Domingo, 27 de Fevereiro de 2011

Segredos do Passado - Deborah Smith - Opinião

 

Segundo livro que leio de Deborah Smith. Recordo a leitura de “A Doçura da Chuva” de uma forma muito querida pois foi um livro que me prendeu e emocionou de um modo único. Assim, foi com expectativas elevadas que me dediquei a este “Segredos do Passado”.

Nem sempre o resultado é o melhor quando esperamos muito de um livro, e sabemos que dificilmente um autor que nos emocionou muito o consegue fazer de igual forma uma segunda vez. Neste caso nada disto se confirma. “Segredos do Passado” supera em muito “A Doçura da Chuva”. Representa para mim uma experiência envolvente e cativante; extremamente absorvente, este livro fez com que me alheasse de tudo e não pensasse em mais nada enquanto viajava pelas suas páginas.

Esta é a história de Claire e Roan. Apesar de ser uma espécie de saga familiar e desfilarem perante o leitor dezenas de personagens, a verdade é que se resume a uma história lindíssima mas sofrida de amizade e amor entre duas crianças que toda a vida se virão a sentir destinadas a ficar juntas.

Penso que posso dividir o livro em duas partes. A primeira, em que são apresentadas as origens e percursos das famílias Maloney e Delaney, gostei bastante desta “introdução”e de conhecer os pioneiros Irlandeses que, destemidos, viajaram para os Estados Unidos em busca de uma nova vida. É aqui que chegamos a Claire enquanto criança e assistimos ao surgimento da amizade que a vai unir para sempre a Roannie, um menino pobre, filho de um pai violento e alcoólico, o que faz com que seja ostracizado por todos. Menos por Claire…

Acompanhamos as aventuras das duas crianças. Aqui tenho de admitir que me emocionei muito por diversas vezes e recordei a minha própria infância e o meu companheiro de muitas brincadeiras e aventuras de então. Desde o início que este livro me transportou ao meu próprio passado e a uma amizade muito semelhante à de Claire. Infelizmente o futuro não trouxe muitas coisas boas ao meu amigo Bruno e ele já não está entre nós. De qualquer modo fico com muitas recordações mágicas das melhores brincadeiras de sempre e aqui fica uma pequena homenagem a alguém que guardo para sempre de uma forma muito especial.

Voltando ao livro, posso dizer que a partir do que considero ser a segunda parte é que se tornou para mim realmente viciante. Roannie desaparece da vida de todos quando Claire tem apenas 10 anos. Durante 20 anos ninguém sabe nada dele e, apesar de ter razões válidas para ter deixado todos para trás, a verdade é que ninguém conhece os motivos que o fizeram ficar longe e adiar a vida que sempre desejou ter ao lado de Claire.

A partir do momento que Roan surge de novo na vida de Claire simplesmente não larguei mais o livro. Não fiz mais nada, comer e dormir tornaram-se actividades secundárias, tinha de chegar ao fim, tinha de beber tudo, saber tudo o que tinha acontecido na vida dele e que era a razão do seu desaparecimento. É então que vêm à tona todos os “Segredos do Passado”. Página à página é-nos dado a conhecer o homem que se tornou e o que o fez ser como é. Dei por mim a torcer sempre por um final feliz, este livro acordou a romântica adormecida em que se calhar me tornei, fez-me desejar que todo o Universo conspirasse a favor de Claire e Roan.

Um livro para todos os sonhadores. Por vezes triste mas acima de tudo uma experiência de fé. Recomendo sem qualquer reserva.

Sinopse

“Filha de uma respeitada família de Dunderry, na Geórgia, Claire Maloney era uma menina caprichosa e mimada, mas isso não a impediu de travar amizade com Roan Sullivan, um rapaz feroz, órfão de mãe, que vivia numa caravana com o pai alcoólico. Nunca ninguém conseguiu compreender o laço que unia as duas crianças rebeldes.
Mas Roan e Claire pertenciam um ao outro até à violenta tarde em que o terror tomou conta das suas vidas e Roan desapareceu.
Durante vinte anos, Claire procurou o rosto do seu amor de infância por entre a multidão. Durante vinte anos, esperou ansiosamente uma carta e sobressaltou-se a cada toque do telefone. No entanto, quando Roan surge novamente na sua vida, a alegria de Claire não é completa, pois ao contrário do que se afirma o tempo não apaga todas as feridas.
Algumas permanecem ocultas, prestes a reabrir-se ao mais pequeno incidente. Que segredos do passado envenenam o presente e minam o futuro?”

