Sábado, 31 de Julho de 2010

Passatempo "Um Dia"

 

É com enorme prazer que o planetamarcia apresenta mais um passatempo.

Mais uma vez com o apoio da Civilização Editora, que desde já agradeço, está a concurso 1 exemplar de “Um Dia” de David Nicholls. Este título, disponível desde o passado dia 27, já é considerado uma das grandes apostas do ano.

E porque acredito que quem gosta de ler também aprecia escrever e, acima de tudo, opinar e dizer o que pensa, lanço mais um desafio criativo:

“Podemos viver toda uma vida sem nos apercebermos de que aquilo que procuramos está mesmo à nossa frente.”

Pode parecer uma frase feita mas a essência é bem verdadeira, e de certeza que vos vai inspirar.  Desta vez peço que comentem a “frase-chave” desta campanha, que desenvolvam ideias ou partilhem experiências.

O comentário mais inspirador e profundo vence. Como já é habitual, não há regras nem formatos rígidos, têm total liberdade de criação.

O Passatempo decorre até às 23h59 do próximo dia 7 de Agosto.

As respostas deverão ser enviadas para o e-mail marciafb@net.sapo.pt , sempre com informação de nome e morada. O nome do premiado será anunciado aqui no blogue; o vencedor será também informado por e-mail.

Serão apenas aceites participações de residentes em Portugal, e uma por participante e residência.

Para se entusiasmarem, leiam informação sobre o livro aqui:

Boa sorte a todos! Participem!

publicado por marcia às 00:42
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Julho de 2010

Resultados do Passatempo "Os Olhos amarelos dos Crocodilos"

 

Já estão encontrados os 3 vencedores do passatempo “Os Olhos Amarelos dos Crocodilos”:

12– Hélder Miguel Pinto Castro – Vila Nova de Gaia;

25 – Célia Cristina Amador  - Santo António da Charneca; 

55 – Ana Margarida Godinho Monteiro – Lisboa;

Agradeço a todos os participantes e, claro, à Esfera dos Livros por apoiar e tornar possíveis estas iniciativas. Das 145 participações recebidas, 144 foram consideradas válidas por estarem dentro dos parâmetros pedidos.

As respostas às questões são as seguintes:

1.Onde nasceu Katherine Pancol?  Casablanca;

2.Com que idade se mudou Katherine Pancol para Paris? 5 anos;

3.Em que cidade se desenrola a acção de “Os Olhos Amarelos dos Crocodilos”? Paris;

4.Trata-se de um romance sobre as vidas de duas irmãs, quais os seus nomes? Iris e Josephine;

Os vencedores foram contactados por e-mail. Boas leituras!

publicado por marcia às 22:32
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Porto Editora - Infantil - "O Livro das Primeiras Vivências

 

Através de histórias simples e divertidas, O Livro das PrimeirasVivências aborda e contextualiza vários aspectos da vida das crianças. Esta obra que a Porto Editora acaba de publicar é indicada para meninas e meninos a partir dos dois anos e útil tanto para pais como para educadores de infância.

Situações como uma ida ao médico, o primeiro dia de escola, a primeira viagem de avião ou a chegada de um bebé podem ser difíceis de ultrapassar sem a ajuda correcta. Este título procura ajudar a acabar com os receios e dúvidas que surgem nesses momentos, tornando as vivências menos “assustadoras”.

As divertidas ilustrações de Stephen Cartwright retratam episódios possíveis na vida das crianças, a partir das quais se podem retirar ensinamentos e que podem, inclusivamente, ser suscitadores do sempre saudável diálogo.

O texto simples que acompanha cada uma das ilustrações permite, por sua vez, que as crianças mais velhas leiam o livro sozinhas.

A Porto Editora tem vindo a fazer uma aposta consistente na área infantil e prevê publicar mais de sessenta novos títulos até ao final de 2010.

