negro, que fala do amor, de ser mãe, da amizade, da vida familiar, da adolescência, do trabalho, do mundo em que vivemos. Com mestria, cuidado e inteligência, ao longo destas páginas, vamos acompanhando o avançar obstinado e lento destas personagens, em busca dos seus sonhos, num mundo demasiado rápido e violento.

Katherine Pancol nasceu em Casablanca. Aos cinco anos mudou-se com a sua família para Paris. Frequentou o curso de Estudos Literários e doutorou-se em Literaturas Modernas. Trabalhou como professora de Francês e Latim, antes de começar a trabalhar como jornalista em publicações como Paris Match e Cosmopolitan. Publicou já vários livros, mas o êxito chegou em 2006 com saída de Os Olhos Amarelos dos Crocodilos, que em França já vendeu mais de um milhão de exemplares.   

www.katherine-pancol.com/

Colecção: Romance

P.V.P: 21 €

Preço S / IVA: 19,81€

Páginas: 566

Formato: 16 X 23,5

Encadernação: Brochado

Data de Distribuição: Abril

Abril 15, 2011

Um vampiro mau. Um vampiro bom. E uma Elena que continua indecisa.

 

Os livros que inspiraram a série Diários do Vampiro continuam a alimentar a imaginação de milhões de leitores.

Sinopse

O amor de Elena Gilbert, o vampiro Stefan Salvatore, foi capturado e aprisionado pelos espíritos demoníacos que estão a espalhar a destruição em Church. Enquanto as amigas Bonnie e Meredith exploram o mal que tomou conta da cidade, Elena parte à procura de Stefan.

Para o encontrar, confia a sua vida ao irmão de Stefan, Damon Salvatore, o vampiro encantador, mas mortífero que quer Elena, de corpo e alma. Com o amigo de infância, Matt, dirigem-se aos bairros degradados da Dimensão das Trevas, onde Stefan está preso.

Diz-se que é um mundo onde os vampiros e os demónios andam em liberdade, mas os humanos devem viver escravizados pelos seus senhores sobrenaturais.

Nada travará Elena para conseguir libertar Stefan. Mas a cada dia que passa a tensão entre ela e Damon aumenta, e vê-se diante de uma terrível decisão: qual dos irmãos quer realmente?

Sobre a autora

Lisa Jane Smith, cujas obras são uma combinação de género de terror, ficção científica, fantasia e romance, obteve o reconhecimento do público com a série Crónicas Vampíricas, cujo primeiro volume é Despertar. Publicado nos anos de 1990 e convertido numa referência da literatura juvenil de terror, retoma o clássico tema da luta entre Luz e Sombra, dos seus adorados C. S. Lewis e J. R. R. Tolkien.

Segundo palavras da autora, «queria escrever livros como os deles, onde o Bem enfrenta o Mal e vence. Queria ser Frodo, morto de medo em Mordor, consciente de que o Mal que enfrenta é muito maior e mais poderoso do que ele, e ainda assim é capaz de reunir a coragem necessária para tentar e chegar a ser um herói. Queria transmitir aos jovens que não devem renunciar à esperança.»

L.J. Smith já escreveu mais de duas dezenas de livros para crianças e adultos.

Para mais informações sobre a autora e as suas obras, por favor consulte:

www.ljanesmith.net

www.cronicasvampiricas.pt

Informação Técnica

PVP: 18,85€

400 páginas

Tradução de Cristina Vaz

Disponível a partir de 13 de Abril.

Abril 14, 2011

"Cada um vê o que quer.num molho de couves", novo livro de ISABEL EMPIS

 

Será que o passado de uma pessoa – infância, família e historial clínico – condiciona de forma determinante e irreversível o seu percurso na vida?

Sobre o Livro

Estas e outras questões inquietam Isabel Empis, interessada em apresentar uma cara renovada da intervenção psicoterapêutica e psicanalítica. Estas páginas anunciam uma mudança radical na comunicação entre terapeutas e pacientes, para melhor corresponder à sua necessidade de serem ouvidos e compreendidos, em vez de rotulados e interpretados de uma forma precipitada.