Porto Editora, 2011

publicado por marcia às 14:48
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Esfera dos Livros - Novidades Fevereiro 2011

      

     

 

Guia para Ficar a Saber Ainda Menos Sobre as Mulheres – Isabel Stilwell

Para Isabel Stilwell não há dúvidas, os homens mais não são do que personagens de um filme cujo realizador são as mulheres, e, como actores, precisam de um guião que os conduza no mundo do amor e das relações. Com todas as indicações e conselhos para desempenhar o papel na perfeição ou, pelo menos, tentar... O objectivo último é conseguir fazer uma mulher absolutamente feliz. Tarefa difícil, mas não impossível…
Este livro é o guia essencial para ficar a saber ainda menos sobre as mulheres. Um clássico escrito com humor, ironia e muita provocação.
Isabel Stilwell é jornalista e escritora. Actualmente é directora do jornal Destak e dá voz, em conjunto com o psicólogo Eduardo Sá, a uma rubrica na Antena 1, Dias do Avesso, onde discute tudo o que nos toca no dia-a-dia. Conhecida pelas suas crónicas, onde o estilo coloquial se alia a uma visão apaixonada e ao mesmo tempo irónica da vida, Isabel Stilwell gosta de analisar sentimentos, emoções, as relações entre homens e mulheres... Este livro Guia para Ficar a Saber Ainda Menos sobre as Mulheres, publicado pela primeira vez em 1999, com mais de 50 mil exemplares vendidos, traz-nos uma visão original sobre o mundo das relações, das expectativas e das ilusões. Um clássico a que se soma tudo o que os leitores lhe ensinaram desde então.

Colecção: Fora de Colecção
P.V.P: 16 €
EAN: 9789896262921
Páginas: 144
Formato: 15 x 23 / Cartonado
Data de lançamento:
Fevereiro

 

Jesus, o Judeu – César Vidal

Jesus de Nazaré é uma personagem venerada e admirada por milhões de pessoas. Deus para uns, mestre para outros, a realidade é que a sua figura e os seus ensinamentos são desconhecidos por muitos dos que afirmam segui-lo. Séculos de manipulação e ocultação esconderam a verdade de que Jesus não foi um cristão nem nasceu no meio ocidental. Jesus nasceu, viveu e morreu como judeu e tanto a sua pessoa como a sua doutrina são impossíveis de compreender sem ter em conta estes factos.
O historiador espanhol César Vidal traz-nos neste livro uma tentativa sólida e audaz de revelar a realidade histórica de Jesus. Baseado numa pesquisa extensa e em documentação variada, Jesus, o Judeu pretende perceber quem foi este homem, o que ensinou e qual o seu verdadeiro significado na História Universal.
Uma leitura indispensável para compreender o judaísmo do Segundo Templo as origens do cristianismo, as verdadeiras raízes da cultura em que vivemos. 
César Vida é doutorado em História, Teologia e Filosofia e licenciado em Direito. Leccionou em diversas universidades na Europa e EUA e é membro de prestigiadas entidades académicas. Traduzido em várias línguas, está habitualmente nas listas de bestsellers, para além de ter sido agraciado com vários prémios literários.
Entre as suas últimas obras publicadas destacamos: Los hijos de la luz (2005), Prémio de novela Ciudad de Torrevieja; Jesús, Pablo, El judío de Tarso, Prémio biografia Algaba (2006); El fuego del cielo (2006) Prémio novela Alfonso X el Sabio; El Caso Lutero, Prémio de ensaio Finis Terrae (2008), e Los primeros cristianos (2009).

Colecção: História Divulgativa
P.V.P: 22 €
EAN: 9789896262884
Páginas: 300
Formato: 15 x 23 / Brochado
Data de lançamento: Fevereiro

 

A Arte do Casal – Ramiro Calle

A vida em casal é uma arte. Um equilíbrio difícil de manter entre saber cativar, cuidar do nosso/a companheiro/a, sem obsessão ou dependência, mas mantendo um vínculo de afecto saudável, e saber libertá-lo/a sem rancor e com generosidade quando os sinais de ruptura são evidentes.
Ramiro Calle, valendo-se de um estudo que fez sobre a vida dos casais e de vários testemunhos que recolheu, oferece soluções práticas para resolver as discussões matrimoniais mais frequentes e fornece-nos uma série de ferramentas e comportamentos, para conseguir manter relações mais estáveis e felizes, mas também nos apresenta propostas para tomar o caminho da separação, quando esta se revela a via mais adequada, para que o indivíduo possa continuar a crescer.
Ramiro Calle estudou os efeitos terapêuticos das psicologias orientais e explorou as pontes que existem entre a meditação e a psicanálise. Professor da Universidade Autónoma de Madrid, foi o primeiro a promover investigações médicas sobre a terapia ioga em Espanha e a ensinar ioga, relaxamento e técnicas de meditação como forma de prevenir e combater problemas psicossomáticos. É director do centro de Ioga e Orientalismo Shadak. É considerado um dos mais importantes escritores orientalistas de Espanha.
As suas cerca de setenta viagens à Ásia permitiram-lhe entrevistar os mais relevantes mestres, experiências que inclui nos seus livros, lidos por milhões de leitores em todo o mundo. A Esfera dos Livros editou em 2006 o seu livro Os Melhores Contos Espirituais do Oriente, 4ª edição, em 2007, O Livro do Amor, e em 2008, O Homem que Procurava o Sentido da Vida.

