Sexta-feira, 7 de Novembro de 2014

Porto Editora - Ficção - O mais recente romance de Gonçalo M. Tavares

Uma menina está perdida no seu século à procura

A Porto Editora publica, no dia 10 de novembro, o mais recente e aguardado romance de Gonçalo M. Tavares: Uma menina está perdida no seu século à procura do pai. Nesta história de busca, viagem e reflexão sobre o século XX, Marius encontra uma menina perdida à procura do pai. Hanna, rapariga, cabelos castanhos, olhos pretos, catorze anos, fala com dificuldades, entende mal o que lhe acontece, não percebe o raciocínio dos outros. Marius está com pressa mas muda o seu percurso, acompanha-a. A sua busca leva-os até Berlim, a um hotel com corredores que lembram fantasmas da guerra — e os dois circulam entre as obsessões e os escombros do seu século.

"– E vocês? De onde vêm?
Tentei explicar-lhe que não era um homem falador. Gosto de ouvir, disse-lhe, não tenho muito para dizer.
Ele perguntou, virado para Hanna:
– Como te chamas?
Hanna respondeu. Ele não percebeu. Hanna repetiu, ele continuou sem perceber. Eu repeti:
– Chama-se Hanna.
– Hanna – disse Fried. – Bom.
– Que idade tens?
– Catorze – respondeu, e agora percebeu-se.
Fried sorriu para ela, simpaticamente. Ela disse:
– Olhos: pretos. Cabelo: castanho.
Eu disse: – Ela aprendeu assim.
Depois ela disse:
– Estou à procura do meu pai."

Gonçalo M. Tavares nasceu em 1970.
Desde 2001 publicou livros em diferentes géneros literários. Os seus livros receberam vários prémios em Portugal e no estrangeiro e deram origem, em diferentes países, a diversos trabalhos artísticos e académicos. Em 2010, o seu livro Aprender a Rezar na Era da Técnica recebeu o Prémio do Melhor Livro Estrangeiro em França. É um dos dez escritores que fazem parte do Comité do Finnegan’s List 2014, European Society of Authors. Está a ser traduzido para cerca de trinta línguas. É finalista do Prémio Portugal Telecom 2014, no Brasil, com Matteo Perdeu o Emprego, publicado pela Porto Editora.

Título: Uma menina está perdida no seu século à procura do pai
Autor: Gonçalo M. Tavares
Págs.: 200
PVP: 15,50 €

publicado por marcia às 12:00
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Porto Editora - Ficção - Novo romance de Maria Dueñas

22-10-14_Recomecar_MariaDuenas.jpg

Recomeçar é o título do novo romance de Maria Dueñas e o sucessor do bestseller internacional O tempo entre costuras. A obra é publicada em Portugal a 6 de novembro, com chancela da Porto Editora.
A autora apresenta o livro da seguinte forma: «Três anos depois da publicação de O Tempo entre Costuras, volto a bater à porta dos leitores com a história e a voz de uma mulher. Uma mulher contemporânea, cuja estabilidade, aparentemente invulnerável, se desvaneceu no ar. Chama-se Blanca Perea e decidiu fugir».
Recomeçar é também um romance que atravessa fronteiras e épocas para nos falar de perdas, coragem, segundas oportunidades e reconstrução. Uma história luminosa que desenrola intrigas imprevistas, amores entrecruzados e personagens cheias de paixão e humanidade.

SINOPSE
Blanca é professora, com uma carreira consolidada, dois filhos jovens. Confusa e devastada com o fracasso do seu casamento, decide deixar a sua atual vida para trás e ruma a Santa Cecília, na Califórnia, com a missão de organizar o espólio deixado por Andrés Fontana à Universidade; fechada num sótão sombrio, Blanca vê- se a braços com uma tarefa aparentemente hercúlea e cinzenta, mas que acabaria por revelar-se uma empreitada emocionante.
Amores cruzados, certezas e interesses silenciados que acabam por vir à tona, viagens de ida e volta entre Espanha e EUA, entre o presente e o passado de duas línguas e dois mundos em permanente reencontro.

