Terça-feira, 30 de Junho de 2009

A Caixa da Avó Maria

 

 

As avós vivem para sempre
 
A Caixa da Avó Maria, de Leonor Mexia, fala-nos da ligação perpétua e cúmplice entre uma avó e o seu neto, da percepção da morte e da saudade que se combate.
 
A Porto Editora apresenta o livro A Caixa da Avó Maria, de Leonor Mexia. A sessão de lançamento, que conta com a autora, tem lugar na FNAC do Norteshopping, na próxima quarta-feira (1 de Julho), a partir das 21:30.
 
Ilustrado por Sónia Cântara, A Caixa da Avó Maria dá voz a João, um menino cúmplice da avó que partira e que surge agora como um anjo. Nos cinco capítulos do livro, o João partilha experiências com a avó Maria e prova aos leitores da sua idade que a morte não é uma fatalidade quando a memória reconhece a vida.
 
A Caixa da Avó Maria é a sexta obra dedicada a crianças a partir dos sete anos da colecção Adoro Ler!, da Porto Editora. Outros cinco títulos, destinado aos pequenos leitores com nove anos, completam a colectânea. Animais à Solta, de Maria João Lopo de Carvalho, A Rainha do Recreio, de Fanny Joly e Roser Capdevila, ou Comboio Nocturno, de Sigrid Baffert e Frederik Peeters, são alguns dos livros que prometem introduzir os mais novos aos hábitos saudáveis da leitura.
 
A Autora
Leonor Mexia nasceu no Porto em 1970. Desde 2006 que visita escolas básicas e secundárias, infantários, grupos de jovens, lendo os seus contos ou escrevendo outros propositadamente para cada ocasião. Em 2007 ganhou uma menção honrosa no concurso Ora Vejamos, com o conto Onde se meteu a Lua?, posteriormente publicado na colectânea Um mar de contos, de vários autores lusófonos.
Em 2007 e 2008 fez cursos de Escrita Criativa e Construção de Personagens na Companhia do Eu, sob a orientação de Pedro Sena-Lino. Em 2009 é reeditado o livro A caixa da avó Maria, pela Porto Editora, que, apesar de destinado a uma faixa etária mais jovem, é do agrado de pessoas de todas as idades.
 
Título: A Caixa da Avó Maria
Autor: Leonor Mexia
Nº Págs.: 32
PVP: 5,50€
publicado por marcia às 22:59
link do post | comentar | favorito
|

Afinal, quem matou o General Zia?

 

 

A Porto Editora prepara-se para lançar O Caso das Mangas Explosivas, de Mohammed Hanif, vencedor do Commonwealth Writers’ Prize 2008 para uma primeira obra.
 
A resposta a uma das perguntas mais repetidas na Internet, nas últimos semanas, está no O Caso das Mangas Explosivas, do paquistanês Mohammed Hanif, – um thriller político que relata, sem contemplações, os aspectos mais absurdos dos derradeiros dias do cruel ditador Zia ul-Haq, expondo as manipulações de todos os implicados que, com a sua miopia política, contribuíram para o auge do fanatismo radical islâmico.
 
O Caso das Mangas Explosivas, vencedor do Commonwealth Writers’ Prize 2008 para uma primeira obra e nomeado para o Booker Prize e para o Guardian First Book Award, serve-se de um humor ácido e de um ritmo trepidante para contar, na primeira pessoa, a participação do jovem oficial da Força Aérea Ali Shigri nos acontecimentos e o seu próprio desejo em vingar a morte do pai às mãos do ditador.
 
Da realidade, apenas o dia 17 de Agosto de 1988, data em que o avião em que viajava Zia, na época presidente paquistanês, e outras personalidades importantes – entre as quais o embaixador dos Estados Unidos – se despenhou inexplicavelmente. Terá sido falha humana ou mecânica? Resultado de uma conspiração de grupos militares rivais? Ou um complô da CIA, então a colaborar com o regime paquistanês para desestabilizar o Afeganistão e desse modo acelerar o processo de retirada das tropas russas do país vizinho? Foi, caricatamente, maldição de uma cega? Generais descontentes com as suas pensões de reforma ou consequências da estação das mangas?
 