Colecção: Esoterismo
P.V.P: 16 €
EAN: 9789896262860
Páginas: 176
Formato: 16 x 23,5 / Brochado
Data de lançamento: Fevereiro

 

A Dieta Inteligente – Drª Pilar Riobó Serván

Chega de dietas milagrosas, regimes que estão na moda ou dietas «ioiô». Este livro, escrito pela médica Pilar Riobó Serván, especialista em Endocrinologia e Nutrição, garante-nos que podemos emagrecer de forma racional, saudável e sem grandes sacrifícios. Para isso é preciso aprender a comer. 
A Dra. Pilar Riobó Serván assegura que podemos comer de tudo um pouco, basta organizar as cinco refeições diárias de acordo com as nossas necessidades calóricas reais. Está nas nossas mãos planificar sem monotonia, o que vamos comer com ajuda das tabelas de intercâmbio de alimentos aqui apresentadas e de receitas variadas e equilibradas que permitem misturar nutrientes sem sacrificar as sobremesas e uma «alegria» de vez em quando. Sem défice de vitaminas ou minerais
Por exemplo sabia que uma bola de Berlim equivale a um prato de lentilhas? Que comer dois kiwis, uma laranja e uma maçã é o mesmo que comer duas madalenas e que um donut equivale a comer um prato de massa com tomate e queijo ralado?
Siga as dez regras de ouro desta médica, que o incentiva a fazer exercício físico e a perceber as razões da sua obesidade, aprenda lições e truques que são fundamentais na hora de fazer dieta e perderá, 2 a 4 quilos, sem recuperá-los.
Pilar Riobó Servan é formada em Medicina e Cirurgia pela Universidade Complutense de Madrid. Especializou-se em Endocrinologia e Nutrição no hospital Ramón Y Cajal de Madrid e ampliou os seus conhecimentos no Jackson Memorial Hospital, de Miami. Membro da Sociedade Espanhola de Endocrinologia e Nutrição e da Sociedade Espanhola de Diabetes entre outras, é desde 1990 chefe associada do serviço de Endocrinologia da Fundação Jiménez Díaz, em Madrid.

Colecção: Manuais e Guias
P.V.P: 16 €
EAN: 9789896262914
Páginas: 204
Formato: 16 x 23,5 / Brochado
Data de lançamento: Fevereiro

 

Feito em Casa – Joana Roque

Para Joana Roque, cozinhar, mais do que uma arte, é um prazer. Cresceu entre tachos e panelas a fumegar na cozinha da mãe e da avó que, de avental aprumado e ar atarefado, lhe foram transmitindo alguns conselhos únicos, histórias de bolos com nomes de tias, de pratos que já a bisavó fazia, de petiscos feitos a olho e outras tantas receitas de família. Joana Roque anotou tudo nos seus cadernos de receitas.
Com mais de 250 receitas e conselhos de economia doméstica, Joana Roque traz-nos receitas tradicionais, os seus pratos preferidos para comer em frente à televisão, a sua «comida de conforto» para dias em que precisamos de um mimo especial, as receitas rápidas e práticas para receber familiares e amigos em casa, os bolos para festas de anos, as bolachas para uma tarde de frio, pratos que conseguimos fazer com restos que iam ter como destino o caixote do lixo, etc.
Sabia que com um quilo de carne picada pode fazer pratos variados? Que a melhor forma de não deixar legumes frescos apodrecerem no seu frigorífico é congelá-los em sacos com etiquetas? Que um jantar com 20 pessoas em casa não precisa de ser um stress desde que siga as dicas da Joana? Que em vez de gastar dinheiro em prendas de Natal pode criar os seus próprios cabazes?
Ao longo de doze meses acompanhamos o dia-a-dia de Joana Roque e os truques que utiliza para fazer receitas rápidas, saborosas, com os ingredientes que temos na despensa, e que, mais importante do que tudo, saem sempre bem.
Joana Roque tem 32 anos e é formada em Turismo pela Escola Superior de Educação de Coimbra. É casada e sempre gostou de cozinhar e de comer. Em 2006 criou um blogue de dieta, para a ajudar com as suas tentativas para perder peso, mas rapidamente passou a ser solicitada para partilhar as receitas daquilo que comia. Em 2006 surge então o blogue As Minhas Receitas, com receitas simples e acessíveis a todos, dos doces aos salgados, do peixe à carne, das entradas aos pratos principais. De segunda a sexta, uma receita por dia.
Em finais de 2008, surge o blogue A economia cá de casa. Um blogue que pretendia ser um complemento ao blogue das receitas, com dicas e sugestões de economia doméstica, mas que rapidamente ganhou um público e uma vida próprios. O objectivo é partilhar os conhecimentos transmitidos pela sua mãe e avó e ajudar as pessoas no seu dia-a-dia a comer melhor.

