Quinta-feira, 29 de Dezembro de 2011

Concurso Literário Breve História de Amor

 

Por iniciativa do escritor Tiago Rebelo e da ASA, a sua editora, está em curso um concurso literário de pequenas histórias de amor intitulado “Concurso Literário Breve História de Amor“. O planetamarcia apoia e divulga esta ideia.

Desafio aqueles que me seguem para este interessante concurso. Para participar basta escrever um texto – uma breve história de amor com um máximo de 3000 carateres (espaços incluídos), Não são aceites textos que excedam este limite;

O prazo para o envio das histórias será o dia 31 de Janeiro de 2012;

Os concorrentes deverão enviar a sua história para brevehistoriadeamor@gmail.com;

Um júri composto pelo autor, pela ASA, e pelos blogs aderentes, após um processo de selecção, farão a eleição da melhor história.

No dia 14 de fevereiro, dia dos namorados, será anunciado o vencedor através da publicação da história e do nome do seu autor em todos os blogs aderentes e ainda no site da LeYa e no site e página de Facebook do autor, bem como nos blogs da ASA;

O vencedor receberá uma colecção completa e autografada dos livros do Tiago Rebelo publicados pela ASA;

Eu acho esta ideia genial e o prémio muito tentador. Inspirem-se e participem!

publicado por marcia às 23:13
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Terça-feira, 27 de Dezembro de 2011

Sugestão de Leitura: "Tudo o que Poderíamos ter Sido tu e eu se não Fôssemos tu e eu" - Albert Espinosa

 

É com muito prazer que partilho aqui um livro que me foi sugerido pela Maria João Gabriel, 35 anos, de S. João da Madeira. Confesso que não conhecia o livro. Após a descrição e apreciação da Maria João sinto que é, provavelmente, uma óptima descoberta.

Convido desde já todos os que queiram partilhar experiências de leitura. Sintam-se à vontade em fazê-lo para: marciafb@net.sapo.pt.

Obrigada à Maria João por esta partilha, aqui ficam as suas palavras:

“Foi na manhã do último feriado de 8 de Dezembro, após ter assistido à bonita cerimónia de entrega de diplomas dos 3 elevados a Benfeitores da Santa Casa da Misericórdia, em que o meu Avô foi um deles.

Casualmente, encontrei-me na rua com um primo que, fiquei a saber naquele dia, tal como eu, é fã de Haruki Murakami.

Descobrir aquele importante facto desencadeou como que um fogo-de-artifício dentro de mim. Finalmente tinha alguém à minha frente, de carne e osso e, ainda por cima, meu primo, dentro dos milhões de admiradores que Murakami tem, viciado e amante da escrita de Haruki Murakami.

Como eu ansiei por aquele momento, quanta gente indaguei, nos últimos anos, nesse sentido e, inclusive, ofereci e aconselhei os livros de Murakami!

Mais uma vez, quando menos esperava, o destino piscou-me o olho e pôs-me o Patrick à minha frente, cuja inteligência eu admiro e por quem tenho muito carinho.

Disse-me que, há tempos, tinha decidido variar um pouco à leitura de Haruki Murakami e encontrou "Tudo o que Poderíamos ter Sido tu e eu se não Fôssemos tu e eu", de Albert Espinosa.

Leu-o e gostou. Apontei-o no meu caderninho e fiquei em pulgas para o ir comprar no primeiro tempo livre. Ontem, dia 20-12-2011, terminei-o.

Este foi o primeiro romance do escritor espanhol Albert Espinosa. Li-o num ápice (3 dias), pois tal como acontece com os livros de Haruki Murakami, a escrita de Albert Espinosa em "Tudo o que Poderíamos ter Sido tu e eu se não Fôssemos tu e eu" é francamente sedutora.

Não sei bem explicar porquê, dado que, à primeira vista, se trata de uma forma simples de transmitir as ideias mas, neste caso, mais que os motivos importam as evidências e estamos perante o maior êxito literário espanhol dos últimos anos, com mais de meio milhão de livros vendidos, traduzido em mais de 20 países.

Do já razoável rol de livros que li nos últimos anos, até hoje este foi o mais próximo que encontrei de Haruki Murakami. A opinião actual que tenho deste escritor japonês, formei-a a partir dos 10 livros que li dele.

