Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

planetamarcia

planetamarcia

Março 03, 2011

Publicações Europa-América - Novidades Março 2011

        

          

 

Título: Mein Kampf – História de um Livro
Autor: Antoine Vitkine 
Colecção: Biblioteca das Ideias
Preço: 22.90
Pp.: 216
Uma obra que lança uma nova luz sobre a actualidade de um dos mais conhecidos e polémicos livros do mundo. 
Um dos livros sobre política mais vendidos em todo o mundo. Um dos livros mais terríveis alguma vez escritos. Após doze milhões de exemplares impressos na Alemanha e centenas de milhares em mais de vinte países antes de 1945, Mein Kampf é ainda hoje lido no mundo inteiro.
Mas sabe-se ao certo em que condições foi escrito e as razões pelas quais este livro teve um papel-chave no acesso de Hitler? Se o autor expõe no livro os seus crimes vindouros, porque se ignorou semelhante alerta? Porque tentou o Führer dissimular a sua obra e, inclusivamente, publicar em França uma versão falsa do livro?
Este estudo intrigante, rigoroso e inédito acompanha o leitor da cela da prisão onde Hitler redigiu esta obra aos corredores do Governo da Baviera de hoje, de Paris antes da guerra a modernas bibliotecas turcas, contemplando ainda os meios neonazis. Mein Kampf — História de Um Livro lança uma nova luz sobre a actualidade desta obra, manifesto do nacionalismo e do extremismo.
Antoine Vitkine (n. 1977) é jornalista e realizador de documentários. Realizou o documentário intitulado Mein Kampf, C'Était Écrit, para o canal Arte, em 2008. É também o autor de Les Nouveaux Imposteurs (2005), um livro sobre teorias da conspiração. Com Mein Kampf — História de Um Livro, esteve várias semanas em n.º 1 no top de vendas de livros de não-ficção.

Título: A Paixão de Jane Eyre
Autora: Charlote Bronte
Colecção: Clássicos
Preço: 26.75
Pp.: 460
A Paixão de Jane Eyre, publicada pela primeira vez em 1847, atraiu de imediato a atenção do público da época e dividiu a crítica. Habituada às heroínas de Jane Austen, que pareciam conhecer exactamente o seu lugar no meio social, a sociedade britânica sentiu-se desconfortável com o personagem feminino criado por Charlotte Brontë: embora as acções de Jane observem o código convencional de comportamento feminino, deixam transparecer também uma poderosa declaração de independência das mulheres.
A Paixão de Jane Eyre é a história de uma órfã que vive com a sua desagradável tia e os seus nada atractivos primos. Mais tarde, colocada num asilo, Jane começa a desenvolver um espírito independente para a época e aprende que a melhor maneira de conservar o respeito próprio na adversidade é manter o autocontrolo. Esta aprendizagem servir-lhe-á para toda a vida e permitir-lhe-á repudiar noivos, ser auto-suficiente, mudar de identidade e encontrar um seu igual a nível intelectual e sexual.

Título: Fahrenheit 451
Autor: Ray Bradbury
Colecção: Contemporânea
Preço: 19.90
Pp.: 200
Fahrenheit 451, a temperatura a que o papel do livro se incendeia e arde…
Guy Montag era um bombeiro cuja tarefa consistia em atear fogos e não apagar fogos, ao contrário do que a sua profissão possa sugerir. O sistema era simples. Os livros deviam ser queimados, juntamente com as casas onde estavam escondidos, os seus proprietários presos e executados.
O sucesso deste estado de obediência e paz social devia-se sobretudo ao cuidado com a educação. As crianças iam à escola mas não aprendiam a ler.
Tudo corria bem a Montag, que nunca questionara fosse o que fosse, até conhecer uma jovem de 17 anos que lhe falou de um passado em que as pessoas não tinham medo. E depois conheceu um professor que lhe falou de um futuro em que as pessoas podiam ler e pensar. E Guy Montag apercebeu-se subitamente daquilo que tinha de fazer…
Ray Bradbury é um aclamado escritor norte-americano de contos de ficção científica. Ao longo dos anos, este prolífico autor tem visto muitas das suas histórias adaptadas ao cinema, rádio e televisão. A sua própria ligação ao mundo da sétima arte já lhe valeu a atribuição de um Emmy, um dos inúmeros prémios com que já foi agraciado.
Em 1966, François Truffaut adaptou ao cinema esta obra-prima de Bradbury e aguarda-se um remake há muito anunciado.

