Domingo, 19 de Junho de 2011

Encontro na Provença - Elizabeth Adler - Opinião

 

Já li quase todos os livros de Elizabeth Adler publicados por cá. Embora a fórmula não varie muito, deixam-me sempre leve, de bem com a vida e sonhadora.

Um livro representa uma viagem que criamos página a página com a ajuda da nossa mente. Este “Encontro na Provença” levou-me até ao sul de França embalada nos aromas da alfazema. Adoro a forma como a autora descreve os lugares, permite sentir o odor das flores, o cheiro e sabor das comidas, é fácil sentir e viver o ambiente.

Este livro teve a particularidade de mencionar personagens de um outro livro: “Verão na Riviera”, que também me agradou muito. Foi engraçado recordar a história do par Lola e Jack, uma ideia original.

Quanto a “Encontro na Provença” tem os ingredientes habituais e sem os quais já não posso passar nestes livros: amor e romance, viagens, deliciosas descrições de iguarias culinárias. Um livro leve que entretém, distrai e abstrai. Ideal para relaxar no fim de uma extenuante semana de trabalho, que recorda e fortalece ideais muitas vezes esquecidos hoje em dia: o valor da amizade, do amor e da família.

Não me vou perder com descrições das personagens e suas relações, a sinopse fá-lo bem e receio perder-me em descrições que possam revelar demais. Trata-se de um livro que me prendeu desde a primeira página, além do par romântico “principal” (Franny e Jake) tem muitas histórias que se cruzam, que interessam e que obrigam ao virar rápido das páginas. Adorei a personagem de Rafaella, a matriarca de uma família separada e desfeita, que se lembra de voltar a reunir a família espalhada pelo mundo. A partir daí… o melhor é lerem…

Sinopse

“No Sul da França, os segredos serpenteiam pelo campo ensolarado como os ramos das videiras - e como um bom vinho, tornam-se melhores a cada ano que passa. Mas Franny Marten sabe pouco desse mundo. Tudo o que serpenteia através da sua pequena casa de campo na Califórnia é o sonho de se apaixonar. Franny pensava que o sonho podia tornar-se realidade - até que conhece a mulher do seu amante! Mas, quando começa a sentir que o seu coração já ficou destroçado demasiadas vezes, Franny recebe uma carta misteriosa que muda tudo... A carta é um convite para uma reunião da família Marten num château na Provença. Sabendo pouco sobre a família, Franny decide arriscar e faz as malas para a aventura de uma vida. A sua decisão de ir a França irá empurrá-la para um mundo na orla do tempo, onde o azul do Mediterrâneo se mostra ao longe com a promessa de que tudo é possível. E quando Franny descobre por que motivo o destino a levou à Provença, vai finalmente entender que quando se trata de amor, às vezes nem tudo é o que parece. Às vezes, é ainda melhor...”

QuintaEssência, 2011

publicado por marcia às 22:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 31 de Outubro de 2010

Verão na Riviera - Elizabeth Adler - Opinião

 

“Verão na Riviera” é o terceiro livro que leio de Elizabeth Adler. Um livro do qual esperava divertimento, romance e entretenimento…Atingiu as expectativas e não desiludiu.

Após três livros tenho de admitir que gosto desta autora, da forma como descreve as personagens e, principalmente os ambientes envolventes. Faz-nos sentir parte do cenário dos seus romances, nota-se que adora viajar e comer; desta vez senti-me transportada para a Riviera Francesa, frequentei restaurantes típicos e, sentada à mesa a degustar deliciosas especialidades, deixei-me levar pela calma do Mar Mediterrâneo. Sem dúvida um livro que desperta os nossos sentidos.

A nível de enredo temos o romance habitual, a história entre Lola e Jack, que surge de forma inesperada mas evolui da forma esperada. Além da história de amor temos uma componente nova de intriga, mistério e até crime. Gostei de descobrir esta nova faceta da autora, planos maldosos e cenas de perseguição deram uma outra emoção a esta leitura. Adorei a personagem da Srª Nightingale, uma “Miss Marple” adorável!

Um livro que, apesar de não trazer nada de novo nem sendo uma jóia literária, proporciona boas horas de entretenimento e diversão.

Sinopse 

“A americana Lola Laforêt pensava que tinha tudo: um casamento estável com Patrick, um francês muito encantador, e o Hotel Riviera, um espaço mágico voltado para o azul do Mediterrâneo, a sua grande paixão. Até que um dia Patrick desaparece misteriosamente sem deixar rasto…
Seis meses depois, Jack Farrar, um americano que passeia pelo mundo a bordo do seu barco, lança âncora na enseada do Hotel Riviera e vai mostrar a Lola o verdadeiro significado do amor.
A atracção entre ambos é imediata, mas, após o que aconteceu com Patrick, Lola receia envolver-se novamente. Será Jack um homem de confiança? Quando a polícia a questiona acerca do paradeiro do marido e, em seguida, várias pessoas suspeitas reivindicam a posse do Hotel Riviera, Lola recorre à ajuda de Jack para encontrar o misterioso Patrick e resolver, de uma vez por todas, o seu futuro.”