De facto há algumas semelhanças peculiares entre a escrita de Albert Espinosa e a de Haruki Murakami, não tanto no conteúdo da história propriamente dita mas no seu contexto e na forma de escrita. Saliento três:

- Neste romance de Albert Espinosa, a personagem principal, Marcos, é também o narrador da história.

Esta é uma particularidade que também acontece com bastante frequência nos livros de H. Murakami. “Sputnik, Meu Amor” e “Em Busca do Carneiro Selvagem” são dois exemplos, entre tantos.

- Tal como em “After Dark, os Passageiros da Noite”, de H. Murakami, a história de "Tudo o que Poderíamos ter Sido tu e eu se não Fôssemos tu e eu", desenrola-se numa única noite.

Em ambos, por entre tanta ficção e criatividade, os autores conseguem levar o leitor a identificar-se com muitas das opiniões e sentimentos que vão sendo explorados durante o enredo.

Às vezes parece-me que estou a ler frases que podiam ter sido escritas por mim, por tanto me fundir com as suas ideias.

- "Tudo o que Poderíamos ter Sido tu e eu se não Fôssemos tu e eu" e quase todas as histórias de H. Murakami têm uma componente surrealista forte e peculiar.

Em "Tudo o que Poderíamos ter Sido tu e eu se não Fôssemos tu e eu", a história principal é muitas vezes interrompida por sub-histórias e alusões a comentários da mãe do narrador, uma coreógrafa culta e muito liberal que tentou toda a vida incutir no filho valores como o amor e a verdade.

Esta foi uma das características que mais me aliciou neste livro, talvez pelo facto de, tal como a personagem principal, Marcos, eu própria ter uma forte ligação com a minha Mãe.

E, tal como eu, Marcos também se dedica à pintura, nos tempos livres.

Dentro deste ambiente de dissertações que tentei relatar acima, "Tudo o que Poderíamos ter Sido tu e eu se não Fôssemos tu e eu" conta a história de Marcos, um rapaz na casa dos 30 anos, que tem um dom. O dom de descobrir, em cada indivíduo, tudo o que de melhor e pior guarda do passado na memória.

No dia a seguir à morte da mãe, Marcos decide tomar a injecção tão em voga naquela altura que o vai impedir de dormir para o resto da vida mas, depois de concretizar esse negócio que lhe esgotou todas as poupanças, uma série de questões assaltaram a sua mente, levando-o a adiar esta decisão.

Por entre estes pensamentos, da bonita vista do terraço de sua casa, Marcos vislumbra uma rapariga que capta toda a sua atenção, ficando siderado nela.

Entretanto recebe uma chamada do seu “chefe”, pedindo que colaborasse numa importante e difícil missão. Um extraterrestre, designado por “estranho” foi capturado e é pedido a Marcos que utilize o seu dom para descobrir o que esta personagem com aparência de adolescente de 14 anos se recusa a dar a conhecer. Mas, pela primeira vez, o dom de Marcos revela-se ineficaz e, em contrapartida, é o “estranho” que utiliza um mesmo dom com Marcos. E o “estranho” diz a Marcos que este deve ir de encontro à rapariga.

Para salvar o “estranho” da morte, Marcos aceita participar no plano do “chefe” que consiste em pôr o “estranho” em liberdade.

Mas Marcos tem pouco tempo para chegar ao Teatro Espanhol, e encontrar-se com a rapariga que assiste à peça “A Morte de Um Caixeiro-Viajante” que está prestes a terminar...

Um final inesperado e surpreendente que me deixou com um nó na garganta e aperto no coração.

A prova de que, mesmo numa história sensacionalista podemos encontrar pontos em comum connosco e com a nossa vida, quais metáforas da realidade que vivemos e, principalmente, sentimos.”

publicado por marcia às 00:28
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 25 de Dezembro de 2011

Livros do meu Natal! Oferecidos pelo maridão!

 

 

 

Obrigada Gil! Sabes sempre o que eu mais gosto!

 

tags: ,
publicado por marcia às 15:25
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Livros do meu Natal!

 

 

 

Obrigada à minha sogra, cunhada e sobrinha! E principalmente ao meu marido por as ter "persuadido" a darem-me livros!

tags: ,
publicado por marcia às 15:14
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

Desejos de Natal IV – Passatempo o Perfume da Savana – Luís Sérgio Mendes

Um belíssimo poema! Obrigada Luís Sérgio!