Recorrendo a casos de travessias psicoterapêuticas – 18, ao longo de 30 anos de prática clínica –, usados como inspiração (com o conhecimento e anuência dos intervenientes), Isabel Empis abala convenções, desafia teorias e despe preconceitos, correndo o risco de que o seu método de trabalho possa melindrar convicções mais ortodoxas. Tudo isto no interesse da evolução da saúde mental e de quem a ela recorre, mais do que no corroborar de qualquer teoria dita científica.

Mais um ensaio de saúde mental, algo polémico, que nos deixa pistas de transformação interior, e ternura e saudades por estas pessoas aqui retratadas, de quem ao longo da leitura nos tornamos amigos. Este livro é escrito no mesmo tom directo e desassombrado a que já nos habituou a autora de Bem-Aventurados… Os Que Ousam! e Eu Quero Amar, Amar Perdidamente, ambos publicados pela Oficina do Livro.

Um o convite à diferença, ao corte com os lugares-comuns!

Sobre a Autora

Isabel Maria Abecassis Empis nasceu em Lisboa. Licenciou-se em Psicologia Clínica pela Universidade de Genebra, onde deu aulas durante dezasseis anos. Foi também docente na Universidade de Lisboa e no ISPA. É psicóloga e psicoterapeuta.

Em 1978, tornou-se sócia da Sociedade Portuguesa de Psicanálise e integrou as equipas de Psicologia do Hospital Miguel Bombarda e do Centro de Saúde Mental Infantil e Juvenil de Lisboa.

Actualmente, é directora do curso semestral de Formação Complementar em Psicologia e, a pedido de várias ordens profissionais, desenvolve workshops sobre a importância da psicologia e da psicanálise na melhoria das relações e desempenhos profissionais.

Livro: Cada um vê o que quer…num molho de couves

Autor: Isabel Empis

Páginas: 240

Editor: Oficina do Livro

ISBN: 9789895555574

PVP: 14,90 eur

Abril 14, 2011

Novidade Editorial Ésquilo - Flashback de Artur Agostinho - 2ª edição ampliada

 

Ao longo das páginas deste Flashback, perpassam sentimentos de profunda revolta, alternando com raros momentos de resignação. Uma complexa mistura de descrença e de confiança na justiça dos homens. O choque brutal de impulsos irreprimíveis com explosões de desânimo e desespero de quem viveu uma situação de profunda injustiça mas soube ser um exemplo de auto-superação e de força interior.

É a narrativa de uma experiência humana, intensa e rica, muitas vezes com situações tragicómicas, mas que testemunham como afirma o Professor Marcelo Rebelo de Sousa no «Prefácio», o «carácter impoluto» e as «excepcionais qualidades humanas e cívicas de Artur Agostinho», hoje reconhecidas unanimemente pela sociedade portuguesa.

Foi um verdadeiro comunicador humanista, no seu último discurso público, publicado nesta 2ª edição do Flashback, deixou-nos esta mensagem:

«Hoje, estamos um bocado afogados em debates políticos, em telenovelas, e portanto, não temos quase tempo – não nos conhecemos uns aos outros. Comunicação é uma coisa muito bonita, é uma coisa que está sempre em progresso, mas as pessoas comunicam cada vez menos. Julgam que comunicam muito, mas não comunicam muito. As pessoas andam a falar sozinhas quando deviam falar umas com as outras. É da conversa de uns com os outros que nascem as soluções e as novas ideias.» Artur Agostinho Lisboa, 2/3/2011

Ficha técnica:
Título: Flashback - Uma História da Vida Real
Autor: Artur Agostinho
Formato: 16x23 cm
Nº de páginas: 240 (Com fotos)
Preço: 16,50 euros

Abril 14, 2011

Ideias de Ler - Gestão do tempo para mulheres (muito) ocupadas

 

Com chancela da Ideias de Ler, chega às livrarias, a 21 de abril, a obra Gestão do tempo para mulheres (muito) ocupadas, de Maria José Silveira Núncio. Esta socióloga e professora universitária transformou a sua tese de Doutoramento em Sociologia, em que identificou os truques de gestão do tempo de mulheres muito ocupadas, num livro extremamente útil e prático.