Quinta Essência, 2010 

publicado por marcia às 21:44
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Lua-de-mel em Paris - Elizabeth Adler - Opinião

 

Depois de “Romance na Toscana”, que gostei muito, estava muito empolgada em ler este Lua-de-mel em Paris, a nova aposta da Quinta Essência nesta autora, que já vai sendo conhecida no nosso país.
Elizabeth Adler tem o gosto pelas viagens e isso nota-se mais uma vez. Eu própria adoro viajar e conhecer novos lugares; se ler já representa para mim uma viagem por me permitir divagar e criar locais e pessoas, este género de livros em que as paisagens se sucedem, e as descrições do melhor da vida nos fazem crescer água na boca, é totalmente do meu agrado.
Este livro é sobre Laura, uma mulher de  45 anos que decide oferecer ao marido e a si mesma uma segunda lua-de-mel em França, refazendo o percurso de sonho que fizeram da primeira vez. No entanto Laura descobre que o marido tem uma amante e que o seu casamento não foi aquilo que sempre se tentou convencer que fora. Contudo, por uma vez na vida decide correr riscos, e se inicialmente decide mesmo assim fazer a viagem sozinha como forma de auto-conhecimento e auto-descoberta, tudo muda quando conhece Dan.
Aventura e emoção são as duas palavras que melhor descrevem esta história. Se à primeira vista a relação de Laura e Dan tem tudo para não dar certo, não são muitas vezes as ligações mais improváveis que nos deixam a todos de boca aberta e se revelam casos de sucesso?
Deliciei-me a acompanhar o percurso deste casal por França. Desde todas as peripécias em aeroportos e aviões, passando pelos hotéis de Paris que acabaram por não ser nada daquilo que Laura tinha previsto, acontecem todo o género de coisas que a fazem pensar que de facto a sua Lua-de-mel em França não fora nada daquilo que passara anos a idealizar, e tão pouco o seu marido Bill é o ser perfeito do qual sempre se convenceu.
Porque por vezes a vida tem formas curiosas de nos mostrar o caminho certo, Dan vai mostrando a Laura o que é ser feliz e viver a vida com a simplicidade dos momentos que se guardam para sempre. Que uma noite num hotel barato perto da estação dos comboios pode ser mais interessante que dormir no Ritz, ou que as pessoas que vão conhecendo casualmente pela viagem podem representar uma recordação bem mais marcante do que comer uma refeição em Cannes rodeados de estrelas de cinema.
Laura percorre estradas e visita locais que já tinha conhecido ao lado de Bill, mas é com Dan que percebe o que realmente importa e onde está a magia das coisas simples.
Adorei ler algumas passagens sobre locais do sul de França que já tive a sorte de visitar, e confirmo a capacidade de Elizabeth Adler de recriar ambientes; foi como se estivesse novamente lá.
Uma vez chegados ao fim da viagem, o regresso a casa é uma sombra na felicidade dos amantes. Poderá o sonho continuar? A paixão terá força suficiente para mudar as vidas de Laura e Dan? E o que quer Laura afinal?
Seja como for “terão sempre Paris”…
Sinopse
“Paris, a cidade mais romântica do mundo, é palco de luas-de-mel de sonho e de paixões recentemente descobertas. E para Lara Lewis é o lugar onde ela e o marido viveram o amor no seu melhor. Mais de vinte anos depois, Lara deseja reacender a chama do seu casamento e planeia uma aventura romântica para os dois: reconstituir todos os momentos da sua idílica lua-de-mel em Paris e pela França, visitar os mesmos lugares, comer nos mesmos restaurantes, explorar as mesmas aldeias mágicas. Porém, quando o marido lhe diz, à última hora, que existe outra mulher na sua vida, o coração de Lara quase se estilhaça em mil pedaços.

Algures na estrada da vida, Lara perdeu-se a si própria. Agora, terá de descobrir um novo rumo para a sua existência. Inesperadamente, Lara dá um passo ousado e convida um homem, mais novo e com quem ela acaba de se envolver, para fazer a tão desejada segunda lua-de-mel. O que se segue é a história de dois apaixonados errando pela França numa louca aventura romântica, que se inicia com voos perdidos e bagagem extraviada e termina como sendo a viagem de uma mulher para se encontrar a si própria e ao amor que lhe escapou a vida inteira.

Lua-de-mel em Paris é uma incursão apaixonante pelos sabores, sons, paisagens e aromas de França e a história de uma mulher que se reconcilia com o seu passado e se converte na mulher que sempre desejara ser.”
 
«Profundamente envolvente, esta aventura romântica é perfeita para todos os que se sentem atraídos por Paris e pela França.»
Hello!