Colecção: Manuais e Guias
P.V.P: 20 €
EAN: 9789896262891
Páginas: 448
Formato: 16 x 23,5 / Brochado
Data de lançamento: Fevereiro

 

Os Pais têm Sempre Razão – Maria João Santos

Maria João Santos, psicóloga educacional, recebe todos os dias no seu consultório pais à procura de respostas às suas dúvidas diárias em relação à educação dos filhos. A grande questão é comum a todos eles: estaremos a ser bons pais?
A autora não tem dúvidas: sim, estão. Deixemos de lado as inseguranças, as pressões sociais e vivamos a nossa relação com os filhos de forma positiva e segura. Todos os pais têm uma enorme capacidade para assegurar aos seus filhos um percurso pessoal, relacional e escolar de sucesso. Ou não fossem eles o principal e mais privilegiado elemento de ligação afectiva, a referência mais importante na vida das crianças.
Neste livro, com exemplos para reflectirmos, esta psicóloga garante-nos que o bom desenvolvimento da criança assenta numa relação estreita de afectos entre os pais e os seus filhos, e deixa-nos alguns conselhos práticos para pormos em acção no nosso dia-a-dia:
- Construam uma comunicação positiva com os vossos filhos.
- Tentem perceber o que está por detrás de comportamentos como birras ou sentimentos de tristeza.
- Tenham disponibilidade para estar com os vossos filhos.
- Não tenham medo de impor limites e utilizar a palavra «não» e de construir o vosso próprio modelo educativo.
Maria João Santos nasceu em Lisboa, em 1964. Psicóloga Educacional, pelo ISPA, iniciou a sua actividade no ESCA - Espaço para a Saúde da Criança e do Adolescente - onde é responsável pela Consulta de Psicologia Educacional, de Orientação Vocacional e pelo Gabinete de Aconselhamento aos Pais. Entre Janeiro de 2004 e Maio de 2010 acumulou funções de direcção e de direcção de formação na mesma instituição.
Entre 2000 e 2002, exerceu funções em três colégios da Casa Pia de Lisboa. Desde 2008 colabora com a Revista Pais & Filhos. É membro efectivo da Ordem dos Psicólogos.

Colecção: Psicologia
P.V.P: 16,50 €
EAN: 9789896262907
Páginas: 264
Formato: 15 x 23 / Brochado
Data de lançamento: Fevereiro 

publicado por marcia às 14:24
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2011

Porto Editora - Ficção - Farrell a par de Coetzee e Peter Carey

 

Chega às livrarias portuguesas, no dia 3 de Março, Hotel Majestic, de J. G. Farrell, autor que, a par de J. M. Coetzee e Peter Carey, venceu o Man Booker Prize por duas vezes. A primeira vitória, porém, só foi atribuída post mortem.

O ENREDO

1919: Após o final da I Guerra Mundial, o Major Brendan Archer dirige-se até à Irlanda, na esperança de descobrir se de facto está comprometido com Angela Spencer, cuja família anglo-irlandesa é proprietária do em tempos famoso Hotel Majestic. Mas a sua noiva está estranhamente diferente e a fortuna familiar sofrera enormes perdas. As centenas de quartos do hotel deterioram-se a olhos vistos; os seus poucos hóspedes dedicam-se quase em exclusivo a pequenos boatos e a jogos de uíste; bandos de gatos tomaram positivamente conta do Bar Imperial e dos andares superiores; canas de bambu ameaçam as fundações do edifício; leitões brincam nos courts de squash.

Mas não são apenas as paredes do outrora grandioso hotel que prometem cair de vez. Lá fora, o império britânico enfrenta desafios vindos dos quatro cantos do mundo, incluindo da sua vizinha Irlanda.