Nos dias de hoje, as mulheres não querem ter de abdicar de elementos essenciais como a família ou a maternidade, em nome de outras dimensões, igualmente essenciais, como a carreira, a realização profissional ou a participação social e política. Até porque, historicamente, nunca foi exigido aos homens que procedessem a semelhantes escolhas.

Nesse sentido, Maria José Silveira Núncio defende nesta obra que, como contrapartida de uma participação pública e laboral, as mulheres não devem ver-se penalizadas, diariamente, no respetivo bem-estar e na qualidade de vida.

A OBRA

Ser mulher, hoje em dia, é um desafio constante; significa que se deve ser boa companheira, profissional competente, amiga cuidadosa e, na maior parte dos casos, boa mãe. Depois, é ainda suposto que se seja bem informada, culta e, claro, elegante, bem vestida e com sentido de humor.

Corresponder a todas estas expetativas é, no mínimo, desgastante.

Ajudar a articular da melhor maneira todas as exigências do nosso dia a dia, adotando pequenas estratégias que podem realmente fazer a diferença na forma como gerimos o nosso tempo, é o objetivo deste Gestão de tempo para mulheres (muito) ocupadas.

Se não pode controlar o tempo, pode, pelo menos, controlar a forma como o gere: gerir o tempo é, antes de mais, gerir a vida.

A AUTORA

Maria José da Silveira Núncio é Doutorada em Sociologia e professora universitária.

No âmbito da sua atividade profissional é autora de trabalhos académicos e pedagógicos.

Nasceu em 1969, é casada e tem dois filhos.

Títulos: Gestão do tempo para mulheres (muito) ocupadas

Autora: Maria José Silveira Núncio

Págs: 144

Capa: mole com badanas

PVP: 14,90 €

Abril 14, 2011

Bizâncio - Novidades Abril 2011

         

 

Título: Viagem ao Mundo da Droga

Autor: Charles Duchaussois

ISBN: 978-972-53-0478-5 Código de Barras: 9 789 725 304 785

Págs.: 464

Preço: Euros 15,00 / 15,90

Autobiografia

Esta obra, já um clássico, é um relato apaixonante e simultaneamente arrepiante da extrema miséria a que o consumo de drogas pode conduzir. Um sério aviso a todos os que são «espicaçados» pela curiosidade.

De Marselha ao Líbano, de Istambul a Bagdad, de Bombaim a Benares. De barco, a pé, de carro, Charles aproxima-se pouco a pouco de Catmandu, oásis do mundo da droga e paraíso dos hippies, num percurso repleto de aventuras, de acidentes e incidentes. Em Beirute, associa-se a traficantes de armas e participa na colheita do haxixe; no Kuwait dirige um bar; no Nepal é, por algum tempo, o «médico» e «cirurgião» dos camponeses dos Himalaias. Um percurso de vida marcado pelo consumo das drogas: o ópio e o haxixe que fazem planar, o flash da heroína e a «viagem» do LSD. Nunca um consumidor foi tão longe e, salvo in extremis, sobreviveu para relatar a infernal viagem ao mundo das drogas.

 

Título: Estados de Guerra

Subtítulo: Todos contra Todos

Autor: Rui Trindade (org.) – Fernando Ilharco/António Granado/Mário Baptista Coelho/Viriato Soromenho Marques

ISBN: 978-972-53-0479-2 Código de Barras: 9 789 725 304 792

Págs.: 144

Preço: Euros 8,96 / 9,50

Política/Economia/Ambiente

«A mensagem substantiva do conjunto das entrevistas», levadas a cabo por Rui Trindade, «é a de que se vive em pós-democracia, onde o voto não vale nada (Fernando Ilharco), em transição energética, com a disputa pelos restos do petróleo a fazer do mundo um sítio pouco frequentável (Mário Baptista Coelho), reduzida à certeza ética, que rejeita o pessimismo demissionista e o otimismo ilusório (Viriato Soromenho Marques), e com um jornalismo desqualificado (António Granado).»