A AUTORA
Doutorada em Filologia Inglesa, Maria Dueñas é professora titular da Universidade de Murcia depois de ter já passado pela docência em várias universidades norte-americanas.
É autora de trabalhos académicos e de muitos projetos educativos, culturais e editoriais.
Maria Dueñas nasceu em Puertollano (Ciudad Real) em 1964, é casada, tem dois filhos e reside em Cartagena.
O Tempo entre Costuras foi o seu primeiro romance, publicado pela Porto Editora, tendo sido adaptado à televisão, e exibido em Portugal pela TVI.

Título: Recomeçar
Autor: Maria Dueñas
Tradução: Carlos Romão
Págs.: 440
Capa: mole
PVP: 18,80 €

publicado por marcia às 23:41
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

Porto Editora - Não Ficção - Mário de Carvalho para escritores e leitores

Quem disser o contrário é porque tem razão_15-1

Quem disser o contrário é porque tem razão é um guia prático de escrita de ficção e uma viagem pelo universo de um dos nossos maiores escritores atuais
Pela primeira vez, um dos mais importantes ficcionistas portugueses, Mário de Carvalho, aventura-se num guia prático de escrita de ficção. Quem disser o contrário é porque tem razão é um livro que procura aconselhar e desbravar caminhos para a escrita, mas também promover a discussão sobre este tema. Mário de Carvalho dá-nos ainda conta da sua experiência enquanto leitor e escritor, sempre no tom bem-humorado a que já nos acostumou. Com a chancela da Porto Editora, esta novidade para leitores, curiosos e (futuros ou atuais) escritores chega às livrarias no dia 24 de outubro.
De acordo com o que diz na sua «Nota Prévia», «O autor não tenciona, nem de longe, nem de perto, atrever-se ao terreno da teorização narratológica e visa muito aquém dos estudos literários. Pretende tão-só, num itinerário vagamundo, desvendar uns poucos caminhos, anotar-lhes as curvas e contracurvas, prevenir dos salteadores e trapaceiros, e indicar algumas razoáveis estalagens».

SINOPSE
Ser escritor. O texto ficcional. Dilemas, enigmas e perplexidades do ofício. No vale das contrariedades. Nada do que parece é. O «assertivismo» é um charlatanismo. A valsa dança-se aos pares: escrita e leitura, autor e leitor, personagem e ação, causalidade e verosimilhança, contar e mostrar, o dentro e o fora, a superfície e o fundo. O bico-de-obra do primeiro livro. Por onde começar? Com que começar? Com quem começar? A manutenção do interesse. Não há regra sem senão; não há bela sem razão. Ou o oposto. Riscos, cautelas e relutâncias.

Título: Quem disser o contrário é porque tem razão
Autor: Mário de Carvalho
Págs.: 280
PVP: 16,60 €

publicado por marcia às 23:41
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 9 de Outubro de 2014

Porto Editora - Não Ficção - "A Primeira Guerra Mundial", por John Keegan

A Primeira Guerra Mundial_06-10-2014.jpg

A guerra que começou há precisamente 100 anos é descrita por um dos maiores historiadores militares dos nossos dias, John Keegan, no livro A Primeira Guerra Mundial, que a Porto Editora publica a 10 de outubro. Ao longo de dez capítulos, acompanhados por mapas e fotografias da época, este documento fundamental e de mérito internacionalmente reconhecido permite compreender as vicissitudes desses quatro anos de guerra que mudaram o mundo. De acordo com o The Guardian, este livro é «a melhor e mais acessível introdução à Grande Guerra que até hoje se escreveu».

A presente edição é enriquecida com um texto de Maria Fernanda Rollo e Ana Paula Dias, historiadoras e tradutoras deste livro, em que se analisam a participação portuguesa na guerra e as suas consequências para o futuro de Portugal.

publicado por marcia às 07:36
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

Porto Editora - Ficção - Romance de estreia de Romain Puértolas é fenómeno mundial

 

A crítica foi unânime, também o foram os milhares de leitores: A incrível viagem do faquir que ficou fechado num armário Ikea, romance de estreia de Romain Puértolas, é o maior fenómeno da literatura francesa atual e chega finalmente às livrarias nacionais no dia 1 de setembro, numa edição Porto Editora.

Traduzido em já 36 países e uma «pérola de humor» (Livres Hebdo), este é «o livro mais divertido do momento e, como se isso não bastasse, uma reflexão profunda sobre o destino dos imigrantes ilegais» (Radio RTL).