Título: O Livro das Primeiras Vivências

Autor: Anne Civardi

Ilustrações: Stephen Cartwright

N.º de Págs.: 144

Capa: dura e almofadada 

PVP: 12,90 €

publicado por marcia às 22:29
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Julho de 2010

Editora Objectiva - Lançamentos de Julho e Agosto

   

 

Como falar com um viúvo

Um romance inteligente, divertido, comovente e irresistível sobre o amor, a perda e a (in)fidelidade. Uma história que nos fala sobre encontrar o nosso caminho, mesmo quando não fazemos a mínima ideia de onde queremos ir.

Doug Parker. 29 anos. Viúvo.

Quando casou com Hailey – linda, inteligente e dez anos mais velha – Doug prescindiu de uma vida despreocupada em Manhattan para ir viver numa pacata cidadezinha do estado de Nova Iorque com a mulher e o enteado. O idílio do casal termina tragicamente com a morte inesperada de Hailey, que deixa Doug afogado em sofrimento e Jack Daniels.

Doug sente-se incapaz de ultrapassar a morte da mulher e olhar para o futuro com esperança. Mas os problemas da sua família excêntrica não lhe deixam espaço para muitas lamentações. Claire, a irmã-gémea de espírito autoritário, muda-se de armas e bagagens, e um bebé na barriga, para casa de Doug, determinada a dar um novo rumo à vida do irmão.

Debbie, a irmã mais nova, anda obcecada com os preparativos de um casamento de princesa com o ex-melhor amigo do irmão. Mas a grande preocupação de Doug é o enteado, Russ, que se transformou de criança doce em adolescente problemático.

Sobre Como falar com um viúvo

“Triste, divertido e brilhante, Como falar com um viúvo é um dos romances da temporada.” Evening Herald 

“Com um domínio perfeito do ritmo e do humor, Jonathan Tropper evita a lamechice intercalando as cenas comoventes em que evoca a memória da sua mulher com diálogos sarcásticos e extremamente divertidos.” Booklist 

“Com mulheres fortes e inacreditavelmente bonitas, e homens malandros e imperfeitos, Como falar com um viúvo apresenta uma perspectiva resignada mas esperançosa do sofrimento, sem esquecer o lado absurdo da condição humana. Um romance terno, sábio e franco, com um herói hilariante.” Kirkus Reviews 

“Um bom equilíbrio entre dor e sentido de humor… Surpreendentemente comovente.” Entertainment Weekly 

“Uma história divertidíssima que, por trás do humor negro, revela uma meditação comovente sobre o amor e a perda.” The Daily Mail

“Humor inteligente, observações sábias e personagens fascinantes.” Daily Telegraph 

Sobre Jonathan Tropper

Autor de vários romances, que estão traduzidos em mais de dez idiomas.

Vive com a mulher, Elizabeth, e com os filhos no estado de Nova Iorque, onde lecciona na Manhattanville College.

Três dos seus romances, incluindo Como falar com um viúvo, estão em processo de adaptação ao cinema.

Notas ao Editor

Título – Como falar com um viúvo

Género – Romance

Autor – Jonathan Tropper

Site oficial do escritor – www.jonathantropper.com

Colecção (selo) – Suma de Letras

Número de páginas – 302

Formato – 15 x 23 cm

 ISBN – 978-989-672-039-1

Código de barras - 9789896720391

PVP com IVA - € 17,50

 

Graceling - O dom de Katsa

Alfaguara publica, em Portugal, uma estreia segura, no romance de fantasia, que aborda de forma cativante questões de identidade, autenticidade e autonomia.

No universo dos Sete Reinos. Katsa é uma Graceling, um ser raro com um dom extraordinário: desde os oito anos que é capaz de matar sem recurso a qualquer arma. O rei de Middluns, tio de Katsa, força a sobrinha órfã a usar o dom ao seu serviço, encarregando-a de matar todos os que lhe criem obstáculos.

Quando conhece um estranho príncipe cujo misterioso dom poderá estar à altura do dela, enfrenta pela primeira vez a perigosa sedução dos corrompidos pelo poder, mas aprende também a ter a coragem de confiar nos outros – e em si própria.

A oportunidade de empregar o seu talento ao serviço do Bem surge quando Katsa descobre que os Sete Reinos se encontram sob a ameaça de uma força sombria, que só um acto de heroísmo poderá vencer.