Vencedores dos desafios no Facebook e nos blogues recebem o livro em primeira mão.
Durante 10 dias, a Porto Editora deixou a pergunta ecoar na Web 2.0: Quem matou o General Zia? Os blogues do Porta-Livros, Estante dos Livros, O Segredo dos Livros, Planeta Márcia e Marcador de Livros dispensaram um primeiro capítulo não identificado e quatro perguntas cujas respostas davam direito ao livro prometido. No Facebook, nasceu a página do General Zia, espaço aberto a teorias conspiradoras que justificassem a morte do ditador paquistanês em 1988. Agora, os cinco participantes que responderam primeira e correctamente às perguntas na blogosfera juntam-se ao vencedor do passatempo do Facebook e recebem, em primeira mão, o livro O Caso das Mangas Explosivas.
 
Mohammed Hanif responde às questões dos fãs no Facebook.
A Porto Editora prepara-se para promover uma entrevista com Mohammed Hanif num formato pouco tradicional. Até 9 de Julho – além da questão a que os vencedores dos desafios têm direito – aceitam-se perguntas dos fãs na página do General Zia no Facebook. As respostas do autor serão conhecidas, no mesmo espaço, no dia 10 de Julho (sexta-feira) a partir das 17 horas.
 
O Autor
Mohammed Hanif nasceu em Okara, no Paquistão, em 1965. Formado pela Academia da Força Aérea paquistanesa, abandonou a carreira militar para se dedicar ao jornalismo, tendo colaborado em jornais como o Newsline, o India Today e The Washington Post. Em Londres, onde viveu mais de uma década, foi director do serviço radiofónico em língua urdu da BBC. Recentemente decidiu regressar a Carachi com a mulher e o filho.
 
O que dizem
Perspicaz, requintado e deliciosamente anárquico…
John Le Carré
 
Divertido, subversivo, erótico e tristeQuem estiver a pensar candidatar-se a um emprego de ditador religioso desvairado deve, antes de mais, ler este livro.”
Mark Haddon
 
Um romance de estreia na boa tradição dos thrillers políticos de Forsyth e le Carré.”
The Guardian
 
Uma inteligente comédia negra.”
Booklist
 
Mordaz, altamente engenhoso. Hanif é um escritor dotado. O explosivo final está brilhantemente redigido.” Daily Mail

 

publicado por marcia às 22:23
link do post | comentar | favorito
|

Resultado Passatempo “Quem matou o General Zia?”

 

É altura de revelar o vencedor do passatempo, e claro, desvendar o livro em questão!
Agradeço a todos os que participaram.
São estas as respostas correctas:
1.Que poeta alemão perpetua os seus textos no papel amarrotado escondido debaixo do colchão do narrador?  Rilke.
 2.Qual a sigla que identifica os serviços secretos referidos no excerto?  ISI.
 3.Com base na informação que o texto lhe dispensa, identifique o país onde se desenrola a acção?  Paquistão.
4.Que personagem interpretou o narrador no espectáculo de variedades anual que protagonizou?  Águia (imperialista).
O mais rápido a responder foi o Carlos Duarte Durão Antunes. Muitos parabéns!
Brevemente vai receber "O Caso das Mangas Explosivas" do paquistanês Mohammed Hanif - Vencedor do Commonwealth Writers' Prize para uma primeira obra, e nomeado para os Booker Prize 2008 e Guardian First Book Award.
 
 
“O Caso das Mangas Explosivas” relata os últimos dias do ditador paquistanês pela voz do jovem oficial da Força Aérea Ali Shigri. Chegará às livrarias a 15 de Julho.
Descubram a resposta à questão "Quem matou o General Zia?"
publicado por marcia às 19:08
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Junho de 2009

Serpente

 