Título: Oscar Wilde e os Crimes do Vampiro
Autor: Gyles Brandreth
Colecção: Crime Perfeito
Preço: 20.90
Pp.: 336
Londres, 1890. O que começa como uma noite de diversão acaba em tragédia. Numa glamorosa recepção oferecida pelo Duque e pela Duquesa de Albemarle, toda a alta sociedade londrina se encontra presente, incluindo o Príncipe de Gales, que considera os Albemarle seus amigos próximos. Na festa, Oscar Wilde parece mais interessado num jovem actor, Rex LaSalle, que espantosamente alega ser um vampiro.
Quando os convidados estão prestes a sair, a duquesa é encontrada morta, com duas pequenas marcas no pescoço. Desesperado, tentanto evitar um escândalo público, o Príncipe de Gales pede a Oscar Wilde e ao seu amigo Arthur Conan Doyle para investigarem o crime. O que eles descobrem ameaça destruir a família real… e a reputação de Oscar Wilde.

Gyles Brandreth é escritor, locutor de rádio e antigo membro do Parlamento. As Publicações Europa-América editaram já Oscar Wilde e os Crimes à Luz das Velas, Oscar Wilde e o Jogo da Morte e Oscar Wilde e o Sorriso do Morto.
Crítica:
«Genial... Wilde ganhou vida neste novo romance vibrante e muito fiel à atmosfera da época.» Sunday Express
«[Brandreth] não só sabe contar uma história como também tem um conhecimento tocante dos segredos do coração humano.» The Times

Título: Viagem Extraordinária nas Terras do Conde Drácula — Volume 2
Autor: Arthur Ténor
Colecção: Europa-América Juvenil
Preço: 16.05
Pp.: 128
Thédric Tibert, o intrépido explorador do Imaginário, volta a entrar em acção, numa demanda para libertar uma inocente das garras de um ser terrível … o tenebroso Conde Drácula.
Terá de abandonar a sua tão amada Lizlide e aventurar-se nas Terras do Conde Drácula, onde sabe que a morte se esconde em cada sombra e que a noite o persegue…
Será ele capaz de salvar uma jovem inocente das garras do terrível Conde Drácula? Sairá ele vivo desta aventura cheia de perigos e demónios de dentes afiados? Conseguirá ele voltar para os braços de Lizlide?
Ou será que o Conde Drácula esconde algo mais, debaixo da sua capa negra, que irá mudar para sempre o destino do nosso herói?

Título: Cultive Alimentos no Seu Apartamento
Subtítulo: Como Cultivar os seus Próprios Alimentos em Espaços Pequenos
Autora: Maria Finn
Colecção: Saber Viver
Preço: 17.90
Pp.: 200
Certamente ficaria surpreendido se soubesse quanto um pequeno pedaço de terra consegue produzir. Um tomate de aspecto tão delicioso que só apetece apanhá-lo e comê-lo de imediato, a fragrância das ervas aromáticas que perfumam o ar, um figo a rebentar de maduro — delícias
que não são exclusivas da gente do campo. As maravilhas com que o solo nos brinda estão à mão de semear de qualquer pessoa, até do citadino mais ocupado.
Nesta obra são apresentados, passo a passo, mais de 50 projectos de cultivo em pequenos espaços, quer se tenha simplesmente um pátio, um telhado ou um parapeito de janela. Há imensas ideias por onde escolher.
Faça a sua própria colheita de vagens de baunilha num vaso dentro de casa, cogumelos num cepo na sua cozinha, uma videira no seu terraço.
Incluímos ainda várias receitas e uma lista de contactos que o irão auxiliar neste projecto. Desfrute da calma e do simples prazer de cultivar os seus próprios alimentos.
Maria Finn escreve para várias publicações de gastronomia, entre muitas outras Saveur, Gastronomica, Audubon, New York Times e Los Angeles Times. Tem um negócio na área de concepção de espaços verdes, www.prospectandrefuge.com, e uma newsletter semanal sobre horticultura em www.citydirt.net. Finn vive nos EUA, numa casa flutuante, em Sausalito e cultiva no telhado da sua casa os seus próprios alimentos em pequenos recipientes.

Março 02, 2011

Clube do Autor - Primeiras Novidades Editoriais de Março

                  

 

Mais de 25.000 leitores em menos de um mês deram a Cristina López Barrio, a autora de A Casa dos Amores Impossíveis, o estatuto de fenómeno literário em Espanha no último Verão. Seguiram-se os TOP de vendas das principais livrarias, os suplementos culturais da imprensa espanhola e, entretanto, o reconhecimento internacional.

Paixão, ódio, tragédia, vingança, um original estilo narrativo que se apropria do realismo mágico e um grupo de personagens inesquecíveis são os condimentos do romance de López Barrio, entretanto traduzido para várias línguas.

No livro, as mulheres Laguna carregam uma terrível maldição desde o início da sua linhagem: umas atrás das outras sofrem de males de amor e só dão à luz meninas que perpetuam essa herança cruel. Mas quando, após décadas de paixões proibidas e de amores trágicos, nasce o primeiro varão na família, abre-se a porta da esperança. Será o fim da maldição das mulheres Laguna?