Com uma escrita elegante e envolvente, e um elenco de personagens inesquecíveis, Kristin Cashore cria um universo enfeitiçante, uma aventura que desafia a própria morte, e uma belíssima história de amor.

Quem entra nos Sete Reinos já não consegue sair…

Um livro com um dom, em todos os sentidos

Os leitores conhecem Katsa quando ela vai salvar o pai do Rei de Lienídia, que foi raptado. Os motivos da sua captura estão associados a uma intrincada conspiração que Katsa desmascara, com a ajuda do Príncipe Po, o neto do prisioneiro. O Príncipe Po, também ele um dotado, torna-se parceiro e amante de Katsa naquilo que se torna uma missão perigosa e mortal.

Katsa é uma heroína adolescente segura da sua força, mas insegura em relação ao seu lugar no mundo. Cada personagem é meticulosamente caracterizada na sua complexidade, tornando os vilões ainda mais aterradores na sua loucura subtil e doentia.

Sobre Graceling - O dom de Katsa

"Um primeiro romance original e absorvente… Katsa deita por terra todas as realidades biológicas e todos os estereótipos culturais da fraqueza feminina, o que constitui grande parte do seu encanto. É a encarnação do poder feminino… Kristin Cashore brinca com a ideia do desconforto causado por certos dons ou talentos durante a adolescência e como pode ser difícil lidar com eles… O livro apresenta uma parábola perfeita da adolescência, na qual as suas personagens se debatem com emoções turbulentas que têm de aprender a controlar… As personagens adolescentes deste romance, parecidas com algumas que conhecemos na vida real, aprendem a viver com os seus dons.” The New York Times Book Review

“Kristin Cashore cria personagens com profundidade, subtileza e mestria, que agradarão tanto a jovens como a adultos… Uma estreia impressionante.” Booklist

“Uma estreia segura no reino da fantasia que aborda de forma fascinante questões de identidade, autenticidade e autonomia… Um livro com um dom, em todos os sentidos.” Kirkus Reviews

“Esta história de amor vai saciar a sede dos fãs de Crepúsculo, mas um dos méritos deste livro é precisamente a sua capacidade para cativar um público muito vasto e diversificado de leitores…Com esta estreia deslumbrante, a autora elevou o nível a um patamar muito alto.” Publisher’s Weekly

Sobre Kristin Cashore

Kristin Cashore tem nacionalidade americana, cresceu com os pais, as três irmãs e muitos gatos no estado da Pensilvânia, numa aldeia com vacas, celeiros e montanhas.

Estudou em Williams College, no estado de Massachusetts. Depois de um périplo por várias cidades americanas e europeias, regressou a Boston, onde concluiu um mestrado no Centro de Estudos de Literatura Infantil em Simmons College. E foi aí que começou a escrever para o público infanto-juvenil.

Recentemente, mudou-se da Flórida para a cidade universitária de Cambridge, no estado de Massachusetts, e está a adorar voltar a viver numa região com quatro estações. Graceling - O Dom de Katsa é o seu primeiro romance, e o primeiro volume da trilogia dos Sete Reinos.

Notas ao Editor

Título – O Dom

Género – Ficção, fantasia

Autora – Kristin Cashore

Blog oficial da escritora – http://kristincashore.blogspot.com

Colecção (selo) – Alfaguara

Número de páginas – 436

Formato – 15 x 23 cm

ISBN – 978-989-672-021-6

Código de barras - 9789896720216

PVP com IVA - € 18,00

 

Quando fui outro

Este livro é para apaixonados, diz-nos o autor desta belíssima antologia da obra do eterno Fernando Pessoa.

A paixão é apenas um dos temas explorados neste livro. Além de grande poeta, Fernando Pessoa foi também filósofo, interessado por assuntos tão diversos como religião, astrologia, história e política.

Um ficcionista que se desdobrava em múltiplas identidades, à procura, quem sabe, de se conhecer e de se esquecer.

Nesta antologia, que reúne uma selecção fascinante de poemas, ensaios, anotações e fragmentos de cartas de amor, os heterónimos escondem-se para permitirem ao leitor vislumbrar Fernando Pessoa, o poeta e o homem, na espantosa unidade que espreita por trás da sua multiplicidade.

