Quarta-feira, 22 de Março de 2017

D. Quixote - A Construção do Vazio, de Patrícia Reis

A Construção do Vazio.jpg

Sofia é uma menina-tesoura que sobrevive a uma relação de violência e abuso e cresce com a convicção de que a maldade supera tudo.

Será possível atenuar a dor?

Como se resiste ao fantasma real da infância?

Que decisões partem dessa memória e podem limitar a vida?

Sofia abriga-se na amizade de três homens, Eduardo, Jaime e Lourenço, e vive sem desejo, sem vontade, de construção em construção, sendo o vazio o objectivo final.

Esta personagem surge pela primeira vez no livro Por Este Mundo Acima (2011) e faz parte do território ficcional da autora que, com A Construção do Vazio, termina um ciclo de três narrativas independentes iniciado em 2008, com o romance No Silêncio de Deus.

Já nas livrarias!

publicado por marcia às 21:15
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Abril de 2016

D. Quixote - Gramática do Medo, de Maria Manuel Viana e Patrícia Reis

Gramática do Medo.jpg

Amigas inseparáveis, Mariana e Sara partilham tudo desde que se conhecem (um curso de teatro e cinema, uma carreira difícil, amigos, ex-namorados, dinheiro e um quotidiano nem sempre fácil), até ao dia em que uma delas desaparece, misteriosamente, durante um cruzeiro pelo Mediterrâneo. Poucas são as pistas que deixa atrás de si mas, numa demanda que a irá levar a correr mais de metade da Europa, Sara tenta encontrá-la. O que vai descobrindo leva-a a perceber que, afinal, há muita coisa na vida da amiga que desconhece. Porque desapareceu Mariana, que fantasmas a perseguiam, do que quis fugir? Numa viagem simultaneamente interior e geográfica, esta é também a história do desaparecimento do sujeito na civilização actual, da dissociação da vida comum, da fragmentação da memória e da ténue fronteira entre ficção e realidade.
Uma história escrita a quatro mãos por Maria Manuel Viana e Patrícia Reis.
Nas livrarias a 12 de Abril

publicado por marcia às 12:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Abril de 2016

D. Quixote - O Amor em Lobito Bay, de Lídia Jorge

O Amor em Lobito Bay.jpg

Todos os contos reunidos neste livro têm vários elementos em comum: a acção decorre num espaço longínquo, a narrativa desenvolve-se em torno de uma revelação demolidora, a memória funciona como uma catarse que o tempo se encarrega de prolongar de modo a não poder ser esquecida. Como no primeiro conto, O Amor em Lobito Bay, que dá título ao volume, em todos existe uma história de amor, no sentido mais amplo do termo, que entrecruza a experiência da confiança na vida com o desconcerto do mundo. E à imagem da criança que deseja comer o coração de uma andorinha, em todos os outros contos ocorre a experiência de uma decepção inaugural transformada em sabedoria.
São contos sobre a marcha humana que não pára de reiniciar continuamente os seus primeiros passos. Contos que parecem chegar até nós com a finalidade de inquietar porque subvertem uma ordem e, ao mesmo tempo, têm o condão de aquietar porque propõem uma clarificação.
Nas livrarias a 12 de Abril

publicado por marcia às 16:00
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 13 de Março de 2016

D. Quixote - Um Postal de Detroit, de João Ricardo Pedro

Um Postal de Detroit.jpg

Em Setembro de 1985 dá-se um choque frontal de comboios em Alcafache. Algumas das vítimas mortais, presas nas carruagens a arder, nunca chegam a ser identificadas. No dia seguinte, a mãe de Marta recebe um inesperado telefonema informando que a mochila da filha – estudante de Belas-Artes – apareceu entre os destroços.
Partindo dos cadernos de desenho de Marta – uma espécie de diários visuais que espelham um quotidiano tão depressa sórdido como maravilhoso –, o narrador deste romance tenta recriar os passos da irmã nos tempos que antecederam o acidente. E, enquanto o faz, dá-nos a conhecer um leque de figuras absolutamente inesquecíveis, entre as quais se contam prostitutas, boxeurs, polícias e assassinos, mas também anjinhos de procissão, médicos e senhoras da caridade.
Depois do celebrado O Teu Rosto Será o Último, que venceu o Prémio LeYa em 2011 e foi traduzido em cerca de dez línguas, incluindo chinês e árabe, o autor regressa à ficção com um romance delirante e avassalador.
Nas livrarias a 15 de Março

publicado por marcia às 19:37
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 6 de Março de 2016