O AUTOR

James Gordon Farrell nasceu em 1935 em Liverpool, no seio de uma família anglo-irlandesa. É considerado um dos mais importantes autores do séc. XX, apesar da sua actividade de escritor ter sido tragicamente interrompida por um acidente enquanto pescava na costa irlandesa.

Tendo escrito outras três novelas antes de 1970, ficou famoso sobretudo pela “Trilogia do Império”, que retrata a decadência do Império Colonial Britânico com uma ironia sagaz, evidente nas descrições e nas características das personagens, enquanto o pano de fundo é um cenário histórico baseado em acontecimentos reais.

Em 1971 Troubles, o primeiro volume da trilogia, ganhou o Faber Memorial Prize, e em 1988 foi adaptado a telefilme.

O segundo volume da trilogia, The Siege of Krishnapur, a ser publicado brevemente pela Porto Editora, ganhou o Man Booker Prize em 1973 e foi nomeado para o prémio Best of the Booker.

Título: HOTEL MAJESTIC

Autor: J. G. Farrell

Tradução: Fernando Dias Antunes

Págs: 416

Capa: mole com badanas

PVP: 17,90 €

publicado por marcia às 00:38
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2011

Bizâncio - Novidades Fevereiro de 2011

 

     

 

Título: O Meu Testemunho perante o Mundo

Autor: Jan Karski

Colecção: Vidas, 33

ISBN: 978-972-53-0471-6 Código de Barras: 9 789 725 304 716

Págs.: 464

Preço: Euros 15,09 / 16,00

Autobiografia

O Relato Único do Homem que Denunciou o Holocausto e que o Mundo Ignorou

Publicada pela primeira vez nos EUA em 1944, esta obra fazia também parte da missão de denúncia e apelo a que o autor se propusera. Jan Karski, membro da resistência polaca, foi nesse ano o mensageiro do povo polaco junto do seu governo no exílio, o mensageiro dos judeus perante o mundo e o homem que alertou para o genocídio judaico, que ele mesmo presenciara, quando ainda era possível detê-lo. Além dos documentos e relatórios que deveria entregar ao seu governo no exílio e aos aliados, conseguiu ainda entregar ao presidente Roosevelt documentos relatando o que vira no Gueto de Varsóvia e no campo de concentração de Izbica Lubelska, os quais fazem também parte desta obra. Apesar de inicialmente ter sido um bestseller, a obra foi acolhida com alguma frieza pelas autoridades ocidentais e acabou por cair no esquecimento; o mundo não estava então preparado para os relatos de Karski, e o reconhecimento surgiu tardiamente. Obra capital de um Justo entre as Nações, proibiu e proíbe, em definitivo, as palavras «Não sabíamos».

 

Título: O Indesejado

Autor: Sarah Waters 

Colecção: Montanha Mágica, 56

ISBN: 978-972-53-0467-9 Código de Barras: 9 789 725 304 679

Preço: Euros 15,09 / 16,00

Págs.: 480

Romance

Finalista do Booker Prize 2009

Num Verão poeirento depois da guerra, na zona rural de Warwickshire, um médico é chamado para ir ver uma doente a uma casa isolada chamada Hundreds Hall. É nela que vive a família Ayres há mais de dois séculos. A casa de traça georgiana, outrora bela e imponente, está agora em declínio, com a alvenaria a cair, os jardins sufocados pelas ervas e o relógio do estábulo parado para sempre nas vinte para as nove. Os seus proprietários — mãe, filha e filho — tentam adaptar-se a uma sociedade em mudança, e apaziguar os seus próprios conflitos. Mas estarão os Ayres assombrados por algo mais sinistro do que um modo de vida que está a desaparecer?

 

Título: Aqui Há Gato 7: Hollywood é demasiado pequeno para mim

Autor: Darby Conley

Colecção: Banda Desenhada

ISBN: 978-972-53-0470-9 Código de Barras: 9 789 725 304 709

Págs.: 128

Preço: Euros 11,90 / 12,61

BD

Satchel é a personagem tonta de Hollywood É Demasiado Pequeno para Mim, o filme concebido e produzido por Bucky-Kat, o gato siamês com um talento natural para a trapaça e uma desmedida mania das grandezas. No elenco de luxo deste filme podemos ainda apreciar o solteirão Rob Wilco.