O leitor contemporâneo encontrará nestas páginas múltiplas razões para se emocionar, perturbar e questionar, caminhando de braço dado com o maior poeta moderno português.

Sobre Quando fui outro

“Este Pessoa é único, uno, íntegro. Um vendaval de beleza e conhecimento – com menos contradições do que aquelas que nos habituámos a registar.” Inês Pedrosa

Sobre Luiz Ruffato

Romancista brasileiro, nasceu em 1961. É autor de, entre outros livros, Eles eram muitos cavalos (2001), publicado também em francês, italiano e espanhol, e Estive em Lisboa e lembrei-me de ti.

Notas ao Editor

Título – Quando fui outro

Género – Antologia

Autor da antologia – Luiz Ruffato

Colecção (selo) – Alfaguara

Número de páginas – 236

Formato – 15 x 24 cm

ISBN – 978-989-672-042-1

Código de barras - 9789896720421

PVP com IVA - € 14,50

publicado por marcia às 23:40
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Julho de 2010

Passatempo "Imperfeitos"

 

Continua a decorrer o Passatempo para o livro "Imperfeitos". Até ao próximo dia 30 de Julho não deixem de manifestar a vossa opinião, deixem-se levar pelo tema deste fantástico livro! Todos os pormenores aqui.

publicado por marcia às 23:20
link do post | comentar | favorito
|

Lançamento do livro «Para Onde Voam as Tartarugas», de Joaquim Arena - Dia 27 de Julho (terça-feira), 18.30 horas - Livraria Leya na CEBuchholz

publicado por marcia às 23:19
link do post | comentar | favorito
|

ASA literatura - Novidades de Agosto

   
 

 

Título: A Casa do Mar 

Autora: Esther Freud

Bisneta de Sigmund Freud e filha do pintor Lucien Freud, Esther inspirou-se livremente na correspondência do seu avô Ernst – conferiu inclusivamente ao personagem de Klaus Lehmann alguns dos seus traços – para, com um talento e profundidade únicos, explorar os caminhos tortuosos da mente humana e o poder ilimitado do amor.

Quando abandona temporariamente a cidade de Londres rumo a uma pequena vila costeira, a jovem Lily sente-se imediatamente arrebatada pela paisagem deslumbrante e pelo ritmo da pequena comunidade. Ela está a seguir as pisadas do falecido arquitecto Klaus Lehmann, objecto de estudo da sua tese académica. Mas, à medida que aprofunda a sua pesquisa, o fascínio pela vida de Klaus ameaça suplantar a admiração pela sua obra. Será com “uma ponta de inveja” que a jovem descobre a intensidade da paixão que Klaus sentia pela mulher, Elsa. Os laços que uniram os dois amantes agitam ainda as páginas de inúmeras cartas de amor. Ao lê-las, Lily reconstrói a história do casal e, sozinha na sua casa junto ao mar, começa a questionar a sua própria vida. A agitada rotina londrina, a carreira e a relação com o namorado enfrentam agora novos e desafiadores sonhos e emoções. Gradualmente, Lily apercebe-se de que o vazio que sente pode não ser preenchido com um simples regresso a casa…

 

Título: O Fio da Navalha

Autor: Somerset Maugham

Quando um amigo e colega de combate morre ao tentar salvá-lo, a vida de Larry Darrell muda para sempre. Para o jovem aviador americano, a morte passa então a ter um rosto. O inexorável mistério da morte leva-o a questionar o significado último da frágil condição humana e a embarcar numa obstinada e redentora odisseia espiritual.

Ao recusar viver segundo as convenções impostas pela sociedade para buscar o sentido da vida (que encontrará, certa manhã, algures na Índia), Larry torna-se simultaneamente uma frustração para os que o rodeiam – principalmente para Isabel, a namorada, e Elliott, tio desta, que cultivam acima de tudo a aceitação e o prestígio sociais – e a personificação de um ideal de espiritualidade e não-compromisso.