Primeiro livro que li do Clive Cussler, veio como oferta na compra de outros dois na Feira do Livro de Lisboa deste ano. Não sabia bem o que esperar, recolhi algumas opiniões e fiquei na expectativa de algo do género Dan Brown.
Achei um extraordinário livro de aventuras, bem estruturado, com intriga e mistério suficientes. Não considero parecido com nada que tenha lido do Dan Brown, penso que a comparação se poderá apenas fazer em relação ao género; “Serpente” ultrapassa em muito o estilo previsível e simplista do autor de “Código Da Vinci”. Não nego que, depois de ler mais alguns livros de Clive Cussler, os possa achar idênticos e previsíveis, mas para já a minha opinião é muito positiva.
Fiz alguma pesquisa e, apesar do nome de Paul Kemprecos ser sempre associado como co-autor dos livros, raramente lhe são feitas referências; no livro não há qualquer menção a quem é Paul Kemprecos. Após alguma pesquisa verifiquei que em 1999 foi convidado por Clive Cussler a participar numa nova série de livros de aventuras; este série iniciou-se com “Serpente” e vai já com 8 livros editados (6 em Portugal pela Saída de Emergência), é conhecida por “NUMA Files Adventures”.
Para perceber melhor esta colecção de livros gostaria de referir que a NUMA (National Underwater & Marine Agency) é uma organização não-lucrativa fundada por Cussler, que se dedica à investigação da história marítima e naval. Os peritos desta organização descobriram mais de 60 navios afundados, oferecendo o fruto do seu trabalho a universidades e governos um pouco por todo o mundo.
www.numa.net
São as “personagens” desta organização que vivem nos livros desta série, desvendam mistérios, correm perigos, sempre com muita adrenalina…pelo menos a julgar pela amostra que tive com este “Serpente” - um corrupio de emoções e descobertas. Rico em informação histórica, ideal para os amantes das teorias da conspiração e sociedades secretas.
Tenho sempre receio de falar demais acerca de livros deste género nas minhas opiniões, pois quando leio opiniões de outros leitores, apesar de ter interesse em saber o que acharam da leitura, prefiro não correr o risco de saber demasiados pormenores.
Então vou limitar-me a deixar a sinopse do livro, que acho que é um excelente ponto de partida para uma empolgante leitura!
Sinopse
“Uma corporação poderosa ameaça a estabilidade política mundial. A viagem secreta de colombo e o seu túmulo, escondem a chave para defrontar uma ameaça que pode mudar o Mundo.
Há mais de 50 anos que jazem no fundo do mar gelado do Atlântico Norte os destroços do paquete de luxo Andrea Doria. Nas suas entranhas repousa uma relíquia pré- -colombiana que pode mudar o destino do Mundo. Para Kurt Austin, director de uma equipa de exploração marítima, o perigo começa quando salva uma bela arqueóloga marinha na costa de Marrocos. Após socorrer Nina Kirov, ambos vêm-se envolvidos numa missão para desmascarar uma poderosa corporação cujo plano levará a uma vaga de destruição e morte, e até à formação de um novo país. Kurt e a bela Nina Kirov desvendaram segredos muito mais valiosos do que as suas vidas. E há tesouros perdidos que nunca deviam ser encontrados.”
Saída de Emergência, 2008

 

opinião:
a ler: Cruel Abandono, Penny Vicenzi
publicado por marcia às 11:50
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Junho de 2009

Cruel Abandono - Quanto pesa um passado?

 

Desenrolado à volta das consequências de um acto desesperado, Cruel Abandono é, provavelmente, o mais excitante e intrigante romance de Penny Vincenzi.
 
A Porto Editora apresenta o novo livro da britânica Penny Vincenzi. Bestseller de uma mulher, sobre mulheres, para mulheres, Cruel Abandono é um título contraditório de uma história que, até à última página, é impossível abandonar.
Numa noite de 1986, uma bebé recém-nascida é encontrada abandonada no aeroporto de Heathrow.
Goradas as investigações, a criança é entregue às autoridades e posteriormente adoptada. Passados quinze anos, a bebé, Kate, é já uma bela adolescente, aspirante a modelo, que decide procurar a mãe biológica. Essa busca vai reunir três mulheres - Martha, Clio e Jocasta - que 16 anos antes se tinham conhecido, casualmente, durante uma viagem à Tailândia.
As três amigas têm agora vidas agitadas mas bem-sucedidas, cheias de preocupações profissionais e de relações amorosas nem sempre fáceis. Martha continua solteira e é uma advogada de sucesso; Clio é uma médica presa a um casamento falhado; Jocasta é uma jornalista apaixonada por um homem com pavor dos compromissos.
Kate irá concretizar o seu desejo de conhecer a mãe biológica, mas isso obrigará a que seja revelado um segredo que uma das mulheres guardara ciosamente ao longo de todos esses anos.
 