“O que eu mais queria neste Natal era que o sonho se tornasse real. Que as ideias fossem possuídas pelas pessoas que de tanto as amarem lutassem por um mundo novo, mais justo, de verdadeira e respeitada liberdade, onde o sonho não fosse uma quimera, um devir, mas sim algo que se vive, se sente e desfruta com amor e solidariedade.”

Entre outras coisas são estes os meus desejos para este Natal, que procurei expressar no poema seguinte e, publiquei no meu blog, NO CORAÇÃO DA ESCOLA:

http://nocoraodaescola.blogspot.com/2011/12/sonho-real.html?showComment=1324576852794#c8785593717563492149

 

Sonho Real

Percorri mais de mil léguas

À procura do caminho

Irreal.

Sentei-me para olhar

O real.

Cansado

Vi o mundo

Dos homens (ir) reais.

Esgotados, enganados,

Alguns esfomeados.

Muitos sem solução

Já não olham o mundo

Não vêem o céu.

 

Perdidos

Aterrorizados

Fogem da razão.

Homens num labirinto

Rebanho guiado

Num caminho triste

Sem razão,

Sem coração

Sem final.

Esquizofrénicos

Na caverna de Platão

Não aguentam a luz,

A claridade cega-os à razão.

Perdidos no mundo

Prisioneiros na escuridão

Domesticados

E cegos, mais que cegos,

Dobrados, olhos no chão,

Como bestas às voltas no poço.

Olham mas não vêem.

Não querem conhecer

Não querem ver

Não ousam percorrer

O caminho da razão.

Olho-os e choro

Choro e vejo

Esqueletos sem coração,

Marionetas de coro

Mundo triste, perdido.

Corro sem parar

Sem parar

Procuro a razão

O caminho

Real

A solução

A vida

O Homem real.

Não desisto

Não quebro.

O caminho faz-se

Em solidariedade

Percorre-se

Com fantasia

Num sonho

Mais que real.”

publicado por marcia às 13:30
link do post | comentar | favorito
|

Desejos de Natal III – Passatempo o Perfume da Savana – Mário Dimas

Maravilhoso texto partilhado pelo Mário Dimas, com direito a banda sonora e tudo. Um escritor escondido? Ou ainda não descoberto? Um dos sortudos vencedores do passatempo!

“O que eu queria mesmo era acordar, uma destas manhãs com o quarto invadido por um sol radioso e redentor, ligar a televisão e ficar a ouvir em surdina as notícias de que a economia teve uma recuperação espantosa, o desemprego caiu para os três por cento, que a fome, as doenças e a pobreza foram erradicadas, que há médicos para todos e que a música saiu à rua e, ali mesmo por de baixo da minha janela entoavam harmoniosamente alinhadas as vozes dos Scala & Kolacny Brothers interpretado “With or without you” dos U2 e a felicidade não é aparente...

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=MNryD-Ndsps

E não me venham para cá com conversa de que a tróika isto e o governo aquilo, porque o ano 2012 também é meu e eu é que sei o que quero para mim e para os meus amigos!!!

UM FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO 2012!!!

publicado por marcia às 13:13
link do post | comentar | favorito
|

Desejos de Natal II – Passatempo o Perfume da Savana – Natasche Gonçalves

Obrigada Ná! Por seres quem és!

“NÃO VOU LHE DESEJAR UM FELIZ ANO NOVO.

Não vou desejar que nesse ano encontre paz e felicidade permanentes. Não vou desejar que supere todas as suas metas e vença todos os desafios, encontre alegria no amor, fique rico e seja sempre a pessoa mais linda e simpática do planeta (mas vou desejar saúde. Porque com saúde não se brinca).

Não vou desejar que 2012 seja o melhor ano de todos os anos de sua vida.

365 dias é muito pouco para todas as conquistas, todos os desafios e tudo o mais que deseja fazer, ser e ter.

Esse ano, quero desejar outra coisa

Desejo que se lembre de todas as conquistas que teve. Que olhe para trás e veja tudo o que foi aprendido, se lembre de todas as pessoas que apoiaram e quem você foi em todas essas situações.

Que determine a vida que quer levar. De repente não é a que está levando agora, a que seus pais querem que leve. Ou seu amor. Ou seus amigos. Ou sua comunidade. Pare e pense na vida que você quer ter.”

publicado por marcia às 13:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Desejos de Natal I – Passatempo o Perfume da Savana – Maria João Gabriel

A Maria João é uma das minhas mais dedicadas seguidoras. Não posso deixar de me identificar com o desejo que ela partilhou. Não nos identificamos todos?