Em linha com as grandes sagas familiares da história da literatura, A Casa dos Amores Impossíveis acompanha várias gerações e momentos históricos distintos, combinando de forma assombrosa o real e o mágico.

Se a mãe de Clara, a bruxa Laguna que vê o futuro no esqueleto de um gato, é fruto da imaginação da autora e remete para o realismo mágico em que se inscreve esta obra, já a guerra de Cuba e a consequente derrota espanhola são parte real da História do país vizinho.

Sobre A Casa dos Amores Impossíveis

«Maravilhoso. Uma história carregada de magia, amor, sensualidade e drama.» El Rincón del Libro

«A história, marcada pelo ambiente de realismo mágico, de uma família de mulheres destinadas a sofrer por amor.» Qué Leer

«A história envolvente das mulheres Laguna, condenadas à paixão e aos males de amor.» Elle

«O realismo mágico em Castela. No seu livro A Casa dos Amores Impossíveis, Cristina Lópes Barrio funde a sua paixão por García Márquez e Antonio Machado.» Diario de Sevilla

«Uma história muito imaginativa, com um elenco de personages que revelam toda a sua complexidade e contradições, e a sua luta para escapar a um destino não desejado.» El Correo Gallego

Sobre Cristina López Barrio

«Cristina López Barrio é uma verdadeira contadora de histórias.» Carmen Posadas

Cristina López Barrio nasceu em 1970. Estudou direito na Universidade Complutense de Madrid e especializou-se em propriedade intelectual. Estreou-se na literatura com a obra El Hombre Que se Mareaba con la Rotación de la Tierra, que ganhou o II Prémio Villa de Pozuelo de Alarcón na categoria de Romance Juvenil. A Casa dos Amores Impossíveis é o seu primeiro livro para adultos. Muito bem recebido pelos leitores e pela crítica em Espanha, rapidamente se transformou num fenómeno internacional, sendo traduzido para várias línguas.

NOITES BRANCAS

A Casa dos Amores Impossíveis é o segundo livro da chancela da editora Clube do Autor, Noites Brancas. A Ilha dos Encantos, de Mary Nickson, publicado em Janeiro, inaugurou a marca.

Blogue: http://noitesbrancasaler.blogspot.com

Informação Técnica

PVP: 16,95 €

396 Páginas

 

O Segredo de Afonso III, obra de estreia de Maria Antonieta Costa, é um desses livros que não se lêem, vivem-se. Baseado em factos e personagens reais, a começar pelo protagonista, D. Afonso III, quinto rei de Portugal, trata-se de um romance épico, original e poderoso, predestinado a converter-se num clássico.

Em Lisboa, na segunda metade do século XIII, no Paço Real de Xabregas, o rei Afonso III morre em delírio mencionando um segredo. Entre o funeral régio e a coroação do jovem D. Dinis, seguem-se duas outras mortes misteriosas.

Assim começa este vertiginoso e emocionante relato em torno da vida e morte de Afonso III, um romance fruto de uma rigorosa investigação factual e de uma hábil reconstrução histórica. Ambientado num período de intrigas e manobras políticas, O Segredo de Afonso III é, ainda assim, um romance com um forte contraste passado-presente.

No livro, Maria Antonieta Costa ultrapassa em muito o legado de D. Afonso III, notável administrador, fundador e responsável pelo repovoamento de muitos lugares abandonados e mentor da conquista definitiva do Algarve. Na obra, o leitor tanto viaja até à época medieval como regressa ao século XXI.

Eunice Bacelar, investigadora, acaba de descobrir no espólio documental do Archivio Segreto Vaticano, vários séculos após a morte de Afonso III, uma enigmática mensagem sobre estranhas ocorrências envolvendo uma concubina, um escravo, um físico e o único Papa português, João XXI. Que mistérios esconderá, afinal, aquele pergaminho?

Entre Lisboa e Roma, contrapondo factos históricos e descobertas recentes, O Segredo de Afonso III é um romance destinado a todos os leitores mas sobretudo a todos os apaixonados pela História nacional.

Sobre Maria Antonieta Moreira Costa

Maria Antonieta Moreira Costa nasceu em Vila Nova de Famalicão em 1954. Com um mestrado em História e Cultura Medievais, tem dedicado a sua vida ao ensino e à investigação. Coordenou projectos europeus ligados à área pedagógica. É professora de História na Escola Secundária D. Sancho I, em Vila Nova de Famalicão, e membro da Sociedade Portuguesa de Estudos Medievais.

O Segredo de Afonso III é o seu primeiro romance.

Informação Técnica

O Segredo de Afonso III

PVP: 15,95 €

312 Páginas

Pág. 5/5