Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

planetamarcia

planetamarcia

Maio 24, 2010

Compaixão - Jodi Picoult - Opinião

 

Já li alguns dos livros desta autora. Conhecida por escolher temas polémicos e por os explorar de forma exemplar, este “Compaixão” é mais um bom exemplo do excelente trabalho de Jodi Picoult.

A Eutanásia é um tema difícil, é certamente muito duro decidir sobre a vida ou a morte. Mas o que fazer quando alguém que amamos sofre de uma doença sem hipótese de recuperar e sobreviver? Poderemos ter mesmo a certeza da morte? Poderemos decidir matar alguém com a certeza que não existiria uma mudança, um milagre?

Jamie matou Maggie sua mulher.

A pedido de Maggie, que sofria de cancro terminal, Jamie terminou com o sofrimento e com a vida desta. Jodi Picoult nunca nos diz o que é certo ou errado mas antes nos faz pensar acerca de todas as implicações dos actos das personagens da história. Envolvidos na narração temos Cam e Allie, cujo casamento vai ser posto à prova, não só pelas diferenças entre as duas relações mas também pelo aparecimento de Mia, que apesar de ser nova na cidade, começa a trabalhar na loja de Allie e se envolve com Cam.

Temos portanto dois temas fortes a dissertar: eutanásia e adultério. À medida que a narrativa se adensa e decorre o julgamento de Jamie, Cam e Allie vão-se afastando um do outro não só pelos diferentes pontos de vista em relação às questões morais debatidas, mas talvez porque todos os casamentos têm de ser postos à prova. Muitas vezes senti que Cam e Allie passaram a ser as personagens principais, talvez fosse intenção da autora fazer um paralelismo entre o amor considerado “perfeito” de Jamie e Maggie, com as dificuldades enfrentadas diariamente por Cam e Allie. A mim pareceu-me que o amor de Cam e Allie é descrito de forma mais realista, talvez mais credível. No entanto, mais do que chegar à conclusão se Jamie é culpado ou inocente, queremos chegar ao fim do livro e saber se o amor sai ou não vencedor.

Um livro que me prendeu, me ensinou e fez reflectir. Gostei muito!

Sinopse

“Se o amor da sua vida lhe pedisse ajuda para morrer, que faria? O comandante da polícia de uma pequena cidade de Massachusetts, Cameron McDonald, faz a detenção mais difícil da sua vida quando o seu primo Jamie lhe confessa ter matado a mulher, que sofria de uma doença terminal, por compaixão. Agora, um intenso julgamento por homicídio coloca a cidade em alvoroço e vem perturbar um casamento estável: Cameron, colaborando na acusação contra Jamie, vê-se, de repente, em confronto com a sua mulher, Allie – fascinada pela ideia de um homem amar tanto a mulher a ponto de lhe conceder todos os desejos, até mesmo o de acabar com a vida dela. E quando uma atracção inexplicável leva a uma traição chocante, Allie vê-se confrontada com as questões sentimentais mais difíceis: quando é que o amor ultrapassa os limites da obrigação moral? e o que é que significa amar verdadeiramente alguém?”

Civilização Editora, 2010 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.