D. Quixote - Uma História de Amor e Trevas, de Amos Oz

Uma História de Amor e Trevas.jpg

Saga de uma família e mágico auto-retrato de um escritor, Uma História de Amor e Trevas é a história de um menino que cresce numa Jerusalém devastada pela guerra, num pequeno apartamento apinhado de livros e de parentes que falam diversas línguas. A história de um adolescente cuja vida mudou para sempre com o suicídio da mãe. A história de um homem que declara a sua independência e volta costas ao mundo em que cresceu, deixando para trás as restrições da família e da comunidade, a fim de assumir uma nova identidade num novo lugar: o kibutz Hulda, na fronteira com o mundo árabe. A história de um escritor que se torna um participante activo na vida política da sua nação.
Autobiografia em forma de romance, é uma complexa obra literária que abarca as origens da família de Amos Oz, a história da sua infância e juventude e a trágica vida dos pais. É também a extraordinária recriação dos caminhos percorridos por Israel no século xx, da diáspora à fundação de uma nação e de uma língua: o hebraico moderno; e uma reflexão sobre a história do sionismo e a criação de Israel como necessidade histórica de um povo confrontado com a ameaça de extinção.
Nas livrarias a 8 de Março

publicado por marcia às 19:44
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2016

D. Quixote - Judas, de Amos Oz

Judas.jpg

O mundo do jovem Samuel Asch está a entrar em colapso: a namorada abandona-o, os pais declaram falência e ele vê-se obrigado a procurar trabalho, abandonando os estudos na universidade e interrompendo a sua tese de doutoramento – um tratado sobre a figura de Jesus aos olhos dos judeus. Nesse momento de desespero, Samuel encontra refúgio e emprego numa antiga casa de pedra situada num extremo de Jerusalém. Durante algumas horas diárias, a sua função é servir de interlocutor a Gershom Wald, um septuagenário com uma vasta cultura. Mas aí mora também Atalia Abravanel, uma mulher enigmática e sensual. Na aparente rotina da sua nova morada, o tímido Samuel sente uma progressiva agitação causada pelo desejo que Atalia desperta nele, mas também pelos mistérios que o rodeiam: Quem é realmente Atalia? O que a liga a Gershom? Quem é o dono da casa onde vivem? Que histórias escondem aquelas paredes?

Prémio Internacional de Literatura Casa das Culturas do Mundo 2015

Nas livrarias a 23 de Fevereiro

publicado por marcia às 22:33
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2016

D. Quixote - O Rio do Esquecimento, de Isabel Rio Novo

Rio do Esquecimento.jpg

Inverno de 1864. Sentindo a morte a aproximar-se, Miguel Augusto regressa do Brasil, onde enriqueceu, e instala-se no velho burgo nortenho, no palacete conhecido como Casa das Camélias, com a intenção de perfilhar Teresa Baldaia e torná-la sua herdeira. No mesmo ano, Nicolau Sommersen pensa em fazer um bom casamento, não só para recuperar o património familiar que foi esfarelando, mas sobretudo para fugir à paixão que sente por Maria Adelaide Clarange, senhora casada e mãe de três filhos. Maria Ema Antunes, prima de Nicolau e governanta da Casa das Camélias, hábil e amargurada com a vida, urdirá entre todos uma teia de crimes, segredos e vinganças.

Subvertendo as estratégias da narrativa histórica, com saltos cronológicos que deixam o leitor em suspenso mesmo até ao final, Rio do Esquecimento descreve com saboroso detalhe a sociedade portuense de Oitocentos e assinala o regresso à ficção portuguesa de uma escrita elegante que consegue tornar transparente a sua insuspeitada espessura.