Ajatashatru Larash Patel, faquir de profissão, que vive de expedientes e truques de vão de escada, acorda certa manhã decidido a comprar uma nova cama de pregos. Abre o jornal e vê uma promoção aliciante: uma cama de pregos a 99,99€ na loja Ikea mais próxima, em Paris. Veste-se para a ocasião – fato de seda brilhante, gravata e o seu melhor turbante – e parte da Índia com destino ao aeroporto Charles de Gaulle. Uma vez chegado ao enorme edifício azul e maravilhado com a sapiência expositiva da megastore sueca, decide passar aí a noite a explorar o espaço.
No entanto, um batalhão de funcionários da loja, a trabalhar fora de horas, obriga-o a esconder-se dentro de um armário, prestes a ser despachado para Inglaterra. Para o faquir, é o começo de uma aventura feita de encontros surreais, perseguições, fugas e aventuras inimagináveis, que o levam numa viagem por toda a Europa e Norte de África.

Romain Puértolas nasceu em Montpellier, em 1975. Quando era novo, queria ser cabeleireiro-trompetista, mas o destino trocou-lhe as voltas. Oscilando entre a França, a Espanha e a Inglaterra, foi sucessivamente DJ, compositor-intérprete, professor de línguas, tradutor-intérprete, comissário de bordo, mágico, antes de tentar a sua sorte como cortador de mulheres num circo austríaco.
Rapidamente despedido por ter mãos escorregadias, resolve dedicar-se à escrita compulsiva. Autor de 450 romances num ano, ou seja, 1,2328767123 romances por dia, consegue finalmente arrumar os seus próprios livros numa estante Ikea. Infelizmente, despojado de 442,65 dos seus romances por extraterrestres dotados de uma inteligência e um gosto bem acentuados, Romain Puértolas vê-se reduzido a uma estante estilo caixote de pêssegos periclitante e desesperadamente vazia. Segue atualmente uma carreira de agente da polícia em França e só tem uma coisa em mente: encontrar aqueles que perpetraram o golpe…
A incrível viagem do faquir que ficou fechado num armário Ikea será brevemente adaptado ao cinema.

Título: A incrível viagem do faquir que ficou fechado num armário Ikea
Autor: Romain Puértolas
Tradução: Isabel St. Aubyn
Págs.: 208
PVP: 16,60 €

 

publicado por marcia às 20:55
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Julho de 2014

Porto Editora - Ficção estrangeira - Uma sobrevivente e um assassino impossível de identificar

 

A 11 de julho, a Porto Editora publica As raparigas cintilantes, um thriller de sucesso, da autoria da premiada escritora sul-africana Lauren Beukes.
Esta obra, que envolve uma sobrevivente e um assassino impossível de identificar, vai ser adaptada a série televisiva por Leonardo DiCaprio.

SINOPSE
CHICAGO, 1931: Harper Curtis, um vagabundo paranoico e violento, dá de caras com uma casa que possui um segredo tão chocante como a natureza distorcida de Curtis: permite viajar entre o passado e o futuro.
Ele usa-a para perseguir as suas raparigas cintilantes – e tirar-lhes o brilho de uma vez por todas.
CHICAGO, 1992: Diz-se que o que não nos mata nos faz mais fortes. Será isso que pensa Kirby Mazrachi, cuja vida ficou devastada depois de sofrer uma brutal tentativa de assassínio. Ela continua a tentar encontrar o agressor, tendo como único aliado Dan, um ex-repórter de crime que cobrira o seu caso anos antes. À medida que prossegue a sua investigação, Kirby descobre as outras raparigas, as que não sobreviveram. Os indícios apontam para algo… impossível. Mas para alguém que devia estar morto, impossível não significa que não aconteceu…

A AUTORA
Lauren Beukes é uma escritora premiada, argumentista, realizadora de documentários, autora de livros de BD e, pontualmente, jornalista.

Conquistou a cobiçado Prémio Arthur C. Clarke com o seu romance visionário Zoo City. Vive na Cidade do Cabo.

