Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

planetamarcia

planetamarcia

Abril 10, 2010

«Memória das Invasões Francesas» de Teresa Caillaux de Almeida

 

A Ésquilo, Edições e Multimédia acaba de publicar um estudo único sobre a «Memória das Invasões Francesas» em Portugal, da autoria da Professora Doutora Teresa Caillaux de Almeida, fruto de um longo e empenhado trabalho de investigação percorrendo todo o nosso país, mostrando relatos, monumentos … e deslindando aspectos mais esquecidos da história e sociedade portuguesas.

Este estudo valeu à sua autora notável distinção, aquando da sua apresentação de doutoramento, em Paris.

Teresa Caillaux de Almeida nasceu em Lisboa, em 1955 e aí fez os estudos secundários. Casou com um cidadão francês aos 17 anos e foi viver para França onde se fixou. É mãe de dois filhos, o Laurent e a Eve e avó de quatro netos: Mattis, Elio, Alicia e Lilou.

A sua carreira académica, completamente atípica, começou aos trinta e seis anos, com os filhos já adolescentes. Estudou literatura, língua e civilização no Departamento de Português da Universidade de Aix-en-Provence onde lecciona actualmente; defendeu o mestrado, em 2004 e o doutoramento, em 2008, na Universidade de Paris X-Nanterre. Entretanto, foi professora de liceu, em Nancy – onde conheceu o seu actual marido, Jacques Caillaux, professor de filosofia.

Tem sido membro de diversos júris de concursos do ensino entre os quais a agrégation que ela própria obtivera em 2002. Em 2003, iniciou a investigação, sobre a Memória das Campanhas Napoleónicas em Portugal. A partir de então, apresentou várias comunicações escritas e orais sobre este tema, tanto em França como em Portugal. Em 2008 foi autora e comissária da exposição itinerante Le Portugal et Napoléon e do respectivo catálogo.

O presente livro é a versão portuguesa da sua tese de doutoramento. Fez questão que fosse inicialmente editada em Portugal, em reconhecimento e homenagem a todos quantos, de Norte a Sul deste país, nela colaboraram, dela participam e nela se reconhecerão.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.