Romance finalista do Prémio Leya

Nas livrarias a 16 de Fevereiro

publicado por marcia às 22:31
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 13 de Outubro de 2015

D. Quixote - Butcher's Crossing, de John Williams

Butcher's Crossing.jpg

Depois de Stoner estou bastante curiosa com este Butcher’s Crossing. Já está na minha lista. Para já fica a sinopse.

Em 1870, Will Andrews chega a Butcher’s Crossing. É jovem, fartou-se de Harvard, quer descobrir na natureza o seu “eu inalterado”. E naquele vilarejo, num Oeste prestes a ser domado, encontra o seu mentor: Miller, um caçador de poucas falas, que conhece o refúgio da última grande manada de búfalos. Seduzido pela promessa de aventura, o protagonista junta-se à expedição. Serão quatro homens em marcha, por terra bravia, numa luta épica contra o tempo, a sede e os elementos. Até que chegam ao vale, um paraíso perdido povoado por milhares de búfalos. O que se segue é uma carnificina, o batismo de sangue de Will, a sua viagem iniciática ao coração das trevas. Butcher’s Crossing, publicado em 1960, é considerada a primeira das três grandes obras de John Williams.

Nas livrarias a 13 de Outubro

publicado por marcia às 09:00
link do post | comentar | favorito (1)
|
Terça-feira, 14 de Julho de 2015

D. Quixote - Roubados, de Robert Wilson

Roubados.jpg

Londres, Janeiro de 2014. No espaço de 32 horas, seis crianças são raptadas das ruas da capital quase sem deixar rasto. Porém, não se trata de crianças escolhidas ao acaso. Os miúdos desaparecidos são descendentes dos mais ricos, filhos e filhas da elite internacional. Do outro lado da cidade, uma jovem entra nos escritórios da Fundação LOST, pertencente a Charles Boxer. Boxer sabe muito bem o que é perder aqueles que mais se ama, e é incapaz de recusar o pedido da jovem para que encontre o seu pai. A polícia destacou a sua melhor equipa para o caso dos raptos – incluindo Mercy, a ex-mulher de Boxer –, todavia um acontecimento daquele calibre significa que também a CIA, o MI5 e o negociador privado dos pais quererão estar envolvidos.

Contudo, descobrir a identidade dos raptores, de que forma possuem a capacidade e os recursos necessários para raptarem algumas das mais bem guardadas pessoas do país e aquilo que desejam realmente, são questões cuja resposta pode ter um preço demasiado alto.

Nas livrarias a 28 de Julho

publicado por marcia às 22:10
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Maio de 2015

Apresentação do novo livro de Nuno Camarneiro, Se Eu Fosse Chão, Domingo, dia 31, às 19h30, na Feira do Livro de Lisboa (Praça Leya)

11270166_1054650751229610_7479230552947106304_n.jp

publicado por marcia às 15:36
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.a ler


.a ler também


.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. D. Quixote - A Construção...

. D. Quixote - Gramática do...

. D. Quixote - O Amor em Lo...

. D. Quixote - Um Postal de...

. D. Quixote - Uma História...

. D. Quixote - Judas, de Am...

. D. Quixote - O Rio do Esq...

. D. Quixote - Butcher's Cr...

. D. Quixote - Roubados, de...

. Apresentação do novo livr...

.últ. comentários

Olá Márcia!Este é um dos grandes clássicos e escri...
Olá Márcia,Tenho este empréstimo cá em casa para l...
Penso que merece uma segunda oportunidade!
Obrigada, Ana!Estaremos à tua espera.
Avança! Emoções não faltarão!
Quando comecei a lê-lo no ano passado, senti que n...
"Chamava-se Sara" é um livro extraordiná...
Merece sim!
É um candidato a uma releitura, pois sei que merec...
Também li há bastantes anos "Chamava-se Sara" e ad...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

.gosto

blogs SAPO

.subscrever feeds