  • Um dos romances mais emblemáticos do século XX
  • A obra-prima de Somerset Maugham, a par de A Servidão Humana
  • Por duas vezes adaptado para o cinema

Título: O Último Testamento

Autor: Sam Bourne

Um thriller religioso e político, pelo autor de Os 36 Homens Justos e Juízo Final.

O fim de todas as coisas está escrito há muito…

Abril de 2003. O exército americano entra em Bagdade e assume o controlo da capital iraquiana. Durante o caos que se segue, milhares de pessoas aproveitam para saquear o Museu Nacional de Antiguidades. Entre elas, um rapaz de 15 anos, que rouba uma peça ancestral, ignorando que o seu acto pode vir a desencadear a guerra que porá fim a todas as guerras.

Anos mais tarde, na véspera do histórico acordo de paz entre Israelitas e Palestinianos, os guarda-costas do primeiro-ministro israelita abatem um presumível assassino. Mas o que eles pensaram ser uma arma era apenas um bilhete manchado de sangue. Com a escalada de tensão no Médio Oriente a atingir um ponto crítico, Washington decide enviar para a região a sua principal mediadora de acordos de paz: Maggie Costello, que de imediato se depara com violência extrema, mortes inexplicáveis e segredos ancestrais. Mas Maggie não só tem velhos pecados por expiar como parece ser quem guarda a chave para o último enigma da Bíblia. A sua chocante revelação pode resolver o mais antigo conflito à face da Terra… ou deixar o planeta em ruínas.

 

Título: Corsários do Levante

Autor: Arturo Pérez-Reverte

Durante quase dois anos servi com o capitão Alatriste nas galés de Nápoles. Por isso falarei agora de escaramuças, corsários, abordagens, matanças e saques. Assim vossas mercês saberão como era respeitado, temido e odiado o nome da minha pátria também nos mares do Levante.

Perseguições e batalhas navais um pouco por todo o Levante, perigosos galanteios em Nápoles, a luta contra os Turcos e saques no Chipre marcam a nova aventura do capitão Alatriste nas turbulentas águas do Mediterrâneo do século XVII.

  • Do autor espanhol mais lido na actualidade
  • Uma série que já vendeu mais de 5 milhões de exemplares em todo o mundo e foi adaptada para o cinema
  • Títulos publicados da série: O Capitão Alatriste, Limpeza de Sangue, O Sol de Breda, O Ouro do Rei e O Cavalheiro do Gibão Amarelo.

Título: Dalai Lama Autobiografia Espiritual

O décimo quarto Dalai Lama, Tenzin Gyatso, nasceu em 1935 numa região remota do Tibete. Apesar de viver em exílio, é actualmente o líder religioso de milhões de tibetanos e um símbolo mundial de paz, compaixão e espiritualidade. Na sua Autobiografia Espiritual, partilha como nunca antes as suas memórias, histórias e reflexões.

Os pensamentos do Dalai Lama são como um traço de união entre o passado e o presente: com a mesma naturalidade com que recorda a infância, narra episódios de vidas anteriores, evoca os seus treze predecessores e reflecte sobre a sua sucessão. Numa sociedade cada vez mais interdependente, comenta o seu impacto no mundo e os três grandes compromissos da sua vida: enquanto ser humano, reafirma a importância do aperfeiçoamento das qualidades do coração com vista ao bem comum; enquanto monge budista, convida ao diálogo com as diferentes religiões, os não-crentes e os cientistas, a fim de definir os princípios de uma ética laica; enquanto Dalai Lama, aplica uma política da bondade e lança um apelo à consciência do mundo.

publicado por marcia às 23:08
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Julho de 2010

Porto Editora - Campanha de Férias

 

Até 15 de Setembro, a Porto Editora oferece prémios a quem decidir levar para férias um ou mais livros de literatura das chancelas Porto Editora, Ideias de Ler, Albatroz, Sextante, Areal Editores e Lisboa Editora.

A cada cem participações, a Porto Editora oferece fins-de-semana (A Vida é Bela), a cada quinhentas dá malas de viagem (Samsonite) e ao concorrente número 2500 oferece um cheque de viagem no valor de 2500 € (para dois adultos e uma criança). Paralelamente, em conjunto com as lojas Bertrand, oferece experiências em SPA (A Vida é Bela) aos três primeiros participantes. Nas lojas FNAC também há passatempo a decorrer e novamente a premiar os três primeiros concorrentes, mas neste caso com máquinas fotográficas digitais (Sony).