“Ora, o que quero neste Natal é mergulhar na leitura e saciar a sede que sinto, dia após dia de trabalho, por regressar a casa e continuar a ler.

Quero ler mais e mais, inebriar-me com as histórias dos meus escritores predilectos e descobrir novos que junte a essa lista. Com os livros, quero aprender, viajar, tornar-me melhor, identificar-me, conhecer-me e apaixonar-me.

Quero ler "O Perfume da Savana" e descobrir Ludgero Santos!”

publicado por marcia às 12:50
link do post | comentar | favorito
|

Resultado do Passatempo "O Perfume da Savana"

Tal como prometido chegou o momento de divulgar os nomes dos vencedores do Passatempo “Perfume da Savana”. Obrigada a todos os participantes, pelo interesse e pela partilha de tão belos desejos Natalícios. Os 3 felizardos são:

25 - Maria Narcisa Padre Santo Rocha Teles – Alverca;

50 - Maria Isabel Ferreira Pinto Magalhães – Grijó

75 – Mário Dimas - Póvoa de Santo Adrião

Muitos parabéns!

O autor vai enviar-vos os livros. Espero que vos agrade e vos faça sonhar.

Irei, tal como prometido, publicar os desejos que mais me emocionaram. Obrigada pelo interesse de todos, a escolha não foi fácil. Seleccionei 4 mensagens e vou dedicar um post a cada um dos autores. A ordem será a da chegada dos e-mails.

Boas festas e boas leituras!

publicado por marcia às 12:34
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Novidade Publicações Europa-América: "Cura" de Robin Cook

 

Título: Cura

Autor: Robin Cook

Colecção: Obras de Robin Cook

Preço: 19,75€

Pp.: 368

Agora que o neuroblastoma, potencialmente fatal, que tomou conta do seu filho parece estar em plena remissão, a médica legista de Nova Iorque, Laurie Montgomery, volta às suas funções, no Gabinete de Medicina Legal, onde trabalha há mais de duas décadas.

Preocupada com a incerteza de ainda ter, ou não, capacidade para o seu trabalho depois da longa ausência, Laurie depara-se com um primeiro caso, que é nada menos do que um puzzle altamente perigoso e da maior importância, que envolve o crime organizado e duas empresas recém-criadas de biotecnologia, num jogo de audazes. Apesar dos conselhos e avisos dos seus colegas e do seu marido, o também colega Jack Stapleton, Laurie está determinada a resolver o mistério que este caso representa.

Satoshi Machita, um ex-investigador da Universidade de Quioto, é o detentor de uma patente extremamente valiosa que diz respeito às células estaminais induzidas pluripotentes, que serão a base para a construção de uma indústria de triliões de dólares na área da medicina reconstrutiva. Quando este morre numa plataforma do metropolitano de Nova Iorque, cheia de pessoas, Laurie terá de decidir se a sua morte se deve a causas naturais, ou a algo… mais diabólico.

Nas sombras, escondem-se pessoas que gostariam de ver Laurie bem longe da morte de Satoshi. Apesar das ameaças que recebe, ela insiste, até que estas começam a tornar-se bem reais e afectam a pessoa que ela mais ama no mundo: o seu filho J. J.

Subitamente, Laurie não terá outra escolha senão resolver o crime e salvar o filho.

O Dr. Robin Cook é um prestigiado médico norte-americano, especializado em Oftalmologia, doutorado em Harvard. É reconhecido como o fundador do género literário «thriller médico» e há trinta anos que se mantém como o autor de maior sucesso deste género a nível mundial. Este é o seu 30.º livro publicado na Europa-América.

publicado por marcia às 11:49
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.a ler


.a ler também


.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Os Loucos da Rua Mazur, d...

. Livros ao preço de postai...

. Uma Coluna de Fogo - Ken ...

. Os Loucos da Rua Mazur, d...

. Lançamento da Antologia d...

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria em Penafiel 20...

.últ. comentários

Também acho!
Demasiadas páginas que voam...
Interessante cou ler também.
Nunca cheguei a ler OS Pilares da Terra, mas vi a ...
Quero, quero, quero!!!!!!!!! :)
Eu queria saber o porquê de eu ter guardado o nome...
este está ali na fila de espera. Demasiadas página...
Fazes bem, eu adorei.
Que maravilha de evento!Um dia vou 😊
Excelente festival. Vale a pena descobrir.Beijinho...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

.gosto

blogs SAPO

.subscrever feeds