Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

planetamarcia

planetamarcia

Abril 27, 2010

Porto Editora - Ficção - "O Diário Azul"

 

James A. Levine, reputadíssimo médico e professor americano, viajou até Mumbai para conhecer a realidade dos meninos de rua. Dessa viagem, ficou-lhe na mente a imagem de uma menina sentada na berma a escrever num diário e a vontade de ficcionar essa história. O Diário Azul é o resultado que os portugueses vão poder ficar a conhecer a partir de 6 de Maio. O título vai, por isso, estar em destaque na Feira do Livro de Lisboa.

O Diário Azul conta a história de Batuk, uma menina indiana (baseada na criança que o autor viu em Mumbai) vendida como escrava sexual pelo próprio pai. No caderno que sempre acompanha a personagem, esta menina-prostituta de Mumbai inventa histórias encantadoras para fugir à terrível realidade dos dias.

Há livros assim: que colocam o nosso interior num alvoroço, que permanecem connosco muito além do fim da história – autênticos milagres da imaginação. Este é, sem dúvida, um desses livros. Khaled Hosseini, autor de O Menino de Cabul, considera, aliás, que a voz da protagonista «ficará na mente do leitor por muito, muito tempo».

Neste romance de estreia, James A. Levine, além de humanizar o cruel mundo da prostituição infantil, faz passar, também, uma mensagem emotiva sobre o poder das palavras e da leitura.

O autor

James A. Levine é Professor de Medicina na Mayo Clinic, cientista de renome mundial, médico e investigador.

Vive actualmente em Oronoco, no estado do Minnesota. Recentemente, viajou para Índia e, em Mumbai, onde esteve a entrevistar meninos de rua, ficou-lhe na mente a imagem de uma menina sentada na berma a escrever num diário. Esta visão foi tão marcante que o inspirou a dedicar-se à escrita.

Uma história profundamente comovente e um aviso assustador sobre o poder da mente humana.  Khaled Hosseini, autor de O Menino de Cabul

A voz de Batuk, a inesquecível heroína menina-prostituta, ficará na mente do leitor por muito, muito tempo.  Khaled Hosseini, autor de O Menino de Cabul

Um testemunho ao potencial e ao poder da literacia.  Publishers Weekly

Uma história bela e crua de sobrevivência… O Diário Azul não é uma simples acusação de injustiça. É uma obra de arte muito bem conseguida. A mistura de desespero e esperança lembra-nos frequentemente Charles Dickens e Elie Wiesel. A capacidade de um médico americano abastado encarnar o espírito de uma criança de rua é algo espantoso! Este livro mudará a forma como vemos a humanidade e o nosso lugar nela.  Minneapolis Star-Tribune

Intrigante. Uma fonte de energia emotiva. Os leitores sentirão profundamente a experiência de Batuk, uma menina encantadora capaz de suportar fardos inacreditáveis. O talentoso Levine é protagonista de uma poderosa estreia literária. Não é todos os dias que nos deparamos com um médico que é também escritor e consegue cativar a alma e o pensamento dos seus leitores.  BookPage

Título: O Diário Azul

Autor: James A. Levine

Tradução: Cláudia Ramos

N.º de Págs.: 176

Capa: mole

PVP: 14,90 €

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.