Para se habilitar a ganhar, o comprador de livros da área da literatura (devidamente identificados com um autocolante alusivo à campanha) deve guardar o comprovativo de compra e enviar um SMS para o número nele indicado, incluindo apenas a palavra PEFERIAS, o nome e o número do referido comprovativo de compra (número da factura, do recibo, etc.).

Todas as informações sobre esta campanha podem ser encontradas em www.portoeditora.pt/ferias.

publicado por marcia às 23:11
link do post | comentar | favorito
|

Viver o Sonho - Josephine Cox - Opinião

 

Já há algum tempo que me tinha apercebido do sucesso dos romances de Josephine Cox. Estava de facto curiosa em relação ao seu trabalho e este “Viver o Sonho” veio mesmo a calhar.

Para mim, todo este livro se pode resumir numa palavra: serenidade. De facto, a escrita simples mas cuidada, sempre focada em proporcionar uma leitura constante e sem sobressaltos, inspirou-me muita calma. Por diversas vezes me fez recordar os livros da Maeve Binchy, que adoro!

A autora sabe envolver o leitor, foi muito fácil deixar-me levar pelas páginas deste romance e transportar-me para a realidade das personagens. Uma leitura leve e nada cansativa; horas de alheamento e prazer.

As personagens são descritas com características muito humanas, valores como a amizade e a importância da família são focados de forma prioritária. É impossível não gostar da personagem de Amy, uma mulher apaixonada pela vida, dedicada à família e aos amigos, ponderada. Seguimos atentamente o seu percurso, há medida que descobrimos outras personagens e nos surpreendemos pela forma hábil como os seus destinos vão sendo tecidos, cruzados e interligados.

Um livro que se lê como se se estivesse a ver uma série, apesar do enredo ser previsível, nunca perdi o interesse. Sem dúvida que “Viver o Sonho” é dirigido ao público feminino e vai fazer as delicias de todas as sonhadoras que suspiram com um bom Romance “Cor-de-rosa”. Neste ponto posso dizer que a capa me parece bastante apropriada.

Sinopse

Bonito, rico e carismático, Luke Hammond teria o mundo a seus pés. Porém, uma dupla tragédia arruinou a sua vida e perturbou a tranquila cidade de Blackburn. O único consolo na vida de Hammond, dono da fábrica Hammonds, é o precioso tempo em que se refugia em Ribble Valley e se dedica à pintura.
A natureza solitária de Luke intriga Amy Atkinson, uma mulher gentil e prática, que, desconhecendo a identidade de Luke e os desgostos do seu passado, se sente atraída pelo homem de poucas palavras que todas as terças-feiras visita o café da sua maior amiga.
A amizade cresce entre os dois e tornam-se íntimos. Mas Amy está dividida entre a razão e o sentimento. Será Amy capaz de voltar a amar?

Europa-América, 2010 

publicado por marcia às 00:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Julho de 2010

"Um Dia", David Nicholls - Civilização lança em Julho a grande aposta do ano

 

A Civilização Editora elegeu o dia 27 de Julho de 2010 para o lançamento do grande livro do ano: “Um Dia” (título original One Day), do autor britânico David Nicholls. Assim que foi lançado, “Um Dia” entrou directamente para número um no Reino Unido, tendo merecido excelentes críticas por parte da imprensa internacional. “Destinado a ser um clássico moderno.”, escreveu o Daily Mirror.

Esta grande história de amor, simultaneamente comovente e repleta de humor, acompanha a história de Emma e Dexter desde a noite em que acabam o curso e, posteriormente, nesse mesmo dia 15 de Julho nos anos seguintes. Tendo registado, em muito pouco tempo, excelentes números de vendas a nível internacional (em capa dura e em capa mole), após um ano de lançamento “Um Dia” permanece em todos os tops de vendas do Reino Unido, ocupando actualmente a 11ª posição do Top da Amazon (Reino Unido) e o 4º lugar do Top do The New York Times (Paperback). “Um Dia” esteve ainda 10 semanas como bestseller do The Sunday Times.

