Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

planetamarcia

planetamarcia

Novembro 21, 2008

O Toque de Midas

 

Mais um livro de uma escritora que já referi muitas vezes e que com este “épico” me convenceu mais uma vez da sua grande capacidade literária.
Muito bem escrito e estruturado, “O Toque de Midas” conta a história de um homem audaz e bafejado pela sorte. Alexander Kinross consegue tudo a que se propõe, é um homem forte e determinado…um visionário do mundo dos negócios e da criação de riqueza. Tem o mítico toque de Midas!
No mundo material Alexander é exímio mas na vida sentimental o seu “Toque Humano” é bastante falível. Demasiado determinado e com planos bem estruturados em todas as áreas da sua vida, Alexander vai ter algumas dificuldades em entender e superar as situações criadas pelo lado emocional das pessoas com quem se vai relacionar, nomeadamente a sua esposa Elizabeth.
Trata-se de um casamento “arranjado”, os noivos não se conhecem e a partir deste momento a história desenvolve-se numa sucessão de histórias de cada personagem.
Uma saga familiar admirável tão ou mais envolvente do que “Pássaros Feridos” da mesma autora.
Deu-me muito prazer ler este livro.
 
“No centro do romance está Alexander Kinross, lembrado na sua Escócia natal como um pobre jovem aprendiz de caldeireiro. Mas quando, anos mais tarde, escreve da Austrália a avisar que a noiva pode ir ter com ele, os seus parentes rapidamente se apercebem que fez fortuna com o ouro.
Chegada a Sidney depois de uma difícil viagem, Elizabeth Drummond, de 16 anos, encontra-se com o seu futuro marido e descobre, para sua infelicidade, que ele a assusta e repugna. Sem outra hipótese, casa com ele e fica relegada numa quinta algures no imenso campo australiano. Nem sequer faz ideia que ele mantém uma amante, a sensual e extrovertida Ruby Costevan.
Cativado pelas diferentes personalidades da esposa e da amante, Alexander decide manter ambas as mulheres. Elizabeth dá-lhe duas filhas. Movido pelo desejo de ter um varão, Alexander vira-se para o filho de Ruby, como possível herdeiro do seu império.
Desde "Pássaros Feridos" que Colleen McCullough não escrevia um romance tão atraente acerca de uma família e sobre a experiência Australiana como agora com "O Toque de Midas". “
 
 
Críticas de imprensa
 
"Uma história muito bem conseguida, colorida, acerca de personagens e lugares também eles bastante coloridos. O Toque de Midas é Colleen McCullough no seu melhor."
Kirkus Reviews
 
"Colleen McCullough regressa às suas raízes australianas com uma saga de tragédia e triunfo de uma família rica, carregada de personagens inesquecíveis. Os leitores ficarão mais do que satisfeitos. Só lamentarão quando chegar ao fim este novo épico, da mulher que revitalizou universalmente a literatura feminina."
Book Club Review
Difel, 2008

2 comentários

  • Imagem de perfil

    marcia

    21.11.08

    Fernanda,
    Se gostaste deste vais certamente adorar o "Pássaros Feridos", é fabuloso! Quem sou eu para falar em falhas de livros lidos? Com tantos livros que ainda há para ler!
    Tenho tambem muia curiosidade em ler "A Casa dos Anjos".
    Boas leituras!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.