Um candidato a óscar, no mínimo!

publicado por marcia às 23:42
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 20 de Fevereiro de 2011

O Grande Gatsby - F. Scott Fitzgerald - Opinião

 

Habitualmente não me dedico à leitura dos chamados Clássicos. Não que não ache que não merecem a pena, longe disso, mas realmente porque têm surgido mais oportunidades de ler outras coisas. Como o tempo nunca é suficiente para ler tudo o que gostava, tenho me dedicado a outro género de leituras, sem dúvida muitas vezes levada pelo carácter apelativo das novidades.

Mas esta edição de “O Grande Gatsby” das Publicações Europa-América, convenceu-me a ler um livro que já queria conhecer há muito. Sobejamente conhecido e sem necessitar de apresentações, é mencionado como o livro favorito de algumas figura públicas (aqui nunca saberemos se é verdade ou para parecer bem) e também de alguns leitores meus conhecidos.

Bom, o livro é pequeno (cerca de 160 páginas) e levei a cabo esta leitura com alguma rapidez. Gostei da forma como está escrito, simples e objectiva –nada de muito arcaico por isso não sei muito bem porque é considerado Clássico. Conta a história de um homem (Gatsby) com uma vida algo misteriosa que suscita a curiosidade dos que o rodeiam. Gatsby é rico e todos querem saber como fez fortuna, todos querem ir às suas festas, todos querem ser vistos com ele, mas poucos o querem realmente conhecer. O narrador, Nick, é vizinho de Gatsby. É pelos olhos de Nick que conhecemos Gatsby e é pelas confidências que este lhe faz que percebemos os seus objectivos e razões. No fundo tudo se resume a uma história de amor, à busca do seu objecto de desejo, Daisy. Por vezes a vida tem estranhas formas de nos mostrar os caminhos, Gatsby reencontra Daisy e novamente a perde, mas desta vez pelo motivo oposto que o fez perdê-la da primeira vez. Confusos? Leiam!

Gostei das descrições das festas em casa de Gatsby, de entrar no ambiente de luxo e ostentação. Um modo de vida excepcionalmente bem caracterizado pelo autor. Admito que não é o género que livro que mais aprecio, mas que me agradou ter uma experiência literária diferente.

Sinopse 

“Extraordinariamente rico, Gatsby é famoso pelas festas realizadas na sua mansão em Long Island, apesar de ninguém saber ao certo quem é o anfitrião. Uns dizem que foi espião, outros que é aparentado com uma família real europeia. Mas, na realidade, só mantém estas festas na esperança de que Daisy, o seu antigo amor, vá a uma delas.

Um retrato da América durante os turbulentos anos 20 do século XX e uma sátira ao «Sonho Americano», onde Fitzgerald idolatra os ricos da época apesar de não se conformar com uma certa decadência causada pelo materialismo desmedido e pela imoralidade.
O grande clássico da literatura norte-americana.”

Europa-América, 2011

publicado por marcia às 19:58
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

Guia Prático das Urgências Familiares - Anne Geoffroy - Opinião

 

Tenho uma grande curiosidade por este género de livros. Se calhar a maioria das pessoas que gosta de ler não lhes dá muita importância, mas eu confesso aqui o meu interesse.

Neste caso temos um guia de fácil pesquisa, organizado por ordem alfabética, contendo informação e sugestões sobre como tratar e lidar com as mais diversas situações: feridas, dores, cãibras, borbulhas, colesterol, etc.

Desde as receitas mais antigas, daquelas que ouvimos falar às nossas avós, passando por soluções mais actuais, e tendo também informação muito útil sobre como agir em caso de catástrofes naturais e emergências médicas, este pequeno livro deve ser lido com atenção e guardado num local de fácil acesso para futuras consultas.

Certamente um livro que irei reler e consultar sempre que necessário.

Sinopse 

“Está na companhia de um amigo e, de repente, ele tem um enfarte.
Será que sabe o que fazer, que cuidados deve prestar-lhe e que poderão salvar-lhe a vida? Outro exemplo: o seu filho sofre queimaduras graves. O que fazer enquanto aguarda pela ambulância?
Tem de ser prático. A qualquer momento, pode acontecer algo que coloque em perigo a vida de alguém que lhe é próximo ou que se encontra simplesmente no mesmo local que o leitor. Este guia claro e completo, de fácil consulta, ensiná-lo-á a agir da melhor forma em qualquer situação. Se este livro estiver sempre consigo, o leitor nunca será apanhado desprevenido. Eis o que estava a faltar na sua caixa de primeiros-socorros!
Um guia útil que todos devemos ter. Para além dos conselhos que devemos seguir em caso de urgência, esta obra apresenta ainda uma série de informações sobre remédios caseiros que curam as doenças mais comuns, como, por exemplo, a obstipação nasal, a laringite, a gastrenterite, etc.
Conselhos práticos que evitarão as idas constantes ao médico!
Um guia que deve ler com toda a atenção e trazer preciosamente consigo. Ele permitir-lhe-á ora tratar dos problemas de saúde menos graves ora acudir nos casos de doenças de maior gravidade. Quem sabe se em breve não irá salvar uma vida?”