 

Título: Nobreza de Espírito

Subtítulo: Um Ideal Esquecido

Autor: Rob Riemen

ISBN: 978-972-53-0472-3 Código de Barras: 9 789 725 304 723

Págs.: 160

Preço: Euros 12,74 / 13,50

Ensaio

Neste notável livro, Rob Riemen argumenta que a «nobreza de espírito» é a quinta-essência de um mundo civilizado. Sem nobreza de espírito, a cultura desvanece-se. Contudo, no início do século XXI, um tempo em que a dignidade humana e a liberdade estão em perigo, este conceito é raramente tido em conta. Riemen defende que, se esperamos avançar para além da «guerra ao terror» e criar uma cultura com uma mensagem de vida, temos de reflectir acerca de questões essenciais: o que é uma boa sociedade? Porquê a arte? Porquê a cultura? Qual é a responsabilidade dos intelectuais? Qual a razão do anti-americanismo? Porquê o culto da morte dos fundamentalistas?Em três ensaios eloquentes, o autor identifica a nobreza de espírito na vida e na obra de Espinosa, de Goethe e de Thomas Mann.

 

Título: Oceanário de Lisboa

Subtítulo: Ilustrações dos Oceanos

ISBN: 978-972-53-0473-0 Código de Barras: 9 789 725 304 730

Págs.: 186

Dimensão: 30,5 cm X 24,5 cm 

Preço: Euros 26,42 / 28,00

Álbum - capa dura

Ao longo dos anos, o Oceanário de Lisboa adquiriu, com objetivos diversos, inúmeras ilustrações científicas valorizando a sua coleção, proporcionando mais informação aos visitantes e enriquecendo os seus suportes de comunicação para a conservação dos oceanos… Certos de que as ilustrações do Oceanário de Lisboa têm vindo a contribuir para sensibilizar o público para a necessidade da conservação do fascinante mundo marinho, chegou o momento de partilhar, com todos, a arte de comunicar ciência.

João Falcato, in Introdução

 

Abril 13, 2011

Civilização publica nova trilogia de Robyn Young

 

1286. A Escócia está a passar pelo pior Inverno de que há memória. Alguns dizem que chegou o Dia do Juízo Final.

O rei da Escócia sai de Edimburgo sob um terrível temporal. No caminho, é assassinado por um dos seus homens, deixando em aberto a sucessão ao trono. A morte do rei é como uma pedrada num charco, os círculos alargando-se cada vez mais. A guerra civil torna-se uma ameaça quando as poderosas famílias escocesas lutam pelo poder, sem saberem que Eduardo, agora rei da Inglaterra, pusera em marcha os seus próprios planos. Há quase duas décadas que Eduardo alimenta uma visão arrojada de conquista – uma visão nascida das palavras de uma antiga profecia – que irá mudar a Grã-Bretanha para sempre.

Mas nem tudo parece correr conforme a vontade de Eduardo. Através das cinzas da guerra, das disputas de sangue e das lealdades divididas, um jovem escudeiro irá desafiar o grande rei da Inglaterra. O seu nome é Robert the Bruce. E a sua história inicia-se em INSURREIÇÃO.

Robyn Young nasceu em Oxford, em 1975, e cresceu nas Midlands e no Devon. Desde cedo começou a escrever poesia, histórias e artigos para jornais que lhe valeram vários prémios de escrita. Trabalhou como organizadora de festivais, promotora musical, conselheira de investimentos e professora de escrita criativa. Tem um mestrado em Escrita Criativa, feito na Universidade de Sussex, e vive em Brighton. Aos 25 anos começou a escrever A Irmandade bestseller logo na semana do lançamento –, o primeiro volume de uma trilogia sobre as Cruzadas, publicada pela Civilização Editora.

Mais informações em http://www.robynyoung.com/insurrection.htm

Título: Insurreição

Autor: Robyn Young

Título original: Insurrection

Tradução: Isabel Batista

Páginas: 648

Encadernação: Capa mole

Família: Literatura

Preço c/ IVA: 19,90€

Lançamento: Abril de 2011