A Autora
 
Penny Vincenzi é uma das mais populares e estimadas escritoras britânicas. Foi jornalista, colaborando em publicações como The Daily Mirror, The Times, Vogue e Cosmopolitan, entre outras, antes de iniciar uma carreira literária de sucesso – os seus livros já venderam em todo o mundo mais de quatro milhões de exemplares. O seu primeiro romance, Old Sins, foi publicado em 1989, tendo escrito depois muitos outros, um dos quais, Escândalo, foi já traduzido em português. A sua obra mais recente, The Best of Times (2009), será o próximo livro da autora a ser publicado nesta colecção.
 
www.pennyvincenzi.com
 
 
O que dizem
 
«Cada livro de Penny Vincenzi é um bestseller garantido. Este não é excepção. Tem viagens, romance e mistério, tudo numa só história.»
Grazia
 
«Ninguém domina de forma tão brilhante a arte de combinar mistério e glamour como Penny Vincenzi.»
F Magazine
 
«Tal como o champanhe… borbulhante e delicioso. Uma leitura fantástica.»
Daily Express
 
Título: Cruel Abandono
Autora: Penny Vincenzi
Nº Págs: 640
PVP: 17,70€

 

publicado por marcia às 22:38
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Baunilha e Chocolate - Um livro de sabor inesquecível

 

Um casamento em crise é o mote para a mais conceituada história da italiana Sveva Casati Modignani. Sete anos depois, Baunilha e Chocolate está de volta às livrarias portuguesas.
 
A Porto Editora reedita o grande clássico de Sveva Casati Modignani: Baunilha e Chocolate, um livro que vendeu 140 mil exemplares em Portugal.
Pode o amor vencer o tempo? A pergunta coloca-se ao leitor quando se percebe que algo se passa com Penelope e Andrea após dezoito anos de um casamento quase perfeito. Como se a baunilha e o chocolate já não combinassem. Desde sempre, apesar do contraste de cores e sabores, fizeram uma mistura fantástica, como algumas uniões afectivas que vão prevalecendo como que levadas por um vento milagroso. Mas o vento, às vezes, deixa de soprar inesperadamente.
Andrea revela-se protagonista de inúmeras escapadelas mal escondidas e o seu comportamento, por vezes, é tão infantil e egoísta que Penelope decide oferecer-lhe um presente: deixá-lo sozinho a lidar com os três filhos e com as inúmeras tarefas domésticas, que até agora pesavam única e exclusivamente sobre os seus ombros. Quanto a ela, refugiase na casa da família em Cesenatico. A separação revela-se, para ambos, um desafio cansativo e, por vezes, angustiante, mas a verdade acabará por vir ao de cima: o sentimento que os uniu continua vivo.
 
A Autora
 
Reconhecida como a signora do bestseller italiano, Sveva Casati Modignani está traduzida em 17 países e é hoje uma das autoras mais populares em Portugal.
No catálogo da Porto Editora figura já o seu romance Feminino Singular.
 
Título: Baunilha e Chocolate
Autora: Sveva Casati Modignani
Nº Págs: 464
PVP: 16,50€

 

publicado por marcia às 22:32
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

Jesusalém – Novo Romance de Mia Couto amanhã nas Livrarias

Jesusalém, o novo romance de Mia Couto, vai para as livrarias, amanhã, dia 23 de Junho.

 
Mia Couto estará em Portugal entre 12 e 25 de Julho para participar em várias sessões de lançamento de norte a sul do país.
 
 
“Profundamente abalado pela morte da mulher, Dordalma, aquela que era "um bocadinho mulata", Silvestre Vitalício afasta-se da cidade e do mundo. Com os dois filhos Mwanito e Ntumzi, mais o criado ex-militar Zacarias Kalash, faz-se transportar pelo cunhado Aproximado para o lugar mais remoto e inalcançável.
Aí, numa velha coutada de caça em ruínas, funda o seu refúgio, a que dá o nome de Jesusalém, porque a vida é demasiado preciosa para ser esbanjada num mundo desencantado".”
Assim começa este novo romance de Mia Couto. Mas apenas começa, porque a vida, e a imaginação do autor, quando se combinam, como é aqui o caso, produzem os efeitos mais inesperados e surpreendentes.
Jesusalém é seguramente a mais madura e mais conseguida obra de um escritor no auge das suas capacidades criativas.
 