Europa-América, 2011

publicado por marcia às 01:53
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 19 de Fevereiro de 2011

Sugestão de livro de gastronomia, para abrir o apetite para o fim-de-semana

 

SINOPSE

Para Joana Roque, cozinhar, mais do que uma arte, é um prazer. Cresceu entre tachos e panelas a fumegar, o cheiro a refogados bem apurados e tabuleiros espalhados na cozinha da mãe e da avó que, de avental aprumado e ar atarefado, lhe foram transmitindo alguns conselhos únicos, histórias de bolos com nomes de tias, de pratos que já a bisavó fazia, de petiscos feitos a olho e outras tantas receitas de família. Joana Roque anotou tudo nos seus cadernos de receitas. Feito em casa é um livro indispensável em qualquer cozinha. Com mais de 250 receitas e conselhos de economia doméstica, Joana Roque traz-nos receitas tradicionais, os seus pratos preferidos para comer em frente à televisão, a sua «comida de conforto» para dias em que precisamos de um mimo especial, as receitas rápidas e práticas para receber familiares e amigos em casa, os «jantares comunitários», os bolos para festas de aniversário, as bolachas para uma tarde de frio, sanduíches para levar para a praia, etc. Sabia que com um quilo de carne picada pode fazer pratos variados? Que a melhor forma de não deixar legumes frescos apodrecerem no seu frigorífico é congelá-los em sacos com etiquetas? Que um jantar com 20 pessoas em casa não precisa de ser um stress desde que siga as dicas da Joana para a organização de um jantar? Ao longo de doze meses acompanhamos o dia-a-dia de Joana Roque e os truques que utiliza para fazer receitas rápidas, saborosas, com os ingredientes que temos na despensa, e que, mais importante do que tudo, saem sempre bem.

BIOGRAFIA

Joana Roque tem 32 anos e é formada em Turismo pela Escola Superior de Educação de Coimbra. É casada e sempre gostou de cozinhar e de comer. Em Abril de 2006 criou um blogue de dieta, para a ajudar a perder peso, mas rapidamente passou a ser solicitada para partilhar as receitas daquilo que comia. Em Maio de 2006 surge o blogue As Minhas Receitas, com receitas simples e acessíveis a todos. Em finais de 2008, surge o blogue A economia cá de casa, que pretendia ser um complemento ao blogue das receitas mas que rapidamente ganhou um público e uma vida próprios.

publicado por marcia às 01:33
link do post | comentar | favorito
|

DIETA INTELIGENTE, de Dra. Pilar Riobó

 

SINOPSE

Este é um livro para quem quer fazer uma dieta inteligente. Chega de dietas milagrosas, rápidas, sofridas, regimes que estão na moda, dietas «ioiô» que nos fazem recuperar ou aumentar de peso. Escrito pela médica Pilar Riobó Serván, especialista em Endocrinologia e Nutrição, garante que podemos emagrecer de forma racional, saudável e inteligente, sem grandes sacrifícios. Para isso é preciso aprender a comer. A autora garante que podemos comer de tudo um pouco, basta para isso organizar as cinco refeições diárias de acordo com as nossas necessidades calóricas reais. Depende de nós planificar e eleger, sem monotonia, o que vai comer, com ajuda das tabelas de intercâmbio de alimentos aqui apresentadas e de receitas variadas e equilibradas que permitem misturar nutrientes sem sacrificar as sobremesas e uma «alegria» de vez em quando. Sem défice de vitaminas ou minerais. Por exemplo sabia que uma bola de Berlim equivale a um prato de lentilhas? Que comer dois kiwis, uma laranja e uma maçã é o mesmo que comer duas madalenas e que um donut equivale a comer um prato de massa com tomate e queijo ralado? Siga as dez regras de ouro desta médica, que o incentiva a fazer exercício físico e a perceber as razões da sua obesidade, aprenda lições e truques fundamentais na hora de fazer dieta e perderá gordura, 2 a 4 quilos, sem recuperá-los.

