Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

planetamarcia

planetamarcia

Novembro 20, 2008

Os Apanhadores de Conchas

 

Passo a apresentar o livro que leva o troféu no que se refere à proporção custo/benefício! Como o adquiri na colecção “Biblioteca Sábado” custou-me apenas € 1,00 e o prazer que me deu a sua leitura faz dele um dos meus melhores investimentos.
É também um livro que já tinha curiosidade de ler há algum tempo dadas as várias críticas favoráveis que chegaram até mim. Devo dizer que gostei bastante, desde as personagens à forma como está estruturado. Tive pena de me deparar com alguns erros ortográficos e algumas passagens gramaticais menos conseguidas, mas esta é uma situação que entristece sempre em qualquer livro...pelo que neste caso a desilusão é atenuada pelo preço.
Não sei se o deva classificar como saga familiar mas penso que sim...ou algo dentro do género. A história gira em torno de algumas obras de arte, e se calhar arriscava mesmo a classificar o quadro “Os Apanhadores de Conchas” como a personagem principal. Decerto não será muito correcto mas o que é facto é que a história se vai desenrolando ao redor do mesmo.
Com um enquadramento histórico razoável vamos conhecendo a história de Penelope, filha de um artista e educada de forma pouco convencional para a época. Esta é a história da sua vida, dos seus amores, ilusões e desilusões, das dúvidas em relação à educação dos filhos, do desejo que por vezes tudo fosse diferente. Conhecemos o seu presente e a autora vai-nos desvendando o seu passado de uma forma progressiva que me agradou bastante.
Faz-nos pensar em como por vezes as pessoas da própria família não vêm o que é óbvio e são os amigos inesperandos que a vida nos oferece que nos fazem passar os momentos mais felizes. Uma história que é também de injustiças...ou não fosse parte passada durante a guerra... e de momentos de surpreendente prazer...assim como a vida de qualquer um de nós, e ainda bem...
Sinopse
“Depois de ter estado às portas da morte por um enfarte, Penelope Stern, filha de um pintor de fama internacional, começa a ver a vida com outros olhos. A sua estabilidade afectiva está ligada a uma série de acontecimentos ocorridos no passado. Conviveu com as suas sequelas dolorosamente, mas agora está disposta a recapitular... Decide voltar à Cornualha, onde decorreu a sua juventude, e não desistirá enquanto não conseguir comprender a sua própria história bem como a dos membros da sua famíla. Nesse passado oucupa um importante lugar um quadro pintado pelo seu pai, “Os Apanhadores de Conchas”, que agora desperta o interesse dos seus filhos pelo seu valor económico...”
Biblioteca Sábado, 2008

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.