Informação sobre o autor
 
Mia Couto nasceu na Beira, Moçambique, em 1955. Foi jornalista. É professor, biólogo, escritor. Está traduzido em diversas línguas. Entre outros prémios e distinções (de que se destaca a nomeação, por um júri criado para o efeito pela Feira Internacional do Livro do Zimbabwe, de Terra Sonâmbula como um dos doze melhores livros africanos do século xx), foi galardoado, pelo conjunto da sua já vasta obra, com o Prémio Vergílio Ferreira 1999 e com o Prémio União Latina de Literaturas Românicas 2007. Ainda em 2007 Mia foi distinguido com o Prémio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura pelo seu romance O Outro Pé da Sereia.
tags:
publicado por marcia às 22:21
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 20 de Junho de 2009

Desafio “Quem matou o General Zia?”

 
Conforme anunciado ontem, aqui fica o convite a participarem num passatempo inovador.  Para tal basta lerem o 1º capítulo do livro e responderem a quatro questões.
O(a) primeiro(a) participante que responda acertadamente à totalidade das questões é o(a) feliz contemplado(a) com um exemplar do livro em causa, mesmo antes do seu lançamento para o mercado.
O passatempo decorre até 29 de Junho. No dia 30 é anunciado(a) o(a) vencedor(a) e apresentado o livro.
As questões são as seguintes:
1.       Que poeta alemão perpetua os seus textos no papel amarrotado escondido debaixo do colchão do narrador?
2.       Qual a sigla que identifica os serviços secretos referidos no excerto?
3.       Com base na informação que o texto lhe dispensa, identifique o país onde se desenrola a acção?
4.       Que personagem interpretou o narrador no espectáculo de variedades anual que protagonizou?
Enviem as vossas respostas para marciafb@net.sapo.pt
Além desta iniciativa, convido-vos a visitarem a página do General  Zia, onde é proposto o desenvolvimento de uma teoria para este mistério (num limite máximo de 1500 caracteres). A imaginação e a arte conspirativa serão premiadas com um exemplar do livro.

Boa sorte!

publicado por marcia às 15:21
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Junho de 2009

Desafio Livro-mistério

O planetamarcia e a  lançam um desafio aos leitores.

 

Para se habilitarem a ganhar o livro que promete ser o grande sucesso desta temporada só têm que estar atentos ao planetamarcia nos próximos dias.

 

Numa fase inicial será apresentado um passatempo mantendo oculto o título e o autor do livro em questão. Posteriormente será anunciado o vencedor, que receberá o  livro antes do seu lançamento no mercado; obviamente, nesta altura desce o pano e todos ficarão a saber de que livro de trata.

 

Participem e deixem-se envolver pelo mistério!

publicado por marcia às 23:17
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

"Uma Longa Viagem com José Saramago" chega ao Brasil

 

O livro Uma Longa Viagem com José Saramago, de João Céu e Silva, já está disponível no Brasil com representação da Horizont e distribuição da Loyola Distribuidora de Livros.
 
Em notícia avançada pelo site brasileiro PublishNews (http://www.publishnews.com.br/noticias/news_int.asp?id_noticia=27511), é dado destaque ao trabalho desenvolvido por João Céu e Silva ao ter conseguido que José Saramago revelasse "mais abertamente seus pensamentos, vontades e comportamentos".
 
De sublinhar que Uma Longa Viagem com José Saramago está também disponível em Angola e Moçambique.

 

publicado por marcia às 23:09
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.a ler


.a ler também


.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria em Penafiel 20...

. Escritaria com Miguel Sou...

. Revista Inominável nº10 -...

. Orgulho e Preconceito - J...

. Octaedro, de Julio Cortáz...

. Ken Follett em Portugal -...

.últ. comentários

inesquecível Mr. Darcy...
É o bom dos clássicos, não vão desaparecer.
Parabéns à revista, aos Inomináveis e sobretudo a ...
Tenho um carinho muito especial por Jane Austen e ...
Este livro foi uma desilusão, tem aspetos históric...
Parabéns para nós e a todos :)Beijinhos
Também li este livro recentemente! Vamos sempre a ...
Tenho de tratar disso! Beijinho.

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

.gosto

blogs SAPO

.subscrever feeds