«Adler retrata a dinâmica de uma nova relação na perfeição, mas é a descrição pormenorizada e rica de Paris e de França que torna imperdível a leitura deste livro.»
Publishers Weekly

«Uma viagem maravilhosa sobre a luta de uma mulher para recuperar a sua identidade e amor-próprio
Romantic Times

«Fantásticas aventuras pela França conduzem a uma intensa jornada de autodescoberta.»
Booklist
 
Quinta Essência, 2010

 

a ler: O Grito da Preguiça, Sam Savage
publicado por marcia às 12:24
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Agosto de 2009

Romance na Toscana - Elizabeth Adler

 

Posso dizer que este romance me surpreendeu de forma muito positiva. Nunca tinha lido nada de Elizabeth Adler, apesar de ser um nome conhecido, e de este já ser o segundo romance da autora a ser publicado pela Quinta Essência.

Mergulhamos na vida de Gemma, uma médica em Nova Iorque cujas desilusões do passado tornaram uma mulher distante e fria, dedicada exclusivamente ao trabalho, à filha e à mãe.
Uma viagem a Itália, a propósito de uma herança a receber pela mãe de Gemma, “arranca-a” da sua vida de médica das urgências e mostra-lhe que é uma mulher capaz de voltar a abrir o seu coração.
Mas o percurso de Gemma não é fácil, profundamente magoada e afundada em culpas, será com Ben que vai reaprender a amar?
Sob o sol da Toscana este livro leva-nos numa viagem pelas paisagens, cheiros e sabores de Itália. Acho mesmo que o que mais gostei foi a oportunidade de ser transportada para essa região fantástica, e deliciar-me com as excelentes descrições das pessoas e lugares. Segundo apurei a autora adora viajar, admira e conhece particularmente a Toscana, o que se nota na forma como nos descreve tudo, desde os pormenores das casas, às vinhas e até mesmo dos costumes.
Uma leitura agradável que nos faz sonhar e imaginar que estamos dentro da história, que nos faz querer conhecer as personagens e participar nas suas vidas; e, acima de tudo, viver uma história de amor envolvente como esta…ou como estas… o melhor é ler.
Sigam esta sugestão, acho impossível não gostar deste livro.
Sinopse
“Gemma Jericho é uma médica nova-iorquina a braços com uma filha adolescente que não lhe dá um minuto de descanso e uma mãe que se preocupa com o facto de ela não ter vida própria. Por isso, quando a mãe, Nonna, recebe uma carta informando-a de que recebeu uma misteriosa herança na Toscana, Gemma, a donzela de gelo, arrisca: as três deixam para trás as precauções e partem para Itália em busca de um sonho e de uma nova vida.
Mas o que as três encontram no paraíso da Toscana não é exactamente o que haviam sonhado. Afinal, a herança de Nonna, uma bela villa a necessitar de obras, pode pertencer a um americano, Ben Raphael. Entre Gemma e Ben surge de imediato uma forte atracção, mas a relação amorosa é abalada pela intensa disputa imobiliária.
Será o amor de ambos suficientemente forte para resistir a todas as provações? Ou prevalecerá a força dos laços que ligam Gemma, Nonna e Livvie? Gemma terá de escolher entre o homem que ama e a herança da família. E a sua vida nunca mais será a mesma...

Romance na Toscana é uma história de amor arrebatadora, marcada pela beleza daquela região italiana, onde, afinal, todos os sonhos são possíveis.”
 
«Profundamente romântico e envolvente... um livro a não perder.»
Romantic Times

«Personagens inesquecíveis num ambiente de sonho. Uma história absolutamente fantástica sobre o amor e os laços de família tendo como pano de fundo a beleza de Itália.»
Booklist

«Vivamente recomendado.»
Library Journal

«Impossível parar de ler até se chegar à última página.»
The Literary Times

«A não perder.»
Rendezvous
 
Quinta Essência, 2009

 

opinião:
a ler: A Solidão dos Números Primos,Paolo Giordano
publicado por marcia às 22:29
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.a ler


.a ler também


.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Encontro na Provença - El...

. Verão na Riviera - Elizab...

. Lua-de-mel em Paris - Eli...

. Romance na Toscana - Eliz...

.últ. comentários

Boa!!Muito sucesso e sorte.Espero que corra bem.Be...
A mim também tenta!
Sim, é verdade. Isso também me agrada bastante!
Este quero! Também tenho um especial fascínio pela...
A guerra dos Balcãs impressiona-me muito, por isso...
Estou a ver que gostaste!
Ah, este já li!Esta nova editora promete.Paula
Sim, tem óptimas referências e sim, a capa é magní...
Tenho ouvido falar muito (e bem) deste livro. Que ...
É bastante bom! É ler! É ler!

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

.gosto

blogs SAPO

.subscrever feeds