BIOGRAFIA

Pilar Riobó Servan é formada em Medicina e Cirurgia pela Universidade Complutense de Madrid. Especializou-se em Endocrinologia e Nutrição no hospital Ramón Y Cajal de Madrid e no Jackson Memorial Hospital, de Miami. Membro da Sociedade Espanhola de Endocrinologia e Nutrição, da Sociedade Espanhola de Diabetes e da Sociedade Espanhola de Nutrição Entérica e Parentérica. Desde 1990 é chefe associada do serviço de Endocrinologia da Fundação Jiménez Díaz, em Madrid. Conferencista de âmbito nacional e internacional, professora em mestrados de nutrição e cursos de doutoramento. Colaboradora com a secção de nutrição do El País. Tem publicações em revistas espanholas e estrangeiras, é autora dos livros Comer de todo piero bien, La alimentación y sus trastornos e Por qué no puedo aderlgazar?

publicado por marcia às 01:21
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2011

Resultado do Passatempo "A Rainha Vermelha"

Já foi escolhida a vencedora do passatempo “A Rainha Vermelha”. Muitos parabéns à Sílvia Serejo de Lisboa que enviou a seguinte frase:

 

“Para ganhar este livro faria toda a pesquisa longa e destemida que Philippa Gregory terá feito, perdendo anos de vida e toda a minha bondade e inocência para conseguir compreender como a evolução duma civilização é sempre comandada por teias politicas, alianças maldosas, armadilhas cruéis e consequências que perduram, podendo assim encarnar uma das muitas Rainhas Vermelhas da nossa actualidade.”

 

Agradeço a todos os participantes e, claro, à Civilização Editora por apoiar e tornar possíveis estas iniciativas.

A vencedora foi contactada por e-mail. Boas leituras!

publicado por marcia às 01:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Porto Editora - Ficção - José Manuel Saraiva na Porto Editora

 

José Manuel Saraiva escolheu a Porto Editora para publicar o seu mais recente romance, A Terra Toda, que estará disponível nas livrarias a partir do dia 3 de Março.

Autor de Rosa Brava, que vendeu mais de 50 mil exemplares, José Manuel Saraiva afasta-se agora do romance histórico para nos apresentar um romance actual, com um tema escaldante, repleto de paixão e intriga.

A Terra Toda será apresentado pelo Dr. Manuel Dias Loureiro no dia 17 de Março, no El Corte Inglés Lisboa, pelas 18:30. Posteriormente, o autor fará novas sessões no Porto e em Coimbra.

SINOPSE

Abandonado por uma mulher que o traiu com outro homem, Rafael recorre às consultas de uma psicanalista, com quem acabará por se envolver. Só que ele não sabe que está com isso a ressuscitar o seu passado e a expor-se a uma traição ainda mais dolorosa.

Fazendo uma pausa no romance histórico, que o consagrou como um dos mais populares autores portugueses, José Manuel Saraiva mergulha agora nas águas mais profundas da nossa actualidade, abordando um tema escaldante que fará ainda estremecer algumas boas consciências.

O AUTOR

José Manuel Saraiva (Santo António de Alva, 1946) foi jornalista, pertencendo aos quadros de O Diário, Diário de Lisboa, Grande Reportagem e Expresso.

É autor de dois comentários sobre a Guerra Colonial, produzidos pela SIC, um dos quais foi transmitido pelo canal Arte em França e na Alemanha. É sua igualmente a história que deu origem ao telefilme A Noiva, de Luis Galvão Teles.

Em 2001, publica a sua primeira obra, As Lágrimas de Aquiles.

Seguiram-se os romances Rosa Brava (2005) e Aos Olhos de Deus (2008), que o consagraram como um dos mais populares autores portugueses. 

Título: A Terra Toda

Autor: José Manuel Saraiva

Págs: 192

PVP: 15,50 €

publicado por marcia às 01:04
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.a ler


.a ler também


.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. D. Quixote - A Construção...

. Apresentação do livro "A ...

. Minotauro - Rapariga em G...

. Minotauro - A Serpente do...

. A Avó e a Neve Russa - Jo...

. Onze Tipos de Solidão - R...

. Concerto em Memória de um...

. Desgraça - J. M. Coetzee ...

. Revista Inominável #6

. É assim Que A Perdes - Ju...

.últ. comentários

Boa!!Muito sucesso e sorte.Espero que corra bem.Be...
A mim também tenta!
Sim, é verdade. Isso também me agrada bastante!
Este quero! Também tenho um especial fascínio pela...
A guerra dos Balcãs impressiona-me muito, por isso...
Estou a ver que gostaste!
Ah, este já li!Esta nova editora promete.Paula
Sim, tem óptimas referências e sim, a capa é magní...
Tenho ouvido falar muito (e bem) deste livro. Que ...
É bastante bom! É ler! É ler!

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

.gosto

blogs SAPO

.subscrever feeds