Está em produção um filme com base no livro “Um Dia”. O guião foi escrito por David Nicholls e Lone Scherfig é o realizador do filme. Anne Hathaway e Jim Sturgess interpretam os papéis de Emma e Dexter nesta comédia romântica.

Todas as informações disponíveis sobre este lançamento em: www.umdia.com.pt (endereço activo a partir de 27.07.2010).

David Nicholls nasceu em 1966 em Eastleigh, Hampshire. Estudou teatro antes de se dedicar à escrita.

De entre os seus êxitos televisivos, destacam-se a terceira série de Cold Feet, Rescue Me e I Saw You, bem como uma muito elogiada versão moderna de Much Ado About Nothing e uma adaptação de Tess of the D’Ubervilles, ambas para a BBC. Para além de romances, David Nicholls escreve guiões para cinema e televisão e já foi duas vezes nomeado para os prémios BAFTA. O seu primeiro romance e bestseller, Starter for Ten, foi seleccionado para o Richard and Judy Book Club em 2004 e adaptado para o cinema em 2006 (em Portugal com o nome Concurso Viciado). O argumento do filme foi escrito pelo próprio David Nicholls e a personagem principal foi interpretada por James McAvoy. 

Site oficial do autor: http://www.davidnichollswriter.com/.

SINOPSE

Podemos viver toda uma vida sem nos apercebermos de que aquilo que procuramos está mesmo à nossa frente.

15 de Julho de 1988. Emma e Dexter conhecem-se na noite em que acabam o curso. No dia seguinte, terão de seguir caminhos diferentes. Onde estarão daqui a um ano? E no ano depois desse? E em todos os anos que se seguirão?

Vinte anos, duas pessoas, um DIA.

IMPRENSA INTERNACIONAL

“Um livro simplesmente maravilhoso: inteligente, divertido, perspicaz, comovente, muitas vezes, insuportavelmente triste”. The Times 

“Este ano, terá dificuldade em encontrar uma comédia romântica tão acutilante e, ao mesmo tempo, tão delicada.” The Independent

“Grandioso, cativante, inteligente e de leitura extraordinariamente cativante…” Nick Hornby

“Destinado a ser um clássico moderno.” Daily Mirror

“É raro encontrar um romance que aborde o passado recente de forma tão competente… É difícil encontrar personagens tão bem construídas como estas e não reconhecer o talento do escritor que as criou.” The Guardian

Título: Um Dia

Autor: David Nicholls

Título Original: One Day

Tradução: Ana Baer

Formato: 155 x 235 mm

Lombada: 27 mm

Páginas: 456 pp.

Peso: 720 g

Encadernação: Capa mole

Género: Romance

ISBN: 978-972-26-3179-2

EAN: 978 972 26 31792

PVP: 17,99 €

publicado por marcia às 23:43
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.a ler


.a ler também


.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Todos os Fogos o Fogo - J...

. O Motorista de Autocarro ...

. Lançamento do livro "Os D...

. O Homem Domesticado - Nun...

. Eu Confesso - Jaume Cabré...

. Leitura Conjunta - A Músi...

. Porto Editora - A Arte de...

. A Última Rodada - Rui Mig...

. Granta Portugal 9 - Comer...

. A Oeste Nada de Novo - Er...

.últ. comentários

Sim, também eu, a tudo o que escreveste, Paula. Ex...
Tantas palavras que gosto de associar aos contos: ...
Um livro que torna certas as alturas erradas...
É merecedor de atenção, Isaura.
Obrigada pelo comentário, Carlos, depois gostaria ...
Obrigada, Isaura. Escrevo-te uma dedicatória com t...
Olá Márcia,Como já sabes não pude ir à apresentaçã...
Já tinha visto este livro, mas não lhe dei a devid...
Vou ter mesmo que ler...mas acho que não para já.....
Já o comprei, está na lista das obras para ler em ...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

.gosto

blogs SAPO

.subscrever feeds