Título: As raparigas cintilantes
Autor: Lauren Beukes
Tradução: Cristina Paixão
Págs.: 344
Capa: mole com badanas
PVP: 16,60 €

publicado por marcia às 22:09
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 1 de Julho de 2014

Porto Editora - Ficção lusófona - O regresso de Andréa del Fuego

 

Andréa del Fuego tornou-se conhecida, em Portugal, em 2011, ao vencer o Prémio Literário José Saramago, com Os Malaquias, publicado pela Porto Editora. Três anos depois, a 11 de julho, chega às livrarias portuguesas As miniaturas, o novo romance da escritora brasileira.

Esta obra aborda a ténue fronteira que separa o sonho da realidade e confirma a poeticidade e delicadeza da escrita de Andréa del Fuego. E, se a crítica portuguesa considerou Os Malaquias uma «obra de exceção entre a nova ficção brasileira» (Filipa Melo, Sol), com uma prosa «das mais estimulantes» (José Mário Silva, Expresso) da língua portuguesa e um «domínio perfeito da linguagem» (Eduardo Pitta, Sábado), em As miniaturas não deixará de encontrar as mesmas qualidades.

publicado por marcia às 23:10
link do post | comentar | favorito
|

Porto Editora - Ficção - José Manuel Saraiva regressa ao romance histórico

 

No dia 4 de julho, a Porto Editora publica o mais recente livro de José Manuel Saraiva, A Última Carta de Carlota Joaquina, uma novidade que marca o regresso do autor ao romance histórico. Nesta história, o autor do bestseller Rosa Brava narra a derradeira viagem da polémica Carlota Joaquina para o Brasil, onde chegará a ser imperatriz, e acompanha os seus dilemas, dúvidas e ambições relativamente ao seu marido, D. João VI, e à sua «louca» sogra, D. Maria.

Este livro será apresentado no dia 10 de julho, às 18:30, na Sala do Arquivo da Câmara Municipal de Lisboa. A apresentação está a cargo da fadista Mariza e o ator Sinde Filipe lerá alguns excertos da obra.

publicado por marcia às 23:00
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 21 de Junho de 2014

Porto Editora - Ficção estrangeira - Novo romance de Emily Giffin

 

A 20 de junho, a Porto Editora publicou O lugar do coração, o novo romance de Emily Giffin, autora norte-americana à qual a revista Vanity Fair chamou «uma Jane Austen dos nossos dias». Esta obra sucede a Escolhi o teu amor e a Coisas do coração, livros que deram a conhecer aos leitores portugueses esta autora de vários best-sellers do The New York Times e que alcançaram assinalável sucesso no nosso país.

publicado por marcia às 09:27
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 11 de Maio de 2014

Porto Editora - Ficção - A esperança na tormenta

 

No Coração da Tempestade catapultou Jesmyn Ward para o reconhecimento mundial ao ser premiado com o mais importante galardão literário americano, o National Book Award 2011, e depois com o Alex Award. Este romance será publicado pela Porto Editora no dia 16 de maio.

Intenso, poderoso, com uma linguagem simultaneamente simples e vibrante, No Coração da Tempestade é o segundo romance de Jesmyn Ward que, desta vez, nos coloca na pele dos desprotegidos contra a força implacável do Katrina. Mais do que a catástrofe natural, este romance explora ainda o preconceito que atormenta os seus protagonistas, alvos de um racismo feroz de que a própria autora foi vítima e que, através desta história, procurou denunciar.

publicado por marcia às 01:39
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.a ler


.a ler também


.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
18
19
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Porto Editora - A Arte de...

. Porto Editora - João Pedr...

. Porto Editora - Ficção - ...

. Resultado do Passatempo "...

. Porto Editora - Ficção - ...

. Passatempo - A ridícula i...

. Porto Editora - Encontro ...

. Porto Editora - O mais re...

. Porto Editora publica edi...

. Porto Editora - Ficção - ...

.últ. comentários

Bem sabia que este livro era dos para ler e muito ...
Quero muito ler este livro. Adoro policiais e leio...
Também nunca tinha ouvido falar de Lawrence Block ...
Nunca ouvira falar deste escritor e efetivamente l...
Olá Júlia. Encontrei-o com facilidade aqui: https:...
Não sei o que vai sair da opinião, mas para já est...
Caro Carlos, obrigada pelo seu comentário. Espero ...
Fico à espera da tua opinião, pois vejo que já o t...
Olá, eu li o primeiro livro da trilogia e adorei.....
Não li este livro, mas li outro denominado Todos o...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

.gosto

blogs SAPO

.subscrever feeds